Jornal Página 3
Coluna
Sonia Tetto
Por Sonia Tetto

Social da Semana

ANIVERSARIANTE 1

Na foto Brunhild Moeller Diener com os filhos Douglas e Dagmar. 

Brunhild Moeller Diener completará 100 anos na próxima semana. Nasceu dia 16 de abril de 1920 em Jaraguá do Sul, casou com Otto Diener, teve 3 filhos Dagmar, Douglas e Donaldo Guido. Participou de lanches, bolão jogava baralho, tomava chimarrão diariamente. Sua paixão sempre foi viajar, conheceu o mundo, sempre com sua irmã. Nunca ficou doente, nunca foi operada, vive com excelente saúde, sempre com muita disposição e alegria. Hoje vive com a filha Dagmar em Balneário Camboriú. Parabéns amada Brunhild, que Deus continue te iluminando.


ANIVERSARIANTE 2 

Na foto Gaya Tetto Gualtiero, com a mamãe Martina.

Minha amada neta Gaya Tetto Gualtiero, completou 5 aninhos com o papai Simone e a mamãe Martina, em Luxemburgo. Familiares e amiguinhos participaram da festa pelo hangouts, foi muito divertido. Bendita tecnologia, estamos longe mas muito perto.Parabéns minha querida. 


SOCIEDADE EM ISOLAMENTO


RITA CHANG- DESIGNER

"Nós, os “velhinhos” juramos ficar em casa, desde que os outros retomem seus empregos!!

BRASIL 7 x virus 1" 

ELIZETE FERRARI

"Quarentena para mim é reclusão, oração, convivência em família e aproveitei para fazer novas receitas de guloseimas. Ler um pouco, e me aprofundar em conhecimentos, além de notícias". 

MARIA LIEGE HIDALGO

"Professora de Arte e nessa quarentena, acabei trabalhando muito mais que imaginei. Tenho 32 anos de sala de aula e foi a primeira vez que ministro aulas a distância. Reinventando, criando novos olhares e interagindo com meu público através da tecnologia, percebo que nós estamos cada vez mais conectados, muito mais que antes e cada vez mais no futuro". 

MARIA LUIZA CARGNIN

"Estou muito triste e preocupada com o que está acontecendo, mas com muita fé em Deus de que tudo logo vai passar, melhorar. Tenho acompanhado a situação pelos noticiários e fazendo o resguardo total e absoluto". 

JAQUELINE RIBAS

"Estas fotos sou eu todas as manhãs. Tenho este costume há muitos anos.Esteja onde eu estiver...viajando ou não. Reverencio o amanhecer, é o meu momento de prece de agradecimento, o dia que se renova me fortaleço, tranquilidade e fé!"  

NATÁLIA XAVIER

"Aproveitando a quarentena para fazer coisas que antes não tinha tempo... adoro livros! Agora estou apreciando cada detalhe com calma!"

ZEZÉ WOLFF

O QUE REPRESENTA ESTA QUARENTENA

"Vejo que essa quarentena pode ajudar em desacelerar o ser humano, de fazê-lo sentir o seu TEMPO, sim, a maioria das pessoas estavam no piloto automático, uma ansiedade desenfreada pelo consumismo, pelo exibicionismo e por estar em evidência a qualquer custo. Essa desaceleração faz com que muitos reflitam sobre o que é realmente importante para sua vida, como; família, natureza, amigos, abraços e principalmente a saúde. Sim, esse isolamento pode ser muito produtivo, principalmente quando utilizamos dele para priorizar a nossa verdade, o nosso bem-estar. Mas não se engane, nem todos estão aproveitando este momento para fazer esta reflexão, muitos vão continuar no piloto automático de suas vidas. Faz parte!

 NO DIA A DIA

Mesmo com horário reduzido nosso Departamento não parou, alguns trabalham no departamento, me incluo, outros em sistema home office. A rotina diária mudou, os cuidados para evitar a contaminação é uma obrigação de cada um de nós, não sabemos quantos podem estar com o vírus e serem assintomáticos, por isso a preocupação também é não propagar o vírus. No dia a dia de casa, hábitos foram alterados, mas nada que seja um peso, pelo contrário, atitudes que podem ser inseridas em nossa rotina diária. Na questão envolvendo isolamento e mundo virtual, está bem complicado, as informações chegam aos montes, viramos um país de epidemiologistas, todos sabem tudo, enquanto isso o mundo se debate para encontrar a cura e evitar um colapso no sistema de saúde, as mortes viraram estatísticas, são apenas números, enquanto isso muitos choram a dor da perda".

 A VIDA MUDOU

"Sim, não há como ficar indiferente a uma realidade tão triste e cheia de incertezas, mas precisamos continuar acreditando que tudo na vida tem seu propósito, e que essa quarentena possa despertar mais compaixão, empatia e menos julgamentos".


 

Escrito por Sonia Tetto, 09/04/2020 às 16h23 | soniatetto@hotmail.com



Sonia Tetto

Assina a coluna Sonia Tetto

Adora festas, vó coruja. Colunista há mais tempo em atividade em Balneário Camboriú. Professora de comportamento social (etiqueta).














Fale Conosco - Anuncie no Página 3 - Normas de Uso
© Desenvolvido por Página 3

Endereço: Rua 2448, 360 - Balneário Camboriú - SC | Telefone: (47) 3367-3333 | Email: [email protected]

Página 3
Sonia Tetto
Por Sonia Tetto

Social da Semana

ANIVERSARIANTE 1

Na foto Brunhild Moeller Diener com os filhos Douglas e Dagmar. 

Brunhild Moeller Diener completará 100 anos na próxima semana. Nasceu dia 16 de abril de 1920 em Jaraguá do Sul, casou com Otto Diener, teve 3 filhos Dagmar, Douglas e Donaldo Guido. Participou de lanches, bolão jogava baralho, tomava chimarrão diariamente. Sua paixão sempre foi viajar, conheceu o mundo, sempre com sua irmã. Nunca ficou doente, nunca foi operada, vive com excelente saúde, sempre com muita disposição e alegria. Hoje vive com a filha Dagmar em Balneário Camboriú. Parabéns amada Brunhild, que Deus continue te iluminando.


ANIVERSARIANTE 2 

Na foto Gaya Tetto Gualtiero, com a mamãe Martina.

Minha amada neta Gaya Tetto Gualtiero, completou 5 aninhos com o papai Simone e a mamãe Martina, em Luxemburgo. Familiares e amiguinhos participaram da festa pelo hangouts, foi muito divertido. Bendita tecnologia, estamos longe mas muito perto.Parabéns minha querida. 


SOCIEDADE EM ISOLAMENTO


RITA CHANG- DESIGNER

"Nós, os “velhinhos” juramos ficar em casa, desde que os outros retomem seus empregos!!

BRASIL 7 x virus 1" 

ELIZETE FERRARI

"Quarentena para mim é reclusão, oração, convivência em família e aproveitei para fazer novas receitas de guloseimas. Ler um pouco, e me aprofundar em conhecimentos, além de notícias". 

MARIA LIEGE HIDALGO

"Professora de Arte e nessa quarentena, acabei trabalhando muito mais que imaginei. Tenho 32 anos de sala de aula e foi a primeira vez que ministro aulas a distância. Reinventando, criando novos olhares e interagindo com meu público através da tecnologia, percebo que nós estamos cada vez mais conectados, muito mais que antes e cada vez mais no futuro". 

MARIA LUIZA CARGNIN

"Estou muito triste e preocupada com o que está acontecendo, mas com muita fé em Deus de que tudo logo vai passar, melhorar. Tenho acompanhado a situação pelos noticiários e fazendo o resguardo total e absoluto". 

JAQUELINE RIBAS

"Estas fotos sou eu todas as manhãs. Tenho este costume há muitos anos.Esteja onde eu estiver...viajando ou não. Reverencio o amanhecer, é o meu momento de prece de agradecimento, o dia que se renova me fortaleço, tranquilidade e fé!"  

NATÁLIA XAVIER

"Aproveitando a quarentena para fazer coisas que antes não tinha tempo... adoro livros! Agora estou apreciando cada detalhe com calma!"

ZEZÉ WOLFF

O QUE REPRESENTA ESTA QUARENTENA

"Vejo que essa quarentena pode ajudar em desacelerar o ser humano, de fazê-lo sentir o seu TEMPO, sim, a maioria das pessoas estavam no piloto automático, uma ansiedade desenfreada pelo consumismo, pelo exibicionismo e por estar em evidência a qualquer custo. Essa desaceleração faz com que muitos reflitam sobre o que é realmente importante para sua vida, como; família, natureza, amigos, abraços e principalmente a saúde. Sim, esse isolamento pode ser muito produtivo, principalmente quando utilizamos dele para priorizar a nossa verdade, o nosso bem-estar. Mas não se engane, nem todos estão aproveitando este momento para fazer esta reflexão, muitos vão continuar no piloto automático de suas vidas. Faz parte!

 NO DIA A DIA

Mesmo com horário reduzido nosso Departamento não parou, alguns trabalham no departamento, me incluo, outros em sistema home office. A rotina diária mudou, os cuidados para evitar a contaminação é uma obrigação de cada um de nós, não sabemos quantos podem estar com o vírus e serem assintomáticos, por isso a preocupação também é não propagar o vírus. No dia a dia de casa, hábitos foram alterados, mas nada que seja um peso, pelo contrário, atitudes que podem ser inseridas em nossa rotina diária. Na questão envolvendo isolamento e mundo virtual, está bem complicado, as informações chegam aos montes, viramos um país de epidemiologistas, todos sabem tudo, enquanto isso o mundo se debate para encontrar a cura e evitar um colapso no sistema de saúde, as mortes viraram estatísticas, são apenas números, enquanto isso muitos choram a dor da perda".

 A VIDA MUDOU

"Sim, não há como ficar indiferente a uma realidade tão triste e cheia de incertezas, mas precisamos continuar acreditando que tudo na vida tem seu propósito, e que essa quarentena possa despertar mais compaixão, empatia e menos julgamentos".


 

Escrito por Sonia Tetto, 09/04/2020 às 16h23 | soniatetto@hotmail.com



Sonia Tetto

Assina a coluna Sonia Tetto

Adora festas, vó coruja. Colunista há mais tempo em atividade em Balneário Camboriú. Professora de comportamento social (etiqueta).