Jornal Página 3
Coluna
Vinho comigo
Por Carlos Mayer

Globo Repórter

Gostei do Globo Repórter dessa sexta-feira, 18/11. Trouxe muita novidade sobre o mundo do vinho que, quem não vive nesse mundo não fica sabendo ou fica desconfiado quando ouve falar.
A reportagem falou sobre vinhos de diferentes regiões, lugares que não estamos acostumados a relacionar com produção de vinhos, como as margens do rio São Francisco no Pernambuco, como Goiás, Bahia e também a garagem de Eduardo Zenker.
Falou sobre vinhos orgânicos, naturais e biodinâmicos, que fora do Brasil são bem mais presentes, mas aqui ainda são pouco compreendidos e valorizados.
Falou (mais uma vez) que o vinho faz bem para saúde e destacou que para fazer bem mesmo, o consumo deve ser moderado.
Há pessoas que reclamam da Rede Globo, mas eu consigo ver coisas boas. Nunca esqueço uma das primeiras reportagens do Globo Repórter (em 2009) falando sobre os benefícios do vinho Tannat para retardar o envelhecimento, principalmente os uruguaios. No sábado seguinte as gôndolas com estes vinhos ficaram vazias pela demanda. Novelas e séries globais dão cada vez mais destaque ao vinho e se repararmos nos canais pagos, mais ainda.
Principalmente, falou sobre paixão pelo vinho, sobre trabalho, alegria, turismo, sobre amizade e relacionamento. Coisas que o vinho proporciona!
Mas o Globo Repórter NÃO falou sobre essas duas vinícolas aqui em baixo. A primeira fica aqui em Itajaí (foto), é aberta a visitação e faz vinhos definidos, como gosta o proprietário, de “vinhos de autor”. A segunda fica em Florianópolis, produz entre outros vinhos, um Chardonnay laranja que fiquei com vontade de provar.
Escrito por Carlos Mayer, 19/11/2016 às 22h59 | carlos@casamayer.com.br

publicidade





publicidade



Carlos Mayer

Assina a coluna Vinho comigo
















Fale Conosco - Anuncie no Página 3 - Normas de Uso
© Desenvolvido por Página 3

Endereço: Rua 2448, 360 - Balneário Camboriú - SC | Telefone: (47) 3367-3333 | Email: jornal@pagina3.com.br