Jornal Página 3
Coluna
J. Júnior
Por Jonas Ramos Júnior

MALA DIRETA


RETOMADA

Desde o último dia 28, o Brasil que depositou suas esperanças no presidente eleito Jair Messias Bolsonaro respira esperançoso. Eleito como o bastião da moralidade cabe a ele agora mostrar a todos que é digno de sua confiança. Os primeiros sinais já começam a trazer um fio de esperança por meio das nomeações do astronauta Marcos Pontes, juiz federal Sérgio Moro e o general Augusto Heleno, os três gozam de prestígio dentro e fora do Brasil. O deputado federal Onyx Lorenzoni foi nomeado extraordinariamente como chefe da Casa Civil e da transição de governo. Agora é torcer pra que as demais nomeações sigam na mesma linha de competência e idoneidade. Estamos todos fazendo figa. 

OPOSIÇÃO

É comum em toda eleição que o grupo perdedor entre pra oposição e faça marcação cerrada no vencedor. Na maioria das vezes não é isso que acontece e o que se vê é um desejo mortal de que o adversário faça um mau governo e nas próximas eleições seja mais fácil derrotá-lo. Esquecem apenas de um detalhe importante, no meio dessa guerra de egos e de espaços políticos está o povo, que na maior parte das vezes, ou quase sempre, é o mais prejudicado. Projetos importantes muitas vezes são abandonados por serem do outro governante e novamente o povo é quem paga o pato. Fernando Haddad no seu primeiro pronunciamento sequer tocou no nome de seu adversário, vociferou que estaria atento em nome dos mais pobres, esqueceu de desejar um bom governo pra todos e dias melhores pro país. John Mcain (já morto) disse logo após a vitória de Obama. “Eu peço a todos os americanos que me apoiaram que se juntem a mim não apenas congratulando Obama, mas oferecendo ao nosso próximo presidente nossa boa vontade e nossos esforços mais honestos para achar um caminho pelo qual possamos seguir juntos. Apesar de nossas diferenças, nós somos companheiros americanos”. Pra aprender.


ANIVERSARIANTE

Minha querida e amada sogra Ivete Morelli Loureiro completou 80 anos e levou a família inteira pra comemorar no resort do Plaza Caldas da Imperatriz. A mordomia foi geral e a alegria tomou conta do lugar no último feriadão. D. Ivete chega aos 80 cheia de saúde e jogando um pontinho como poucos. Vida longa e felicidade a ela é o nosso desejo.

D. Ivete com filhos, nora, genro, netos e bisnetos.


 VITRINE 

  • Em Santa Catarina o Comandante Moisés deu uma surra na turma da velha política que reinou por aqui nas últimas décadas. Luiz Henrique deve estar se revirando no caixão de vergonha de seus pupilos. A população foi na mesma balada da virada nacional e deu ao comandante a oportunidade de mostrar a que veio. Boa sorte.
  • A renovação alcançou o Legislativo em todas as esferas e o povo deu o recado de que não aguenta mais tanta falta de zelo com a coisa pública. Mas parece que a lição não foi ouvida no Senado Federal, que acaba de conceder um baita aumento pro judiciário, que em cascata vai contaminar juízes, promotores, governadores, prefeitos e vereadores por todo país. Uma vergonha nacional num momento de desemprego em alta e vergonha em baixa. Lamentável.
  • As obras na Terceira Avenida seguem em ritmo acelerado e prometem dar uma fluidez ainda maior ao trânsito naquela região. Aos poucos a cidade começa a perceber a atual administração, que para seus adversários é lenta e pouco eficaz. Coisas da oposição.
  • Prefeito Fabrício ao saber que uma grávida de gêmeos estava em apuros pelas redes sociais tomou a frente do problema e resolveu de pronto o problema. O parto foi feito no hospital Ruth Cardoso e a médica que se negou a fazê-lo no feriado foi afastada. Dessa vez agiu rápido e marcou pontos com seus eleitores. E ainda reclamam do homem!

ESSE ANO FAÇA CERTO. DIGA NÃO A VIOLÊNCIA CONTRA AS MULHERES. FAÇA A SUA PARTE.


 

 

Escrito por Jonas Ramos Júnior, 08/11/2018 às 16h37 | jonasramos3011@hotmail.com



Jonas Ramos Júnior

Assina a coluna J. Júnior

Advogado pós graduado em direito ambiental, reside em BC desde dez/1981. Escreve no JP3 desde 1992, porque tem interesse na cidade e no seu desenvolvimento.


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Fale Conosco - Anuncie no Página 3 - Normas de Uso
© Desenvolvido por Página 3

Endereço: Rua 2448, 360 - Balneário Camboriú - SC | Telefone: (47) 3367-3333 | Email: jornal@pagina3.com.br

Página 3
J. Júnior
Por Jonas Ramos Júnior

MALA DIRETA


RETOMADA

Desde o último dia 28, o Brasil que depositou suas esperanças no presidente eleito Jair Messias Bolsonaro respira esperançoso. Eleito como o bastião da moralidade cabe a ele agora mostrar a todos que é digno de sua confiança. Os primeiros sinais já começam a trazer um fio de esperança por meio das nomeações do astronauta Marcos Pontes, juiz federal Sérgio Moro e o general Augusto Heleno, os três gozam de prestígio dentro e fora do Brasil. O deputado federal Onyx Lorenzoni foi nomeado extraordinariamente como chefe da Casa Civil e da transição de governo. Agora é torcer pra que as demais nomeações sigam na mesma linha de competência e idoneidade. Estamos todos fazendo figa. 

OPOSIÇÃO

É comum em toda eleição que o grupo perdedor entre pra oposição e faça marcação cerrada no vencedor. Na maioria das vezes não é isso que acontece e o que se vê é um desejo mortal de que o adversário faça um mau governo e nas próximas eleições seja mais fácil derrotá-lo. Esquecem apenas de um detalhe importante, no meio dessa guerra de egos e de espaços políticos está o povo, que na maior parte das vezes, ou quase sempre, é o mais prejudicado. Projetos importantes muitas vezes são abandonados por serem do outro governante e novamente o povo é quem paga o pato. Fernando Haddad no seu primeiro pronunciamento sequer tocou no nome de seu adversário, vociferou que estaria atento em nome dos mais pobres, esqueceu de desejar um bom governo pra todos e dias melhores pro país. John Mcain (já morto) disse logo após a vitória de Obama. “Eu peço a todos os americanos que me apoiaram que se juntem a mim não apenas congratulando Obama, mas oferecendo ao nosso próximo presidente nossa boa vontade e nossos esforços mais honestos para achar um caminho pelo qual possamos seguir juntos. Apesar de nossas diferenças, nós somos companheiros americanos”. Pra aprender.


ANIVERSARIANTE

Minha querida e amada sogra Ivete Morelli Loureiro completou 80 anos e levou a família inteira pra comemorar no resort do Plaza Caldas da Imperatriz. A mordomia foi geral e a alegria tomou conta do lugar no último feriadão. D. Ivete chega aos 80 cheia de saúde e jogando um pontinho como poucos. Vida longa e felicidade a ela é o nosso desejo.

D. Ivete com filhos, nora, genro, netos e bisnetos.


 VITRINE 

  • Em Santa Catarina o Comandante Moisés deu uma surra na turma da velha política que reinou por aqui nas últimas décadas. Luiz Henrique deve estar se revirando no caixão de vergonha de seus pupilos. A população foi na mesma balada da virada nacional e deu ao comandante a oportunidade de mostrar a que veio. Boa sorte.
  • A renovação alcançou o Legislativo em todas as esferas e o povo deu o recado de que não aguenta mais tanta falta de zelo com a coisa pública. Mas parece que a lição não foi ouvida no Senado Federal, que acaba de conceder um baita aumento pro judiciário, que em cascata vai contaminar juízes, promotores, governadores, prefeitos e vereadores por todo país. Uma vergonha nacional num momento de desemprego em alta e vergonha em baixa. Lamentável.
  • As obras na Terceira Avenida seguem em ritmo acelerado e prometem dar uma fluidez ainda maior ao trânsito naquela região. Aos poucos a cidade começa a perceber a atual administração, que para seus adversários é lenta e pouco eficaz. Coisas da oposição.
  • Prefeito Fabrício ao saber que uma grávida de gêmeos estava em apuros pelas redes sociais tomou a frente do problema e resolveu de pronto o problema. O parto foi feito no hospital Ruth Cardoso e a médica que se negou a fazê-lo no feriado foi afastada. Dessa vez agiu rápido e marcou pontos com seus eleitores. E ainda reclamam do homem!

ESSE ANO FAÇA CERTO. DIGA NÃO A VIOLÊNCIA CONTRA AS MULHERES. FAÇA A SUA PARTE.


 

 

Escrito por Jonas Ramos Júnior, 08/11/2018 às 16h37 | jonasramos3011@hotmail.com



Jonas Ramos Júnior

Assina a coluna J. Júnior

Advogado pós graduado em direito ambiental, reside em BC desde dez/1981. Escreve no JP3 desde 1992, porque tem interesse na cidade e no seu desenvolvimento.


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade