Jornal Página 3
Coluna
J. Júnior
Por Jonas Ramos Júnior

MALA DIRETA

VIAGEM AO SUL

Manuela e Jonas, curtindo a boa gastronomia e o bom vinho da serra gaúcha com um grupo de amigos


SERRA GAÚCHA I

Semana que passou estive na companhia de alguns amigos na cidade de Bento Gonçalves, saímos de lá impressionados com a qualidade nas acomodações e o atendimento desde a chegada até a partida. Comemos e bebemos muito bem, e a visita às vinícolas foi o ponto alto do passeio. Saltom, Valduga e Miolo mostram a força do vinho, sucos e uma centena de produtos derivados do vinho. Os viticultores aproveitam 100% da fruta.


SERRA GAÚCHA II

O forte naquela região e o mais tradicional é o galeto a primo canto com massa, polenta e radite. De lamber os beiços, como diz o Marzinho. Nessa passada pela Serra Gaúcha uma coisa nos chamou a atenção, foi a tarifa dos hotéis que superam bastante as nossas e se baseiam na máxima da oferta/procura. No hotel Spa do Vinho da vinícola Miolo as diárias são flutuantes e iniciam em 450 reais até 1400 reais. Uma boa ideia pra nossa hotelaria que com a chegada do verão e com a conclusão do Centro de Eventos, sempre tem uma procura maior. Pra pensar.


DESCASO PÚBLICO

Este é de um dos chuveiros da praia que estão desperdiçando muita água
por estarem quebrados e sem o chuveirinho. Chama o síndico.


   V I T R I N E   

  • Os ambulantes se espalham pela cidade e em especial na faixa de areia. No último sábado tinha desde salgados até aparelhos eletrônicos. Tem um carrinho de batatas fritas que ocupa um espaço grande na praia e lembra a bagunça das praias de Floripa. Chama o síndico. 
  • As vinícolas gaúchas no melhor estilo americano te jogam dentro de uma loja com produtos extraídos das uvas assim que termina o passeio guiado, que aliás, é imperdível. Vale a pena conhecer. Difícil quem sai sem algo nas mãos. 
  • Pra encerrar o assunto da Serra Gaúcha achei curioso que na cidade de Garibaldi comemoravam na praça central a semana Farroupilha. Lá tinha menos gente que aqui em Balneário Camboriú. Os gaúchos daqui são mais tradicionalistas? 
  • Se você quiser ir à praia na Barra Sul deve chegar bem cedo pra encontrar um lugar pra colocar a cadeira e o guarda sol. As praças de esportes se multiplicam. Afinal, a praia é de todos ou não? O esporte é super bem-vindo, mas não tem um horário específico. Ou quem sabe áreas específicas. Pra estudar. 
  • Carlos Humberto Silva, vice-prefeito e candidato a Deputado Estadual, é o que mais aparece pelas ruas da cidade. Promove bandeiraço em certos horários na área central e promove carreatas nos bairros e cidades vizinhas. Em tempos de proibição de ajuda financeira das empresas, sobra pro bolso das pessoas físicas e o próprio candidato. Seu número é 22444. 
  • Aos poucos a resistência ao candidato ultradireitista Jair Bolsonaro começa a ruir com o medo dos petistas voltarem ao poder, pelas mãos do novo poste do Lula. Ele é visto por uma parcela que antes apoiava o PSDB e MDB como a única trincheira capaz de nos livrar da volta da turma do mensalão e da clientela da lava jato. Enquanto isso seu líder maior comanda de dentro da prisão a campanha petista na maior cara dura. Esse país tá ferrado. 
  • Em Santa Catarina Mauro Mariani e Gelson Merísio disputam palmo a palmo os votos dos catarinenses. Décio Lima aos poucos vai ficando prá trás. No Senado Amin e Colombo se esforçam para se distanciar de Paulo Bauer que vem grudado na cola deles. Os resultados fazem parte da pesquisa IBOPE feita pela NSCTV. Ideli Salvatti que já foi senadora por Santa Catarina vem apresentando números bem abaixo do esperado. É esperar pra ver.  

ESSE ANO FAÇA CERTO. DIGA NÃO A POLÍTICOS CORRUPTOS. FAÇA A SUA PARTE. 


 

Escrito por Jonas Ramos Júnior, 24/09/2018 às 21h49 | jonasramos3011@hotmail.com



Jonas Ramos Júnior

Assina a coluna J. Júnior

Advogado pós graduado em direito ambiental, reside em BC desde dez/1981. Escreve no JP3 desde 1992, porque tem interesse na cidade e no seu desenvolvimento.


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Fale Conosco - Anuncie no Página 3 - Normas de Uso
© Desenvolvido por Página 3

Endereço: Rua 2448, 360 - Balneário Camboriú - SC | Telefone: (47) 3367-3333 | Email: jornal@pagina3.com.br

Página 3
J. Júnior
Por Jonas Ramos Júnior

MALA DIRETA

VIAGEM AO SUL

Manuela e Jonas, curtindo a boa gastronomia e o bom vinho da serra gaúcha com um grupo de amigos


SERRA GAÚCHA I

Semana que passou estive na companhia de alguns amigos na cidade de Bento Gonçalves, saímos de lá impressionados com a qualidade nas acomodações e o atendimento desde a chegada até a partida. Comemos e bebemos muito bem, e a visita às vinícolas foi o ponto alto do passeio. Saltom, Valduga e Miolo mostram a força do vinho, sucos e uma centena de produtos derivados do vinho. Os viticultores aproveitam 100% da fruta.


SERRA GAÚCHA II

O forte naquela região e o mais tradicional é o galeto a primo canto com massa, polenta e radite. De lamber os beiços, como diz o Marzinho. Nessa passada pela Serra Gaúcha uma coisa nos chamou a atenção, foi a tarifa dos hotéis que superam bastante as nossas e se baseiam na máxima da oferta/procura. No hotel Spa do Vinho da vinícola Miolo as diárias são flutuantes e iniciam em 450 reais até 1400 reais. Uma boa ideia pra nossa hotelaria que com a chegada do verão e com a conclusão do Centro de Eventos, sempre tem uma procura maior. Pra pensar.


DESCASO PÚBLICO

Este é de um dos chuveiros da praia que estão desperdiçando muita água
por estarem quebrados e sem o chuveirinho. Chama o síndico.


   V I T R I N E   

  • Os ambulantes se espalham pela cidade e em especial na faixa de areia. No último sábado tinha desde salgados até aparelhos eletrônicos. Tem um carrinho de batatas fritas que ocupa um espaço grande na praia e lembra a bagunça das praias de Floripa. Chama o síndico. 
  • As vinícolas gaúchas no melhor estilo americano te jogam dentro de uma loja com produtos extraídos das uvas assim que termina o passeio guiado, que aliás, é imperdível. Vale a pena conhecer. Difícil quem sai sem algo nas mãos. 
  • Pra encerrar o assunto da Serra Gaúcha achei curioso que na cidade de Garibaldi comemoravam na praça central a semana Farroupilha. Lá tinha menos gente que aqui em Balneário Camboriú. Os gaúchos daqui são mais tradicionalistas? 
  • Se você quiser ir à praia na Barra Sul deve chegar bem cedo pra encontrar um lugar pra colocar a cadeira e o guarda sol. As praças de esportes se multiplicam. Afinal, a praia é de todos ou não? O esporte é super bem-vindo, mas não tem um horário específico. Ou quem sabe áreas específicas. Pra estudar. 
  • Carlos Humberto Silva, vice-prefeito e candidato a Deputado Estadual, é o que mais aparece pelas ruas da cidade. Promove bandeiraço em certos horários na área central e promove carreatas nos bairros e cidades vizinhas. Em tempos de proibição de ajuda financeira das empresas, sobra pro bolso das pessoas físicas e o próprio candidato. Seu número é 22444. 
  • Aos poucos a resistência ao candidato ultradireitista Jair Bolsonaro começa a ruir com o medo dos petistas voltarem ao poder, pelas mãos do novo poste do Lula. Ele é visto por uma parcela que antes apoiava o PSDB e MDB como a única trincheira capaz de nos livrar da volta da turma do mensalão e da clientela da lava jato. Enquanto isso seu líder maior comanda de dentro da prisão a campanha petista na maior cara dura. Esse país tá ferrado. 
  • Em Santa Catarina Mauro Mariani e Gelson Merísio disputam palmo a palmo os votos dos catarinenses. Décio Lima aos poucos vai ficando prá trás. No Senado Amin e Colombo se esforçam para se distanciar de Paulo Bauer que vem grudado na cola deles. Os resultados fazem parte da pesquisa IBOPE feita pela NSCTV. Ideli Salvatti que já foi senadora por Santa Catarina vem apresentando números bem abaixo do esperado. É esperar pra ver.  

ESSE ANO FAÇA CERTO. DIGA NÃO A POLÍTICOS CORRUPTOS. FAÇA A SUA PARTE. 


 

Escrito por Jonas Ramos Júnior, 24/09/2018 às 21h49 | jonasramos3011@hotmail.com



Jonas Ramos Júnior

Assina a coluna J. Júnior

Advogado pós graduado em direito ambiental, reside em BC desde dez/1981. Escreve no JP3 desde 1992, porque tem interesse na cidade e no seu desenvolvimento.


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade