Jornal Página 3
Coluna
J. Júnior
Por Jonas Ramos Júnior

MALA DIRETA

 ENCONTROS&REENCONTROS NA TERRA DO TIO SAM

Viajamos com a família para Boston (EUA) para rever minha filha mais velha (Caroline) e a minha irmã e familiares. Ao todo moram por lá umas vinte pessoas da família, que por lá trabalham, estudam e vivem uma vida de classe média de dar inveja. Nas terras do Tio San se você estiver disposto a trabalhar da pra ganhar uma grana legal e viver muito bem. Os serviços públicos são de qualidade e a facilidade de adquiri um carro e a casa própria são mais acessíveis do que por aqui. Por lá vale a meritocracia, ganha pelo que produz. Ninguém carrega ninguém nas costas. 


SANEAMENTO

A primeira melhor notícia que se poderia ter ouvido este ano é a de que a Emasa finalmente vai dar uma manutenção no sistema de esgoto à região central da cidade e, melhor ainda, vai ampliá-lo. Para uma cidade que tem na balneabilidade seu maior potencial a noticia não poderia ser melhor. Nós somos diretamente dependentes da praia central que além de ser nosso maior cartão postal, é onde os milhares de turistas que nos visitam voltam os olhos. Nas últimas temporadas o cheiro de esgoto estava além do suportável em algumas regiões. Ganha a Emasa que cumpre seu papel institucional e ganhamos todos nós que vivemos nessa maravilha.


ZONA AZUL

A segunda melhor notícia que se poderia ter ouvido é a de que a Zona Azul tem tudo pra sair do papel e voltar às nossas ruas. Não é que eu goste de pagar estacionamento, mas sim para democratizar as parcas vagas nas ruas centrais. Quem vai até o camelô da igreja matriz Santa Inês não encontra uma vaga nem dando 20 voltas na quadra. Os próprios comerciantes locais colocam os carros ali pela manhã e só tiram a noite. O mesmo se repete por vários pontos da cidade. No fim o próprio comércio é o mais prejudicado. Já vem tarde essa importante medida.


FORMATURA EM CURITIBA

O designer Daniel Nardes e a jornalista Renata Rutes com a recém formada médica pela UFPR,
Fabiana Rutes Zabudowski (c). A festa de formatura e a colação aconteceram no último fim de semana, em Curitiba.


VITRINE 

  • Quem como eu que tem a felicidade e o privilégio de sair do país por uns dias sabe o quanto a gente se impressiona com a organização, qualidade de vida, saúde e urbanidade em alguns países. Educação e gentileza a gente encontra de sobra e o respeito as leis é uma constante no dia a dia das pessoas. Acredito que a maioria só não sente vontade de ficar por lá, porque o paradigma em relação à nossa cidade em especial é grande. Aqui a criminalidade ainda é baixa (homicídios), a qualidade de vida é boa, o trânsito é normal, temos faculdades de qualidade e boas escolas, a saúde pública não é ruim e a particular é excelente, diversão e lazer de primeiro mundo e por aí vai. Aliás, diga-se de passagem, morar em Santa Catarina é um privilégio.
  • Observei uma peculiaridade e entendi porque o nosso presidente Bolsonaro se dá bem com o presidente americano Donald Trump, os dois são bocudos, falam demais asneiras, mas paralelamente tem um governo composto por técnicos que tocam com afinco, competência e dedicação. Voltei a ter esperanças que essas pessoas qualificadas vão tirar o nosso país do atoleiro que havia se metido. Tomara.
  • Uma leitora da coluna me disse que esteve no Beto Carrero esse mês e se sentiu em plena Disney em Orlando, tamanha a quantidade de pessoas circulando pelo parque. Tem filas em certas atrações que levam cerca de duas horas. A organização, limpeza e qualidade dos brinquedos, segundo ela, são excelentes. Por fim relatou que não é barato, mas que vale muito a pena.
  • De volta a Balneário depois de uns dias de férias fomos participar do aniversário de uma amiga da bem casada no Passeio San Miguel. Tava lotado de gente alegre e educada. Fiquei feliz de ver que temos boas atrações e empresários dispostos a investir na cidade. Pense num lugar agradável.
  • Empresário e arquiteto de primeiro mundo, o meu amigo Herasmo Furtado me disse que as obras do Aquário seguem em ritmo acelerado na Barra Sul e que até a temporada é pra estar pronto. Estamos cheios de boas notícias.

ESSE ANO FAÇA CERTO. DIGA NÃO A IGNORÂNCIA.  FAÇA A SUA PARTE.


 

Escrito por Jonas Ramos Júnior, 01/08/2019 às 15h51 | jonasramos3011@hotmail.com



Jonas Ramos Júnior

Assina a coluna J. Júnior

Advogado pós graduado em direito ambiental, reside em BC desde dez/1981. Escreve no JP3 desde 1992, porque tem interesse na cidade e no seu desenvolvimento.


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Fale Conosco - Anuncie no Página 3 - Normas de Uso
© Desenvolvido por Página 3

Endereço: Rua 2448, 360 - Balneário Camboriú - SC | Telefone: (47) 3367-3333 | Email: jornal@pagina3.com.br

Página 3
J. Júnior
Por Jonas Ramos Júnior

MALA DIRETA

 ENCONTROS&REENCONTROS NA TERRA DO TIO SAM

Viajamos com a família para Boston (EUA) para rever minha filha mais velha (Caroline) e a minha irmã e familiares. Ao todo moram por lá umas vinte pessoas da família, que por lá trabalham, estudam e vivem uma vida de classe média de dar inveja. Nas terras do Tio San se você estiver disposto a trabalhar da pra ganhar uma grana legal e viver muito bem. Os serviços públicos são de qualidade e a facilidade de adquiri um carro e a casa própria são mais acessíveis do que por aqui. Por lá vale a meritocracia, ganha pelo que produz. Ninguém carrega ninguém nas costas. 


SANEAMENTO

A primeira melhor notícia que se poderia ter ouvido este ano é a de que a Emasa finalmente vai dar uma manutenção no sistema de esgoto à região central da cidade e, melhor ainda, vai ampliá-lo. Para uma cidade que tem na balneabilidade seu maior potencial a noticia não poderia ser melhor. Nós somos diretamente dependentes da praia central que além de ser nosso maior cartão postal, é onde os milhares de turistas que nos visitam voltam os olhos. Nas últimas temporadas o cheiro de esgoto estava além do suportável em algumas regiões. Ganha a Emasa que cumpre seu papel institucional e ganhamos todos nós que vivemos nessa maravilha.


ZONA AZUL

A segunda melhor notícia que se poderia ter ouvido é a de que a Zona Azul tem tudo pra sair do papel e voltar às nossas ruas. Não é que eu goste de pagar estacionamento, mas sim para democratizar as parcas vagas nas ruas centrais. Quem vai até o camelô da igreja matriz Santa Inês não encontra uma vaga nem dando 20 voltas na quadra. Os próprios comerciantes locais colocam os carros ali pela manhã e só tiram a noite. O mesmo se repete por vários pontos da cidade. No fim o próprio comércio é o mais prejudicado. Já vem tarde essa importante medida.


FORMATURA EM CURITIBA

O designer Daniel Nardes e a jornalista Renata Rutes com a recém formada médica pela UFPR,
Fabiana Rutes Zabudowski (c). A festa de formatura e a colação aconteceram no último fim de semana, em Curitiba.


VITRINE 

  • Quem como eu que tem a felicidade e o privilégio de sair do país por uns dias sabe o quanto a gente se impressiona com a organização, qualidade de vida, saúde e urbanidade em alguns países. Educação e gentileza a gente encontra de sobra e o respeito as leis é uma constante no dia a dia das pessoas. Acredito que a maioria só não sente vontade de ficar por lá, porque o paradigma em relação à nossa cidade em especial é grande. Aqui a criminalidade ainda é baixa (homicídios), a qualidade de vida é boa, o trânsito é normal, temos faculdades de qualidade e boas escolas, a saúde pública não é ruim e a particular é excelente, diversão e lazer de primeiro mundo e por aí vai. Aliás, diga-se de passagem, morar em Santa Catarina é um privilégio.
  • Observei uma peculiaridade e entendi porque o nosso presidente Bolsonaro se dá bem com o presidente americano Donald Trump, os dois são bocudos, falam demais asneiras, mas paralelamente tem um governo composto por técnicos que tocam com afinco, competência e dedicação. Voltei a ter esperanças que essas pessoas qualificadas vão tirar o nosso país do atoleiro que havia se metido. Tomara.
  • Uma leitora da coluna me disse que esteve no Beto Carrero esse mês e se sentiu em plena Disney em Orlando, tamanha a quantidade de pessoas circulando pelo parque. Tem filas em certas atrações que levam cerca de duas horas. A organização, limpeza e qualidade dos brinquedos, segundo ela, são excelentes. Por fim relatou que não é barato, mas que vale muito a pena.
  • De volta a Balneário depois de uns dias de férias fomos participar do aniversário de uma amiga da bem casada no Passeio San Miguel. Tava lotado de gente alegre e educada. Fiquei feliz de ver que temos boas atrações e empresários dispostos a investir na cidade. Pense num lugar agradável.
  • Empresário e arquiteto de primeiro mundo, o meu amigo Herasmo Furtado me disse que as obras do Aquário seguem em ritmo acelerado na Barra Sul e que até a temporada é pra estar pronto. Estamos cheios de boas notícias.

ESSE ANO FAÇA CERTO. DIGA NÃO A IGNORÂNCIA.  FAÇA A SUA PARTE.


 

Escrito por Jonas Ramos Júnior, 01/08/2019 às 15h51 | jonasramos3011@hotmail.com



Jonas Ramos Júnior

Assina a coluna J. Júnior

Advogado pós graduado em direito ambiental, reside em BC desde dez/1981. Escreve no JP3 desde 1992, porque tem interesse na cidade e no seu desenvolvimento.


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade