Jornal Página 3
Coluna
J. Júnior
Por Jonas Ramos Júnior

MALA DIRETA


BAIXA TEMPORADA

A hotelaria e o comércio como um todo se ressentem de uma maior presença de turistas do cone sul nos meses considerados de inverno. Já com relação aos meses de veraneio, as notícias que sopram principalmente da Argentina não são nada animadoras. A provável vitória dos peronistas liderados pela ex-presidente Kristina Kirchner deixaram o mercado financeiro em polvorosa e, por consequência, fez o dólar atingir níveis estratosféricos. Ou seja, como a poupança dos argentinos é dolarizada, a presença deles por aqui fica bem improvável. É torcer para que no segundo turno das eleições o grupo do atual presidente Mauricio Macri consiga reverter essa iminente derrota. Façam figas.

CARA NOVA

O restaurante Chaplin que abriu suas portas em 1992 passou por uma repaginada e ficou mais moderno e arejado, com uma ampla varanda e equipe de uniforme novo. O novo Chaplin tem uma configuração totalmente diferente da anterior e vem com uma proposta de modernidade e acompanhamento das novas tendências do mercado gastronômico. A preocupação maior da família Moro que toca a casa desde o início, é não perder as raízes e manter o foco na qualidade dos produtos servidos e na excelência do atendimento. A equipe da casa ainda tem nos seus quadros alguns dos seus primeiros colaboradores. Sucesso na certa.

ANIVERSARIANTE

Foto: Arquivo Pessoal

Arthur Cezar Braga, filho de Roberta Braga e Tiago Cezar Lopes, neto de Beth e Wislen Braga e de Beatriz Helena Cezar, comemorou 2 aninhos domingo, entre familiares e muitos amiguinhos.

VITRINE

  • Tá cada dia mais difícil circular pela avenida Brasil e Atlântica sem ser abordado por algum mendigo. A pedida é sempre a mesma uma moedinha para comprar comida, ou algumas vezes, os mais sinceros, falam que é pra cachaça mesmo. A vida nas ruas não é nada fácil, mas, conter essa onda de migrantes sem teto é tarefa que exige determinação e coragem por parte dos integrantes do Executivo.
  • A prefeitura começou a pavimentar algumas ruas da área central da cidade que há muito clamam por uma repaginada. No entorno do Colégio Santa o visual já é outro. Aquela cara de abandono aos poucos vai sumindo. Espero que a turma da pintura de faixas e estacionamento venha logo atrás. A parte central da cidade andava meio esquecida. Temporada chegando é hora de arrumar a casa. Sugestão: sinalizar melhor as ruas no entorno, evita o vai e vem de carros que se deparam com a via bloqueada.
  • Outro problema que atinge em cheio a cidade é a circulação de ambulantes pelas nossas vias. Tem gente vendendo abacaxi, laranja e morangos em carrinhos de mão, outros doces e salgados. O desemprego e o sonho de morar no litoral ajuda bastante a elevar esses índices. Enquanto isso o comerciante estabelecido amarga uma carga de impostos e aluguéis nas alturas. O jogo pra quem tá estabelecido é muito duro.
  • A melhor notícia dos últimos dias vem por conta da liberação pelo TJSC da Big Whell a roda gigante que vai ser instalada na Barra Norte. Sem dúvida uma atração de grande porte pra ajudar a levantar o moral da cidade. Sua chegada deve trazer um incremento muito grande na circulação de veículos e pessoas naquela região. No último fim de semana o trânsito por ali em direção à Praia Brava tava muito grande. Pra pensar e se organizar.
  • Dei uma passada em Itapema pra conhecer a famosa casa de massas Gustare Forneria, que é tocada com muita competência pela chefe Rubia.O local é super aconchegante e serve pizzas e massas deliciosas. A fila de espera nos fins de semana pode ultrapassar uma hora facilmente. Mas, vale a pena. Imperdível. Fica na Rua 288, nº 354 na Meia Praia.
  • Outra dica é dar uma passada na Kombina Felice no Brava Mall e saborear o filé à parmegiana com massa longa. É grelhado e finalizado no forno com queijo colonial, catupiry e farofa crocante. De lamber os beiços, como já dizia o Marzinho, nosso big boss do JP3. Passa lá.
 ESSE ANO FAÇA CERTO. DIGA NÃO A IMPUNIDADE.  FAÇA A SUA PARTE.

 

Escrito por Jonas Ramos Júnior, 26/09/2019 às 08h36 | jonasramos3011@hotmail.com

MALA DIRETA

 ENCONTROS&REENCONTROS NA TERRA DO TIO SAM

Viajamos com a família para Boston (EUA) para rever minha filha mais velha (Caroline) e a minha irmã e familiares. Ao todo moram por lá umas vinte pessoas da família, que por lá trabalham, estudam e vivem uma vida de classe média de dar inveja. Nas terras do Tio San se você estiver disposto a trabalhar da pra ganhar uma grana legal e viver muito bem. Os serviços públicos são de qualidade e a facilidade de adquiri um carro e a casa própria são mais acessíveis do que por aqui. Por lá vale a meritocracia, ganha pelo que produz. Ninguém carrega ninguém nas costas. 


SANEAMENTO

A primeira melhor notícia que se poderia ter ouvido este ano é a de que a Emasa finalmente vai dar uma manutenção no sistema de esgoto à região central da cidade e, melhor ainda, vai ampliá-lo. Para uma cidade que tem na balneabilidade seu maior potencial a noticia não poderia ser melhor. Nós somos diretamente dependentes da praia central que além de ser nosso maior cartão postal, é onde os milhares de turistas que nos visitam voltam os olhos. Nas últimas temporadas o cheiro de esgoto estava além do suportável em algumas regiões. Ganha a Emasa que cumpre seu papel institucional e ganhamos todos nós que vivemos nessa maravilha.


ZONA AZUL

A segunda melhor notícia que se poderia ter ouvido é a de que a Zona Azul tem tudo pra sair do papel e voltar às nossas ruas. Não é que eu goste de pagar estacionamento, mas sim para democratizar as parcas vagas nas ruas centrais. Quem vai até o camelô da igreja matriz Santa Inês não encontra uma vaga nem dando 20 voltas na quadra. Os próprios comerciantes locais colocam os carros ali pela manhã e só tiram a noite. O mesmo se repete por vários pontos da cidade. No fim o próprio comércio é o mais prejudicado. Já vem tarde essa importante medida.


FORMATURA EM CURITIBA

O designer Daniel Nardes e a jornalista Renata Rutes com a recém formada médica pela UFPR,
Fabiana Rutes Zabudowski (c). A festa de formatura e a colação aconteceram no último fim de semana, em Curitiba.


VITRINE 

  • Quem como eu que tem a felicidade e o privilégio de sair do país por uns dias sabe o quanto a gente se impressiona com a organização, qualidade de vida, saúde e urbanidade em alguns países. Educação e gentileza a gente encontra de sobra e o respeito as leis é uma constante no dia a dia das pessoas. Acredito que a maioria só não sente vontade de ficar por lá, porque o paradigma em relação à nossa cidade em especial é grande. Aqui a criminalidade ainda é baixa (homicídios), a qualidade de vida é boa, o trânsito é normal, temos faculdades de qualidade e boas escolas, a saúde pública não é ruim e a particular é excelente, diversão e lazer de primeiro mundo e por aí vai. Aliás, diga-se de passagem, morar em Santa Catarina é um privilégio.
  • Observei uma peculiaridade e entendi porque o nosso presidente Bolsonaro se dá bem com o presidente americano Donald Trump, os dois são bocudos, falam demais asneiras, mas paralelamente tem um governo composto por técnicos que tocam com afinco, competência e dedicação. Voltei a ter esperanças que essas pessoas qualificadas vão tirar o nosso país do atoleiro que havia se metido. Tomara.
  • Uma leitora da coluna me disse que esteve no Beto Carrero esse mês e se sentiu em plena Disney em Orlando, tamanha a quantidade de pessoas circulando pelo parque. Tem filas em certas atrações que levam cerca de duas horas. A organização, limpeza e qualidade dos brinquedos, segundo ela, são excelentes. Por fim relatou que não é barato, mas que vale muito a pena.
  • De volta a Balneário depois de uns dias de férias fomos participar do aniversário de uma amiga da bem casada no Passeio San Miguel. Tava lotado de gente alegre e educada. Fiquei feliz de ver que temos boas atrações e empresários dispostos a investir na cidade. Pense num lugar agradável.
  • Empresário e arquiteto de primeiro mundo, o meu amigo Herasmo Furtado me disse que as obras do Aquário seguem em ritmo acelerado na Barra Sul e que até a temporada é pra estar pronto. Estamos cheios de boas notícias.

ESSE ANO FAÇA CERTO. DIGA NÃO A IGNORÂNCIA.  FAÇA A SUA PARTE.


 

Escrito por Jonas Ramos Júnior, 01/08/2019 às 15h51 | jonasramos3011@hotmail.com

MALA DIRETA

 

DOGS NA AREIA

Constantemente se encontra um outro desavisado ou abusado andando com cachorros na faixa de areia. O assunto é polêmico porque falar de cachorros leva alguns a pensar que alguém é contra os bichinhos. Pelo contrário, é que o que importa nesse caso é obedecer a legislação que proíbe e não incentivar aqueles que não mantém vacinas em dia a fazer o mesmo. Questão de respeito as leis e de saúde pública. A pergunta que fica é: quem fiscaliza? Com a palavra as autoridades.


DROGAS

A Polícia Militar e a Guarda Municipal vivem constantemente na avenida Atlântica às voltas com a prisão de pequenos traficantes, que pra arrumarem uma grana fácil, distribuem a erva maldita na principal via da cidade. É o que se chama de enxugar gelo, porque o exército dos traficantes não tem limites, cai um soldado e já entra outro em cena. Afinal, nesse ramo não tem rescisão de trabalho, nem folga na semana. O jogo é duro e se afrouxar piora ainda mais. Triste ver nossos jovens a serviço do crime.


ANIVERSÁRIO DO MEU BROTHER

O aniversariante Sérgio Pelissari, o chef  Barbosa e este colunista no almoço festivo

Zalmor, Gringo e Mazoca também comemoraram a idade nova do 'Véio'


 VITRINE  

  • A saia justa que a vereadora Juliethe Nitz vem passando em razão da entrada no seu casamento do noivo com escolta policial em horário de trabalho, só ocorreu por profunda ingenuidade deles, ao acreditarem que em tempos de mídias sociais o caso não repercutiria. Em primeiro lugar é importante frisar que lugar de policial é servindo o cidadão, em segundo lugar é saber de quem partiu a iniciativa de colocar os policiais em serviço no meio de um casamento, e por fim, resta saber, se efetivamente a ida deles ao casamento causou algum prejuízo à sociedade, afinal, policias também param para comer durante o turno de trabalho. Pra encerrar, que sirva de alerta pra todos. Separar o público do privado é fundamental. No mais, felicidades e vida longa ao casal.
  • O tão sonhado centro de convenções precisa urgentemente começar a funcionar, sob pena de colocar de joelhos a classe hoteleira e o comércio em geral, que espera que venha dali um movimento adicional à cidade na baixa temporada. Essa semana falei com dois hoteleiros que estavam com menos de cinco hóspedes nos hotéis. Não paga nem a conta da água. Que dirá da luz, folha de pagamento etc. Socorro.
  • Meu brother de mais de 37 anos Sérgio Pellissari (véio) comemorou 70 anos de idade no clube Beira rio com um seleto grupo de amigos. O Barbosa, big boss da Barbosa Placas, fez um bife a rolê que foi de lamber os beiços (como já dizia o Marzinho). Felicidades meu amigão e irmão de coração.
  • A praia Brava conta com o Brava Mall um shopping de alto padrão idealizado pelo Nivaldo da Procave, que aos poucos começa a cair no gosto do público. O mix do empreendimento é diferenciado e começa a se formar. Destaque pra Kombina Felice que é sucesso no badalado Passeio San Miguel e agora atende também ali. Vale conferir.
  • A atleta Pâmela Oliveira da CPH ficou em segundo lugar no Ironman de Floripa e se colocou entre as quatro melhores atletas do mundo. Pâmela é treinada pelo competente Rafael Cruz de Oliveira (Palito) e mantém na CPH Academia seu treinamento diário.
  • Passadinha rápida no consultório do meu amigo de longa data Pedro Cabral para tratar uma tosse, daquelas de fim de resfriado. Pedrinho é daqueles médicos antigos, que além de tratar o corpo trata a alma. Pense num cara do bem.

ESSE ANO FAÇA CERTO. DIGA NÃO A VIOLENCIA.  FAÇA A SUA PARTE.


 

 

Escrito por Jonas Ramos Júnior, 06/06/2019 às 10h47 | jonasramos3011@hotmail.com

MALA DIRETA

FAXINA

Parece que enfim o prefeito Fabrício Oliveira resolveu dar um murro em cima da mesa e começou a exigir mais de seus comandados. A cidade que estava com uma cara de meio abandonada, começa a dar sinais de recuperação com várias frentes de limpeza e embelezamento. Assim, como ocorreu neste caso, espera-se que a praia central também receba uma atenção especial nesse período de baixa temporada, como forma de apresentarmos à população em geral uma solução pros problemas das algas, que atualmente são nosso maior tormento. Mãos a obra.


HAITIANOS

Essa semana fui parado por dois jovens haitianos na Quarta avenida que sem falar uma palavra em português procuravam a sede do Sine, para providenciarem carteira de trabalho e ver se havia alguma vaga de emprego. Fiquei pensando nos milhares de brasileiros que saem mundo afora atrás de uma oportunidade e devem se deparar com os mesmos problemas. Outro dia vi numa reportagem que os brasileiros continuam tentando entrar nos EUA pela fronteira com o México ilegalmente. O mundo hoje é uma grande aldeia globalizada e a migração será uma constante na vida de todos.


GIRO GASTRONÔMICO

Cristine S. Ramos, Manuela Ramos e Gustavo Ramos curtindo as delícias do Duo Sushi, considerado o melhor sushi de Balneário Camboriú


PELA EUROPA

Vanda Diegoli em tour pela Europa. Nesta imagem curtindo a neve suíça em plena primavera. 

Com as amigas da OASE de Brusque, em Bruxelas. Da esquerda para a direita: Ivete Lauritzen, Elza Maria Baungaertner, Martha Moritz, Sueli Bernardino e Vanda Appel Diegoli.


VITRINE

  • Outro dia comentei aqui na coluna sobre o descaso com a Rua 3100 entre avenida Brasil e Terceira avenida. Logo a seguir o secretário de obras Osmar Nunes (Mazoca) me ligou pra informar que já está em curso uma revitalização daquela rua. Inicialmente será feito um trabalho de drenagem e a seguir pavimentação.  A cidade agradece.
  • Precisa avisar com urgência a população que falar ao telefone enquanto dirige continua sempre passível de punição, bem como fumar maconha na rua ou na praia também é crime. Porque nenhuma coisa nem outra ultimamente tem sido levada a sério. No Brasil se as autoridades afrouxam um pouquinho a galera já sai da linha. Depois reclamam dos políticos, que são o reflexo da sociedade.
  • O primeiro sinal de que entramos definitivamente na baixa temporada é a proliferação de flyers no para-brisa e na fechadura da porta de casa e do escritório. Bate o pânico nos comerciantes e eles acreditam que um simples folheto vai lhes salvar a vida. Em tempos de redes sociais acho um tremendo desperdício. Além de sujar as ruas.
  • Toda vez que o ministro Paulo Guedes vai ao congresso participar de uma comissão, no caso agora a da reforma da previdência, a oposição lhe cobra uma solução pro desemprego. Toda vez a resposta é a mesma, que o desemprego é herança de 16 anos de má condução da economia do PT e seus aliados. Parece que não aprendem nunca.
  • Tem assuntos que entra ano e sai ano e a gente fica martelando na mesma tecla e nunca se vislumbra uma solução à vista. É impossível que as autoridades de trânsito não façam nada com relação ao abuso dos motociclistas com relação ao escapamento das motos. Tem momentos que não se escuta nem o som da televisão. Parte é culpa das empresas de tele entrega que deveriam ajudar neste controle.
  • Dia 10 desse mês Juliana Tedesco dos Santos e o maridão Aristides dos Santos comemoram 10 anos de casados e o aniversário dela. Os convidados serão recebidos na boate do condomínio Ibiza Towers. Felicidades aos amigos e vida longa.

ESSE ANO FAÇA CERTO. DIGA NÃO A VIOLENCIA.  FAÇA A SUA PARTE.

Escrito por Jonas Ramos Júnior, 09/05/2019 às 11h51 | jonasramos3011@hotmail.com

MALA DIRETA

TEMPERATURA NAS ALTURAS

Enquanto o mundo passa por mais uma crise com as economias da maioria dos países crescendo abaixo do esperado, no Brasil os políticos se engalfinham pra mostrar quem tem mais força, numa guerra descabida que só tem um lado perdedor, ou seja, a população em geral. Sem as reformas anunciadas e aprovadas pela população nas últimas eleições não vamos sair desse marasmo, com crescimento pífio em retomada do crescimento e geração de empregos. Será que ninguém nesse país quer entrar pra história como um estadista?


FEMINICÍDIO

O último caso de feminicídio ocorrido na cidade na última quinta-feira (28) e que se estendeu até a quarta-feira (03), revela a face cruel da vida de dezenas de mulheres país afora. O criminoso dessa vez, um advogado, esfaqueou a companheira também advogada e deu fim a todos os sonhos dela. Sabe-se lá o motivo, e isso até pouco importa, até porque não há o que justifique tamanha agressão e covardia. Mobilizou polícias, bombeiros, agentes de trânsito, negociadores e levou a loucura os curiosos de plantão. A sociedade sedenta por vingança pedia aos gritos que ele pulasse da sacada, como forma de punição rápida e também cruel. Até quando?


 VITRINE 

  • A Rua 3100, entre Av. Brasil e Terceira Avenida, é um belo exemplo do descaso do poder público com a coisa pública. Artéria importante da cidade, totalmente esburacada e quase sem condições de uso. Uma vergonha. Chama o síndico.
  • Diretoria atual da OAB presidida pelo Dr. Shames, tem pego logo de início da gestão uma série de desafios, entre eles a rebelião na Canhanduba e agora o assassinato de uma advogada pelo seu companheiro também advogado. Tem que junto à sua diretoria e conselheiros dar uma resposta positiva a sociedade. No caso específico da advogada assassinada a diretoria por meio da CAASC, presidida pelo Dr. Ramon Maçaneiro, prestou todo o apoio necessário a família. É a OAB protagonista e sem ideologia.
  • Reclamaram que o Bolsonaro tava comemorando o golpe militar de 64 (ou seja lá o nome que queiram dar). Não entendi, afinal ele falou abertamente sobre isso durante toda a campanha. Esperavam o que dele? Não fugiu uma linha do seu discurso. Os próximos quatro anos serão assim.

Dia 9 de abril de 1994 eu tive o privilégio de receber um “SIM” da Bem Casada numa cerimônia no Hotel Vila do Mar, e 25 anos depois não encontro uma palavra melhor pra dizer a ela que não seja “gratidão”. Gratidão Por tudo que passamos juntos de mãos dadas, olho no olho, e na certeza que estávamos no caminho certo. Superamos os momentos ruins e comemoramos os bons por meio de um amor que não encontra similaridade. É forte como um diamante e doce como um bombom (suíço). Que venha muito mais. Amor eterno. Amo muito.


Manuela e Jonas (esse colunista), e os filhos Cris, Gustavo, Nicolas e Carol. Frutos no nosso amor.


ESSE ANO FAÇA CERTO. DIGA NÃO A VIOLENCIA. FAÇA A SUA PARTE.

Escrito por Jonas Ramos Júnior, 05/04/2019 às 15h20 | jonasramos3011@hotmail.com

MALA DIRETA

REVIRAVOLTA

O Promotor responsável pelo Meio Ambiente, Dr. Isaac Sabbá, colocou ‘as mangas de fora’ e promete complicar a vida dos empreendedores da Big Whell (a roda-gigante do Pontal Norte), que acaba de ter seu estudo de impacto do meio ambiente aprovado em audiência pública. Quem é leigo no assunto não consegue entender como uma equipe multidisciplinar realiza os estudos do impacto no local e o MP sem uma contrapartida entende o contrário. Seria no mínimo prudente que o MP apresente a sua versão técnica para discordância, porque aos olhos da comunidade a Big Whell vem a somar, assim como o Parque Unipraias, podendo vir a ser uma importante ferramenta de atração turística. Na época da construção do teleférico a briga era parecida e hoje o que se vê é uma região totalmente preservada e livre de invasões. Com a palavra as autoridades.


TRAGÉDIA

A ação suicida de dois jovens numa escola pública na cidade de Suzano, em São Paulo, fez o país sofrer coletivamente mais uma vez. Depois da tragédia de Brumadinho agora nos deparamos com essa agressão descabida e violenta que vitimou vários jovens e feriu uma dezena de outros, sem contar o trauma em todos eles que deverá durar pela vida toda. O suicídio deles vai deixar no ar uma pergunta sem resposta: por quê? Fica o alerta, precisamos discutir melhor a violência nas escolas. Muito triste. 


KOMBINA FELICE NA BRAVA

Uma das novas atrações do Brava Mall, na paradisíaca Praia Brava de Itajaí, é o concorrido restaurante Kombina Felice (do Rafa e da Sandra). A casa de massas que é a sensação do Passeio San Miguel, em BC, agora dá as caras praqueles lados. Na inauguração a renda toda foi destinada a associação Amor Pra Down, que embolsou valor superior a R$ 8 mil. Belo exemplo.

Fotos: Divulgação

Os proprietários da Kombina Felice, Rafa e Sandra, com o filho Luiz Antônio. 

Entrega aos diretores da Associação Amor Pra Dow da renda obtida na inauguração da Kombina Felice no Brava Mall.

 A casa de massas do Kombina Felica na Praia Brava.


VITRINE

  • A novela da Zona Azul continua e a população segue esperando uma solução por parte da empresa vencedora da licitação. Democratizar as vagas é mais do que urgente. Chama o síndico!
  • O JP3 tem uma galera fiel que acompanha as notícias o tempo todo e a maioria que eu encontro tem sempre a mesma pergunta: o que você está achando do atual prefeito? Sinto na população um certo distanciamento da administração municipal, isso reflete uma falta de capacidade de comunicação com a comunidade, que não tem a menor ideia do porquê algo é feito ou deixa de ser. Nos tempos atuais comunicação é tudo. Aliás, há muito tempo Chacrinha já dizia “quem não se comunica se trumbica”.
  • Andando pelas nossas ruas é possível perceber que alguns argentinos conseguiram cruzar a fronteira e dar as caras por aqui. Com o câmbio no chinelo deveriam ser recebidos com uma faixa de boas-vindas na entrada da cidade. A crise na Argentina vai nos fazer repensar a dependência deles. Outros mercados precisam ser melhor explorados. Como bem disse o Marzinho aqui no JP3 outro dia, as ferramentas mais baratas e competentes são as redes sociais. Mãos à obra.
  • Cidadão relatou que ao sair da garagem quase atropelou um ciclista que descia a rua no sentido contrário a mão. Disse que a moça na bike o xingou e fez gestos obscenos. A real é que os ciclistas e os pedestres ajudam pouco a evitar acidentes. Precisamos apaziguar essa relação.

ESSE ANO FAÇA CERTO: DIGA NÃO À VIOLÊNCIA! FAÇA A SUA PARTE. 


 

Escrito por Jonas Ramos Júnior, 14/03/2019 às 11h17 | jonasramos3011@hotmail.com



1 2 3 4 5 6

Jonas Ramos Júnior

Assina a coluna J. Júnior

Advogado pós graduado em direito ambiental, reside em BC desde dez/1981. Escreve no JP3 desde 1992, porque tem interesse na cidade e no seu desenvolvimento.














Fale Conosco - Anuncie no Página 3 - Normas de Uso
© Desenvolvido por Página 3

Endereço: Rua 2448, 360 - Balneário Camboriú - SC | Telefone: (47) 3367-3333 | Email: jornal@pagina3.com.br

Página 3
J. Júnior
Por Jonas Ramos Júnior

MALA DIRETA


BAIXA TEMPORADA

A hotelaria e o comércio como um todo se ressentem de uma maior presença de turistas do cone sul nos meses considerados de inverno. Já com relação aos meses de veraneio, as notícias que sopram principalmente da Argentina não são nada animadoras. A provável vitória dos peronistas liderados pela ex-presidente Kristina Kirchner deixaram o mercado financeiro em polvorosa e, por consequência, fez o dólar atingir níveis estratosféricos. Ou seja, como a poupança dos argentinos é dolarizada, a presença deles por aqui fica bem improvável. É torcer para que no segundo turno das eleições o grupo do atual presidente Mauricio Macri consiga reverter essa iminente derrota. Façam figas.

CARA NOVA

O restaurante Chaplin que abriu suas portas em 1992 passou por uma repaginada e ficou mais moderno e arejado, com uma ampla varanda e equipe de uniforme novo. O novo Chaplin tem uma configuração totalmente diferente da anterior e vem com uma proposta de modernidade e acompanhamento das novas tendências do mercado gastronômico. A preocupação maior da família Moro que toca a casa desde o início, é não perder as raízes e manter o foco na qualidade dos produtos servidos e na excelência do atendimento. A equipe da casa ainda tem nos seus quadros alguns dos seus primeiros colaboradores. Sucesso na certa.

ANIVERSARIANTE

Foto: Arquivo Pessoal

Arthur Cezar Braga, filho de Roberta Braga e Tiago Cezar Lopes, neto de Beth e Wislen Braga e de Beatriz Helena Cezar, comemorou 2 aninhos domingo, entre familiares e muitos amiguinhos.

VITRINE

  • Tá cada dia mais difícil circular pela avenida Brasil e Atlântica sem ser abordado por algum mendigo. A pedida é sempre a mesma uma moedinha para comprar comida, ou algumas vezes, os mais sinceros, falam que é pra cachaça mesmo. A vida nas ruas não é nada fácil, mas, conter essa onda de migrantes sem teto é tarefa que exige determinação e coragem por parte dos integrantes do Executivo.
  • A prefeitura começou a pavimentar algumas ruas da área central da cidade que há muito clamam por uma repaginada. No entorno do Colégio Santa o visual já é outro. Aquela cara de abandono aos poucos vai sumindo. Espero que a turma da pintura de faixas e estacionamento venha logo atrás. A parte central da cidade andava meio esquecida. Temporada chegando é hora de arrumar a casa. Sugestão: sinalizar melhor as ruas no entorno, evita o vai e vem de carros que se deparam com a via bloqueada.
  • Outro problema que atinge em cheio a cidade é a circulação de ambulantes pelas nossas vias. Tem gente vendendo abacaxi, laranja e morangos em carrinhos de mão, outros doces e salgados. O desemprego e o sonho de morar no litoral ajuda bastante a elevar esses índices. Enquanto isso o comerciante estabelecido amarga uma carga de impostos e aluguéis nas alturas. O jogo pra quem tá estabelecido é muito duro.
  • A melhor notícia dos últimos dias vem por conta da liberação pelo TJSC da Big Whell a roda gigante que vai ser instalada na Barra Norte. Sem dúvida uma atração de grande porte pra ajudar a levantar o moral da cidade. Sua chegada deve trazer um incremento muito grande na circulação de veículos e pessoas naquela região. No último fim de semana o trânsito por ali em direção à Praia Brava tava muito grande. Pra pensar e se organizar.
  • Dei uma passada em Itapema pra conhecer a famosa casa de massas Gustare Forneria, que é tocada com muita competência pela chefe Rubia.O local é super aconchegante e serve pizzas e massas deliciosas. A fila de espera nos fins de semana pode ultrapassar uma hora facilmente. Mas, vale a pena. Imperdível. Fica na Rua 288, nº 354 na Meia Praia.
  • Outra dica é dar uma passada na Kombina Felice no Brava Mall e saborear o filé à parmegiana com massa longa. É grelhado e finalizado no forno com queijo colonial, catupiry e farofa crocante. De lamber os beiços, como já dizia o Marzinho, nosso big boss do JP3. Passa lá.
 ESSE ANO FAÇA CERTO. DIGA NÃO A IMPUNIDADE.  FAÇA A SUA PARTE.

 

Escrito por Jonas Ramos Júnior, 26/09/2019 às 08h36 | jonasramos3011@hotmail.com

MALA DIRETA

 ENCONTROS&REENCONTROS NA TERRA DO TIO SAM

Viajamos com a família para Boston (EUA) para rever minha filha mais velha (Caroline) e a minha irmã e familiares. Ao todo moram por lá umas vinte pessoas da família, que por lá trabalham, estudam e vivem uma vida de classe média de dar inveja. Nas terras do Tio San se você estiver disposto a trabalhar da pra ganhar uma grana legal e viver muito bem. Os serviços públicos são de qualidade e a facilidade de adquiri um carro e a casa própria são mais acessíveis do que por aqui. Por lá vale a meritocracia, ganha pelo que produz. Ninguém carrega ninguém nas costas. 


SANEAMENTO

A primeira melhor notícia que se poderia ter ouvido este ano é a de que a Emasa finalmente vai dar uma manutenção no sistema de esgoto à região central da cidade e, melhor ainda, vai ampliá-lo. Para uma cidade que tem na balneabilidade seu maior potencial a noticia não poderia ser melhor. Nós somos diretamente dependentes da praia central que além de ser nosso maior cartão postal, é onde os milhares de turistas que nos visitam voltam os olhos. Nas últimas temporadas o cheiro de esgoto estava além do suportável em algumas regiões. Ganha a Emasa que cumpre seu papel institucional e ganhamos todos nós que vivemos nessa maravilha.


ZONA AZUL

A segunda melhor notícia que se poderia ter ouvido é a de que a Zona Azul tem tudo pra sair do papel e voltar às nossas ruas. Não é que eu goste de pagar estacionamento, mas sim para democratizar as parcas vagas nas ruas centrais. Quem vai até o camelô da igreja matriz Santa Inês não encontra uma vaga nem dando 20 voltas na quadra. Os próprios comerciantes locais colocam os carros ali pela manhã e só tiram a noite. O mesmo se repete por vários pontos da cidade. No fim o próprio comércio é o mais prejudicado. Já vem tarde essa importante medida.


FORMATURA EM CURITIBA

O designer Daniel Nardes e a jornalista Renata Rutes com a recém formada médica pela UFPR,
Fabiana Rutes Zabudowski (c). A festa de formatura e a colação aconteceram no último fim de semana, em Curitiba.


VITRINE 

  • Quem como eu que tem a felicidade e o privilégio de sair do país por uns dias sabe o quanto a gente se impressiona com a organização, qualidade de vida, saúde e urbanidade em alguns países. Educação e gentileza a gente encontra de sobra e o respeito as leis é uma constante no dia a dia das pessoas. Acredito que a maioria só não sente vontade de ficar por lá, porque o paradigma em relação à nossa cidade em especial é grande. Aqui a criminalidade ainda é baixa (homicídios), a qualidade de vida é boa, o trânsito é normal, temos faculdades de qualidade e boas escolas, a saúde pública não é ruim e a particular é excelente, diversão e lazer de primeiro mundo e por aí vai. Aliás, diga-se de passagem, morar em Santa Catarina é um privilégio.
  • Observei uma peculiaridade e entendi porque o nosso presidente Bolsonaro se dá bem com o presidente americano Donald Trump, os dois são bocudos, falam demais asneiras, mas paralelamente tem um governo composto por técnicos que tocam com afinco, competência e dedicação. Voltei a ter esperanças que essas pessoas qualificadas vão tirar o nosso país do atoleiro que havia se metido. Tomara.
  • Uma leitora da coluna me disse que esteve no Beto Carrero esse mês e se sentiu em plena Disney em Orlando, tamanha a quantidade de pessoas circulando pelo parque. Tem filas em certas atrações que levam cerca de duas horas. A organização, limpeza e qualidade dos brinquedos, segundo ela, são excelentes. Por fim relatou que não é barato, mas que vale muito a pena.
  • De volta a Balneário depois de uns dias de férias fomos participar do aniversário de uma amiga da bem casada no Passeio San Miguel. Tava lotado de gente alegre e educada. Fiquei feliz de ver que temos boas atrações e empresários dispostos a investir na cidade. Pense num lugar agradável.
  • Empresário e arquiteto de primeiro mundo, o meu amigo Herasmo Furtado me disse que as obras do Aquário seguem em ritmo acelerado na Barra Sul e que até a temporada é pra estar pronto. Estamos cheios de boas notícias.

ESSE ANO FAÇA CERTO. DIGA NÃO A IGNORÂNCIA.  FAÇA A SUA PARTE.


 

Escrito por Jonas Ramos Júnior, 01/08/2019 às 15h51 | jonasramos3011@hotmail.com

MALA DIRETA

 

DOGS NA AREIA

Constantemente se encontra um outro desavisado ou abusado andando com cachorros na faixa de areia. O assunto é polêmico porque falar de cachorros leva alguns a pensar que alguém é contra os bichinhos. Pelo contrário, é que o que importa nesse caso é obedecer a legislação que proíbe e não incentivar aqueles que não mantém vacinas em dia a fazer o mesmo. Questão de respeito as leis e de saúde pública. A pergunta que fica é: quem fiscaliza? Com a palavra as autoridades.


DROGAS

A Polícia Militar e a Guarda Municipal vivem constantemente na avenida Atlântica às voltas com a prisão de pequenos traficantes, que pra arrumarem uma grana fácil, distribuem a erva maldita na principal via da cidade. É o que se chama de enxugar gelo, porque o exército dos traficantes não tem limites, cai um soldado e já entra outro em cena. Afinal, nesse ramo não tem rescisão de trabalho, nem folga na semana. O jogo é duro e se afrouxar piora ainda mais. Triste ver nossos jovens a serviço do crime.


ANIVERSÁRIO DO MEU BROTHER

O aniversariante Sérgio Pelissari, o chef  Barbosa e este colunista no almoço festivo

Zalmor, Gringo e Mazoca também comemoraram a idade nova do 'Véio'


 VITRINE  

  • A saia justa que a vereadora Juliethe Nitz vem passando em razão da entrada no seu casamento do noivo com escolta policial em horário de trabalho, só ocorreu por profunda ingenuidade deles, ao acreditarem que em tempos de mídias sociais o caso não repercutiria. Em primeiro lugar é importante frisar que lugar de policial é servindo o cidadão, em segundo lugar é saber de quem partiu a iniciativa de colocar os policiais em serviço no meio de um casamento, e por fim, resta saber, se efetivamente a ida deles ao casamento causou algum prejuízo à sociedade, afinal, policias também param para comer durante o turno de trabalho. Pra encerrar, que sirva de alerta pra todos. Separar o público do privado é fundamental. No mais, felicidades e vida longa ao casal.
  • O tão sonhado centro de convenções precisa urgentemente começar a funcionar, sob pena de colocar de joelhos a classe hoteleira e o comércio em geral, que espera que venha dali um movimento adicional à cidade na baixa temporada. Essa semana falei com dois hoteleiros que estavam com menos de cinco hóspedes nos hotéis. Não paga nem a conta da água. Que dirá da luz, folha de pagamento etc. Socorro.
  • Meu brother de mais de 37 anos Sérgio Pellissari (véio) comemorou 70 anos de idade no clube Beira rio com um seleto grupo de amigos. O Barbosa, big boss da Barbosa Placas, fez um bife a rolê que foi de lamber os beiços (como já dizia o Marzinho). Felicidades meu amigão e irmão de coração.
  • A praia Brava conta com o Brava Mall um shopping de alto padrão idealizado pelo Nivaldo da Procave, que aos poucos começa a cair no gosto do público. O mix do empreendimento é diferenciado e começa a se formar. Destaque pra Kombina Felice que é sucesso no badalado Passeio San Miguel e agora atende também ali. Vale conferir.
  • A atleta Pâmela Oliveira da CPH ficou em segundo lugar no Ironman de Floripa e se colocou entre as quatro melhores atletas do mundo. Pâmela é treinada pelo competente Rafael Cruz de Oliveira (Palito) e mantém na CPH Academia seu treinamento diário.
  • Passadinha rápida no consultório do meu amigo de longa data Pedro Cabral para tratar uma tosse, daquelas de fim de resfriado. Pedrinho é daqueles médicos antigos, que além de tratar o corpo trata a alma. Pense num cara do bem.

ESSE ANO FAÇA CERTO. DIGA NÃO A VIOLENCIA.  FAÇA A SUA PARTE.


 

 

Escrito por Jonas Ramos Júnior, 06/06/2019 às 10h47 | jonasramos3011@hotmail.com

MALA DIRETA

FAXINA

Parece que enfim o prefeito Fabrício Oliveira resolveu dar um murro em cima da mesa e começou a exigir mais de seus comandados. A cidade que estava com uma cara de meio abandonada, começa a dar sinais de recuperação com várias frentes de limpeza e embelezamento. Assim, como ocorreu neste caso, espera-se que a praia central também receba uma atenção especial nesse período de baixa temporada, como forma de apresentarmos à população em geral uma solução pros problemas das algas, que atualmente são nosso maior tormento. Mãos a obra.


HAITIANOS

Essa semana fui parado por dois jovens haitianos na Quarta avenida que sem falar uma palavra em português procuravam a sede do Sine, para providenciarem carteira de trabalho e ver se havia alguma vaga de emprego. Fiquei pensando nos milhares de brasileiros que saem mundo afora atrás de uma oportunidade e devem se deparar com os mesmos problemas. Outro dia vi numa reportagem que os brasileiros continuam tentando entrar nos EUA pela fronteira com o México ilegalmente. O mundo hoje é uma grande aldeia globalizada e a migração será uma constante na vida de todos.


GIRO GASTRONÔMICO

Cristine S. Ramos, Manuela Ramos e Gustavo Ramos curtindo as delícias do Duo Sushi, considerado o melhor sushi de Balneário Camboriú


PELA EUROPA

Vanda Diegoli em tour pela Europa. Nesta imagem curtindo a neve suíça em plena primavera. 

Com as amigas da OASE de Brusque, em Bruxelas. Da esquerda para a direita: Ivete Lauritzen, Elza Maria Baungaertner, Martha Moritz, Sueli Bernardino e Vanda Appel Diegoli.


VITRINE

  • Outro dia comentei aqui na coluna sobre o descaso com a Rua 3100 entre avenida Brasil e Terceira avenida. Logo a seguir o secretário de obras Osmar Nunes (Mazoca) me ligou pra informar que já está em curso uma revitalização daquela rua. Inicialmente será feito um trabalho de drenagem e a seguir pavimentação.  A cidade agradece.
  • Precisa avisar com urgência a população que falar ao telefone enquanto dirige continua sempre passível de punição, bem como fumar maconha na rua ou na praia também é crime. Porque nenhuma coisa nem outra ultimamente tem sido levada a sério. No Brasil se as autoridades afrouxam um pouquinho a galera já sai da linha. Depois reclamam dos políticos, que são o reflexo da sociedade.
  • O primeiro sinal de que entramos definitivamente na baixa temporada é a proliferação de flyers no para-brisa e na fechadura da porta de casa e do escritório. Bate o pânico nos comerciantes e eles acreditam que um simples folheto vai lhes salvar a vida. Em tempos de redes sociais acho um tremendo desperdício. Além de sujar as ruas.
  • Toda vez que o ministro Paulo Guedes vai ao congresso participar de uma comissão, no caso agora a da reforma da previdência, a oposição lhe cobra uma solução pro desemprego. Toda vez a resposta é a mesma, que o desemprego é herança de 16 anos de má condução da economia do PT e seus aliados. Parece que não aprendem nunca.
  • Tem assuntos que entra ano e sai ano e a gente fica martelando na mesma tecla e nunca se vislumbra uma solução à vista. É impossível que as autoridades de trânsito não façam nada com relação ao abuso dos motociclistas com relação ao escapamento das motos. Tem momentos que não se escuta nem o som da televisão. Parte é culpa das empresas de tele entrega que deveriam ajudar neste controle.
  • Dia 10 desse mês Juliana Tedesco dos Santos e o maridão Aristides dos Santos comemoram 10 anos de casados e o aniversário dela. Os convidados serão recebidos na boate do condomínio Ibiza Towers. Felicidades aos amigos e vida longa.

ESSE ANO FAÇA CERTO. DIGA NÃO A VIOLENCIA.  FAÇA A SUA PARTE.

Escrito por Jonas Ramos Júnior, 09/05/2019 às 11h51 | jonasramos3011@hotmail.com

MALA DIRETA

TEMPERATURA NAS ALTURAS

Enquanto o mundo passa por mais uma crise com as economias da maioria dos países crescendo abaixo do esperado, no Brasil os políticos se engalfinham pra mostrar quem tem mais força, numa guerra descabida que só tem um lado perdedor, ou seja, a população em geral. Sem as reformas anunciadas e aprovadas pela população nas últimas eleições não vamos sair desse marasmo, com crescimento pífio em retomada do crescimento e geração de empregos. Será que ninguém nesse país quer entrar pra história como um estadista?


FEMINICÍDIO

O último caso de feminicídio ocorrido na cidade na última quinta-feira (28) e que se estendeu até a quarta-feira (03), revela a face cruel da vida de dezenas de mulheres país afora. O criminoso dessa vez, um advogado, esfaqueou a companheira também advogada e deu fim a todos os sonhos dela. Sabe-se lá o motivo, e isso até pouco importa, até porque não há o que justifique tamanha agressão e covardia. Mobilizou polícias, bombeiros, agentes de trânsito, negociadores e levou a loucura os curiosos de plantão. A sociedade sedenta por vingança pedia aos gritos que ele pulasse da sacada, como forma de punição rápida e também cruel. Até quando?


 VITRINE 

  • A Rua 3100, entre Av. Brasil e Terceira Avenida, é um belo exemplo do descaso do poder público com a coisa pública. Artéria importante da cidade, totalmente esburacada e quase sem condições de uso. Uma vergonha. Chama o síndico.
  • Diretoria atual da OAB presidida pelo Dr. Shames, tem pego logo de início da gestão uma série de desafios, entre eles a rebelião na Canhanduba e agora o assassinato de uma advogada pelo seu companheiro também advogado. Tem que junto à sua diretoria e conselheiros dar uma resposta positiva a sociedade. No caso específico da advogada assassinada a diretoria por meio da CAASC, presidida pelo Dr. Ramon Maçaneiro, prestou todo o apoio necessário a família. É a OAB protagonista e sem ideologia.
  • Reclamaram que o Bolsonaro tava comemorando o golpe militar de 64 (ou seja lá o nome que queiram dar). Não entendi, afinal ele falou abertamente sobre isso durante toda a campanha. Esperavam o que dele? Não fugiu uma linha do seu discurso. Os próximos quatro anos serão assim.

Dia 9 de abril de 1994 eu tive o privilégio de receber um “SIM” da Bem Casada numa cerimônia no Hotel Vila do Mar, e 25 anos depois não encontro uma palavra melhor pra dizer a ela que não seja “gratidão”. Gratidão Por tudo que passamos juntos de mãos dadas, olho no olho, e na certeza que estávamos no caminho certo. Superamos os momentos ruins e comemoramos os bons por meio de um amor que não encontra similaridade. É forte como um diamante e doce como um bombom (suíço). Que venha muito mais. Amor eterno. Amo muito.


Manuela e Jonas (esse colunista), e os filhos Cris, Gustavo, Nicolas e Carol. Frutos no nosso amor.


ESSE ANO FAÇA CERTO. DIGA NÃO A VIOLENCIA. FAÇA A SUA PARTE.

Escrito por Jonas Ramos Júnior, 05/04/2019 às 15h20 | jonasramos3011@hotmail.com

MALA DIRETA

REVIRAVOLTA

O Promotor responsável pelo Meio Ambiente, Dr. Isaac Sabbá, colocou ‘as mangas de fora’ e promete complicar a vida dos empreendedores da Big Whell (a roda-gigante do Pontal Norte), que acaba de ter seu estudo de impacto do meio ambiente aprovado em audiência pública. Quem é leigo no assunto não consegue entender como uma equipe multidisciplinar realiza os estudos do impacto no local e o MP sem uma contrapartida entende o contrário. Seria no mínimo prudente que o MP apresente a sua versão técnica para discordância, porque aos olhos da comunidade a Big Whell vem a somar, assim como o Parque Unipraias, podendo vir a ser uma importante ferramenta de atração turística. Na época da construção do teleférico a briga era parecida e hoje o que se vê é uma região totalmente preservada e livre de invasões. Com a palavra as autoridades.


TRAGÉDIA

A ação suicida de dois jovens numa escola pública na cidade de Suzano, em São Paulo, fez o país sofrer coletivamente mais uma vez. Depois da tragédia de Brumadinho agora nos deparamos com essa agressão descabida e violenta que vitimou vários jovens e feriu uma dezena de outros, sem contar o trauma em todos eles que deverá durar pela vida toda. O suicídio deles vai deixar no ar uma pergunta sem resposta: por quê? Fica o alerta, precisamos discutir melhor a violência nas escolas. Muito triste. 


KOMBINA FELICE NA BRAVA

Uma das novas atrações do Brava Mall, na paradisíaca Praia Brava de Itajaí, é o concorrido restaurante Kombina Felice (do Rafa e da Sandra). A casa de massas que é a sensação do Passeio San Miguel, em BC, agora dá as caras praqueles lados. Na inauguração a renda toda foi destinada a associação Amor Pra Down, que embolsou valor superior a R$ 8 mil. Belo exemplo.

Fotos: Divulgação

Os proprietários da Kombina Felice, Rafa e Sandra, com o filho Luiz Antônio. 

Entrega aos diretores da Associação Amor Pra Dow da renda obtida na inauguração da Kombina Felice no Brava Mall.

 A casa de massas do Kombina Felica na Praia Brava.


VITRINE

  • A novela da Zona Azul continua e a população segue esperando uma solução por parte da empresa vencedora da licitação. Democratizar as vagas é mais do que urgente. Chama o síndico!
  • O JP3 tem uma galera fiel que acompanha as notícias o tempo todo e a maioria que eu encontro tem sempre a mesma pergunta: o que você está achando do atual prefeito? Sinto na população um certo distanciamento da administração municipal, isso reflete uma falta de capacidade de comunicação com a comunidade, que não tem a menor ideia do porquê algo é feito ou deixa de ser. Nos tempos atuais comunicação é tudo. Aliás, há muito tempo Chacrinha já dizia “quem não se comunica se trumbica”.
  • Andando pelas nossas ruas é possível perceber que alguns argentinos conseguiram cruzar a fronteira e dar as caras por aqui. Com o câmbio no chinelo deveriam ser recebidos com uma faixa de boas-vindas na entrada da cidade. A crise na Argentina vai nos fazer repensar a dependência deles. Outros mercados precisam ser melhor explorados. Como bem disse o Marzinho aqui no JP3 outro dia, as ferramentas mais baratas e competentes são as redes sociais. Mãos à obra.
  • Cidadão relatou que ao sair da garagem quase atropelou um ciclista que descia a rua no sentido contrário a mão. Disse que a moça na bike o xingou e fez gestos obscenos. A real é que os ciclistas e os pedestres ajudam pouco a evitar acidentes. Precisamos apaziguar essa relação.

ESSE ANO FAÇA CERTO: DIGA NÃO À VIOLÊNCIA! FAÇA A SUA PARTE. 


 

Escrito por Jonas Ramos Júnior, 14/03/2019 às 11h17 | jonasramos3011@hotmail.com



1 2 3 4 5 6

Jonas Ramos Júnior

Assina a coluna J. Júnior

Advogado pós graduado em direito ambiental, reside em BC desde dez/1981. Escreve no JP3 desde 1992, porque tem interesse na cidade e no seu desenvolvimento.