Jornal Página 3
Coluna
Papo Reto!
Por Gabriel Reinert

Dead Fish declara: "Somos da esquerda! Se você é da direita e cola no show, você está no lugar errado!"

Hoje de manhã a banda Dead Fish postou em seu twitter oficial (@deadfishoficial) a seguinte publicação:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Em instantes, inúmeros fãs atacaram a banda e trocaram farpas entre si.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Essa notícia me chamou muito a atenção, e por isso resolvi me posicionar à respeito.

Acho interessante que bandas expressem através da música seus valores, sentimentos e pensamentos, e o Dead Fish é uma das bandas que utiliza essa ferramenta para propagar seus ideais. Admiro quem tem personalidade, quem expressa sua visão política publicamente, independente de qual ela seja, porém, algo que me incomoda é a falta de respeito.

Não é porque eu seja cristão que eu não possa receber amigos ateus no meu estúdio, muito pelo contrário, alguns dos meus melhores amigos possuem religião diferente da minha, torcem pra times rivais ao meu, e possuem uma visão política diferente da minha. Todos são tratados iguais, com todo o respeito do mundo, e essas diferenças não diminuem a admiração que tenho por cada um.

“Mas então você não tem personalidade, tá querendo agradar à todos!” Não! Eu também costumo expressar publicamente a minha visão política e muita gente discorda, a diferença é que eu não obrigo as outras pessoas a pensarem como eu.

“Mas nos shows os caras pregam a ideologia deles através das letras! É incoerente frequentar!”. Se eu for em um show de axé e o vocalista pedir pra eu descer até o chão, e eu permanecer no meu lugar, eu não serei bem vindo naquele lugar? Os motivos que fazem uma pessoa frequentar um show, não necessariamente são pra consumir o que é pregado através das letras, se fosse assim, quem frequenta shows internacionais no Brasil sem saber falar inglês, estaria no lugar errado.

Bandas com a visibilidade que o Dead Fish tem influenciam muita gente, a partir do momento que você se coloca em cima de um palco, você é um formador de opinião, e usar essa influência pra colocar uns contra os outros e promover divisão no rock é algo lamentável. Quem não tem maturidade e responsabilidade pra administrar essa influência não deveria estar em cima de um palco. Pra mim, quem tá no lugar errado é o Dead Fish.

Escrito por Gabriel Reinert , 19/03/2015 às 20h45 | gabriellreinert@gmail.com



Gabriel Reinert

Assina a coluna Papo Reto!


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Fale Conosco - Anuncie no Página 3 - Normas de Uso
© Desenvolvido por Página 3

Endereço: Rua 2448, 360 - Balneário Camboriú - SC | Telefone: (47) 3367-3333 | Email: jornal@pagina3.com.br

Página 3
Papo Reto!
Por Gabriel Reinert

Dead Fish declara: "Somos da esquerda! Se você é da direita e cola no show, você está no lugar errado!"

Hoje de manhã a banda Dead Fish postou em seu twitter oficial (@deadfishoficial) a seguinte publicação:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Em instantes, inúmeros fãs atacaram a banda e trocaram farpas entre si.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Essa notícia me chamou muito a atenção, e por isso resolvi me posicionar à respeito.

Acho interessante que bandas expressem através da música seus valores, sentimentos e pensamentos, e o Dead Fish é uma das bandas que utiliza essa ferramenta para propagar seus ideais. Admiro quem tem personalidade, quem expressa sua visão política publicamente, independente de qual ela seja, porém, algo que me incomoda é a falta de respeito.

Não é porque eu seja cristão que eu não possa receber amigos ateus no meu estúdio, muito pelo contrário, alguns dos meus melhores amigos possuem religião diferente da minha, torcem pra times rivais ao meu, e possuem uma visão política diferente da minha. Todos são tratados iguais, com todo o respeito do mundo, e essas diferenças não diminuem a admiração que tenho por cada um.

“Mas então você não tem personalidade, tá querendo agradar à todos!” Não! Eu também costumo expressar publicamente a minha visão política e muita gente discorda, a diferença é que eu não obrigo as outras pessoas a pensarem como eu.

“Mas nos shows os caras pregam a ideologia deles através das letras! É incoerente frequentar!”. Se eu for em um show de axé e o vocalista pedir pra eu descer até o chão, e eu permanecer no meu lugar, eu não serei bem vindo naquele lugar? Os motivos que fazem uma pessoa frequentar um show, não necessariamente são pra consumir o que é pregado através das letras, se fosse assim, quem frequenta shows internacionais no Brasil sem saber falar inglês, estaria no lugar errado.

Bandas com a visibilidade que o Dead Fish tem influenciam muita gente, a partir do momento que você se coloca em cima de um palco, você é um formador de opinião, e usar essa influência pra colocar uns contra os outros e promover divisão no rock é algo lamentável. Quem não tem maturidade e responsabilidade pra administrar essa influência não deveria estar em cima de um palco. Pra mim, quem tá no lugar errado é o Dead Fish.

Escrito por Gabriel Reinert , 19/03/2015 às 20h45 | gabriellreinert@gmail.com



Gabriel Reinert

Assina a coluna Papo Reto!


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade