- Publicidade -
- Publicidade -
21.1 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Economia na Semana

Produzindo queijos

Independente do ramo escolhido para investir, o resultado é sempre o mesmo: sucesso conquistado em pouco tempo e reconhecimento mundial com uma criação que chegou recentemente ao paladar do consumidor. Fundadores da Eisenbach em Blumenau, os irmãos Juliano e Bruno Mendes que revolucionaram o mercado da cerveja artesanal no Brasil, erguem, agora, um “império” do queijo em Pomerode. Ambos os negócios começaram sem qualquer noção de como fabricar o produto. Ainda assim, nas duas vezes, as ideias deram mais certo do que os blumenauenses esperavam e a pergunta que não quer calar é: será que existe alguma receita especial por trás de tantos acertos? O que dá para adiantar é que “fórmula” aplicada pelos irmãos para avançar nas duas especialidades foi praticamente a mesma: isso foi só o começo de tudo o que ainda estava por vir. 

Magalu

- Publicidade -

O Magalu, empresa que está digitalizando o varejo brasileiro, quitou de sua dívida de curto prazo. A companhia pagou R$ 2,1 bilhões em notas promissórias que venciam no fim de abril. Agora a empresa tem vencimentos apenas no longo prazo, no fim de 2025 e 2026. Tem uma posição de caixa muito saudável e pretende continuar trabalhando o foco para o ano, que é de aumentar as margens e buscar crescimento de lucro, segundo a diretora de Relação com Investidores. 

Melhor do Brasil

O Aeroporto Internacional Hercílio Luz de Florianópolis foi eleito pela quarta vez consecutiva o melhor aeroporto do país, na premiação mais importante do setor no Brasil, promovida pela Secretaria Nacional de Aviação Civil, por meio do Ministério de Portos e Aeroportos. O terminal da capital catarinense obteve a maior média de satisfação geral dos passageiros, independente da categoria, entre os 20 maiores aeroportos pesquisados ao longo de todo o ano de 2023. Florianópolis alcançou a nota 4,74 em uma escala que vai de 1 a 5. 

Arbitragem privada

Desde sua criação em 1996 (Lei 9.307), a arbitragem privada se consolidou para a solução de litígios fora do Judiciário. Cresceu o número de praticantes da arbitragem. Surgiram câmaras de excelência. Algumas câmaras disseminaram o debate e a prática da ferramenta em seus congressos, encontros, palestras e seminários. É o caso do Secmasc (Seminário catarinense das entidades de mediação e arbitragem). 

Métodos extrajudiciais

Um empresário de Brusque já usa os métodos extrajudiciais há mais de 20 anos em mais de 1.500 contratos imobiliários. Desde 2002 ele utiliza os Mascs (Métodos Adequados de Solução de Conflitos) e já resolveu cerca mais de 200 casos envolvendo contratos desta forma (conciliação, mediação e arbitragem). Com a grande experiência que teve nos últimos anos com esses métodos, foi taxativo ao afirmar que as soluções fora da Justiça Estatal são efetivamente mais rápidas, mais fáceis de serem cumpridas, menos burocráticas, menos conflituosas, baratas no comparativo com a morosidade do Judiciário. “No Poder Judiciário há uma demora muito grande para resolver as demandas. A Justiça tardia não é Justiça. A demora pode quebrar uma empresa”, avalia o empresário. 

- Publicidade -

Coamo

A Coamo estabelecida em Campo Mourão (PR), foi fundada em 1970, com 9,6 mil fundadores. Atualmente conta 31,6 mil associados. Está presente em três Estados (PR, MS e SC). Tem 115 unidades em 75 municípios. Teve uma receita total em 2023 na ordem de R$ 30,3 bilhões, com sobras líquidas de R$ 2,3 bilhões. Os associados receberam a título de sobras distribuídas R$ 850,3 milhões. Tem uma liquidez corrente de R$ 2,76 e um Patrimônio Líquido (Capital Social e Reservas) de R$ 10,6 bilhões. O brusquense, engenheiro agrônomo José Aroldo Gallassini é o atual presidente do Conselho de Administração da Coamo e foi reeleito recentemente por mais quatro anos (2024/2028). 

Risco

Autoridades estaduais de saúde, municipais e classe médica tentam entender porque boa parte da população não tem a mínima percepção de risco diante da gripe e dengue, por exemplo, não se interessando em vacinar-se, enquanto hospitais registram mais de 90% de ocupação de seus leitos com pacientes com doenças respiratórias graves. Situação digna de um estudo. 

Cartórios

Abaixo-assinado, que em poucos dias recebeu mais de 1,3 mil adesões de corretores de imóveis, apoia a luta do seu conselho de classe (Creci-SC) contra os aumentos excessivos das taxas de cartórios, de até 200% desde 1º de abril, quando começou a valer uma lei aprovada no final do ano passado pelo Legislativo a partir de uma proposta que ficou convenientemente intocada, enviada pelo Tribunal de Justiça. Levantamento do Observatório da Fiesc aponta que entre 2017 e 2024, tais taxas subiram 349%, contra 37,8% do IPCA e 70% do IGP-M. 

Duas rodas

Mesmo sem ter referência nenhuma de experiências em cidades de SC, foi aprovado na Assembleia Legislativa projeto que exige do governo a implantação da falta exclusiva ou preferencial para veículos automotores de duas rodas, motos, motocicletas, motonetas e ciclomotores nas rodovias estaduais. Um delírio. Tem tudo para nunca sair do papel. 

Avanços na saúde

O Hospital Azambuja realizou um procedimento inédito em sua unidade de Hemodinâmica, para o tratamento de uma paciente que apresentava um aneurisma de aorta paravisceral sintomático, uma condição de ameaça à vida que exigia intervenção imediata. Conforme o médico responsável, cirurgião vascular Bernardo Ristow e sua equipe, composta pelos médicos Carlos Ristow, Raquel Catto e Rodrigo Viana, foi necessário personalizar uma prótese para garantir a irrigação dos órgãos abdominais (rins, estômago e intestino). Este procedimento de alta complexidade só era realizado em grandes centros como Florianópolis, Blumenau e Joinville e atualmente pode ser realizado com segurança pela equipe de cirurgia vascular do Hospital Azambuja. Foram necessárias cerca de 10 horas para concluir o procedimento. 

Cervejaria Brusque

A Cervejaria Brusque, localizada no bairro Santa Terezinha, teve duas de suas amostras premiadas no Concurso Brasileiro de Cervejas, realizado em Blumenau, em março deste ano. A Pilsen da marca conquistou a medalha de bronze, enquanto a Hop Lager brilhou com medalha de ouro, sendo considerada a melhor do estilo no país. Esta foi a segunda vez que cervejaria, fundada em 2019, enviou amostras para concurso mais concorrido do Brasil. Para os sócios proprietários brusquenses a premiação acabou virando um marco na empresa. O desafio para o futuro agora é tentar se manter no pódio nos próximos concursos e quem sabe, conquistar novas medalhas em outros estilos. 

Setor de eventos

Com o crescimento da indústria de eventos, a organização de festas e festivais tem se destacado como uma porta de entrada para o mercado de trabalho. A habilidade de planejar, coordenar e executar eventos é cada vez mais valorizada em diversos setores, abrindo oportunidades para profissionais em ascensão. Dados recentes do setor reforçam essa tendência. Segundo estudo realizado pela Associação Brasileira dos Promotores de Eventos, o segmento teve crescimento de 61% frente ao ano anterior. Ainda segundo a pesquisa, a estimativa de consumo no setor alcançou um novo patamar em 2023, atingindo a marca de R$ 118 bilhões, o que representa um crescimento significativo de 11,5% em comparação com o mesmo período de 2022, quando foi registrado R$ 106 bilhões. 

Usina fotovoltática

O Expocentro Balneário Camboriú realizou a assinatura do contrato para a construção da maior usina fotovoltática em telhado em SC, o que será um grande passo para a conquista do selo verde e a busca pela sustentabilidade. A energia solar é a 2ª maior fonte de energia no Brasil, ultrapassou a fonte eólica (gerada pela força do vento), com 17,4% de participação na matriz energética do país. O Brasil é o maior produtor de energia solar do mundo, ficando atrás apenas da China, Estados Unidos, Japão, Alemanha e Índia segundo dados da Absolar (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica). O Brasil tem cerca de 500 mil usinas de energia solar instaladas, na grande maioria no Nordeste e Minas Gerais.  

Caged março

Foi de 244.315 o saldo positivo de novos empregos formais gerados no mês de março deste ano. Destaques para o setor de serviços com 148.722, seguido do comércio com 37.493, a indústria com 35.886, a construção civil com 28.666 e o setor agropecuária com menos 6.457. Os Estados com maior número de empregos gerados temos: São Paulo (+76.941), Minas Gerais (+40.796), Rio de Janeiro (+24.466), Paraná (+17.858), Goiás (+15.742), Santa Catarina (+13.892), Bahia (+12.482), Rio Grande do Sul (+10.490), Distrito Federal (+7.023) e Ceará (+6.185). Os municípios de SC com maior destaque foram: Joinville (+1.738), Itajaí (+1.654), Blumenau (+817), Chapecó (+806), Criciúma (+599), Florianópolis (+547), Brusque (+467), Jaraguá do Sul (+457), São José (+434) e Rio do Sul (+280). 

Boa ideia

O governo de SC transformou em lei estadual importante projeto aprovado no Legislativo: institui a Política de Educação Financeira nas escolas públicas e privadas catarinenses. Muito mais pertinente de que tantos outros conteúdos oportunistas e demagógicos que se tenta impor toda hora. 

Pobreza

Saiu uma nova análise sobre a pobreza no Brasil, que recuou em 26 das 27 unidades da Federação em 2023. Na ponta, o Maranhão segue com a maior taxa, envolvendo 51,6% de sua população. Na outra, os menores percentuais foram em SC (11,6%) e Rio Grande do Sul (14,4%). São considerados pobres os que tem ganho mensal de até R$ 664,02 e extremamente pobres quem consegue R$ 208,42. 

Segurança pública

O governo de SC está comemorando reportagem da “Veja” onde o Estado é citado como bom exemplo de que é possível reduzir a criminalidade, com integração das polícias, investimentos em efetivos e armas, entre outros fatores. Cita que em 2023 metade dos 295 municípios não registrou um único caso de homicídio. Desde 2017, o Estado reduziu o número de assassinatos em 47% e os latrocínios em 84%. A taxa de homicídios por 100 mil habitantes é de 6,78, a segunda menor do país (atrás de São Paulo) e comparável dos Estados Unidos. A Polícia Civil estadual acaba de alcançar uma marca histórica, com 80% dos homicídios elucidados, desempenho semelhante aos do Canadá e Austrália. 

Modernização dos Conselhos

Mais de 200 líderes de conselhos empresariais de SC e de outros estados do Sul participaram em Florianópolis do Seminário Sul 2024 do Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC) que celebrou também os 10 anos do Capítulo SC do Instituto. O evento mostrou que os conselhos empresariais estão se modernizando e isso melhora a economia. Os debates partiram da cultura da integridade e chegaram no futuro da governança. Um tema comum de todos é o relacionamento, a confiança, o diálogo, a construção de um perfil novo de conselho de administração mais participativo, com menos autoridade, mais conexão e mais compromisso conjunto. 

Elétricos

Com o objetivo de incentivar a descarbonização e a partir de uma demanda do conglomerado automotivo Stellantis, o Instituto Senai de Mobilidade Elétrica e Energias Renováveis, de Jaraguá do Sul, em SC, realizou o projeto retrofit elétrico. Desenvolveu kit de conversão de veículos a combustão para elétricos e instalou em dois utilitários da companhia. A pesquisa contou com as participações das indústrias WEG, produtora de powertrain elétrico e da Fuel Tec, do RS, que é fornecedora de componentes para painéis e conexões eletrônicas de veículos. O kit elétrico foi instalado em um Fiat Fiorino e em um Peugeot Partner Rapid. Estas são duas marcas da Stellantis, que detém 14 marcas automotivas, incluindo também Jeep, Alfa Romeu, Chrysler, Citroen, entre outras. 

Ninguém fiscaliza

Mesmo com a morte de um homem há dias na Ilha de SC, atacado por um pitbull e um ataque a uma criança, uma lei é praticamente ignorada nessas bandas: não se vê cães de qualquer raça com focinheira quando levados para locais públicos. Uns ditos responsáveis, aliás, se assemelham a eles, os ferozes, obrigando terceiros a desviar caminhos para sua passagem. 

Lá e cá

A cidade de São Paulo inaugurou mais 8,1 quilômetros de faixas azuis exclusivas para motociclistas. Já tem 98. E em SC, onde nenhuma cidade tem sequer um metro de tal faixa, projeto que pode virar lei se o governador sancionar, insiste nelas, exclusivas, mas nas estradas estaduais. Desperdício. A prioridade tem que ser outra, focada primeiro nas cidades, onde há uma guerra no trânsito.  

Selo Prata

Brusque recebeu o Selo Nível Prata da Connected Smart Cities, plataforma multidimensional que acelera o processo de desenvolvimento de cidades inteligentes. A premiação ocorreu em São Paulo dia 29 de março, no Centro de Convenções Frei Caneca, durante o evento CSC Gov Tech 2024, considerado o maior da América Latina, voltado em soluções digitais para o setor público. Brusque ficou ao lado de cidades como Belo Horizonte e Joinville, que também receberam o Selo Prata por manterem um ecossistema inovador e propício, tanto para o empreendedorismo digital, quanto para a digitalização de processos digitais que beneficiem a população, trazendo rapidez, comodidade e eficiência na prestação dos serviços públicos. Ao todo, foram quatro categorias. Acima da “nossa” só o ouro. 

Em alta

A apreensão de enormes quantidades de maconha em SC nas últimas semanas, elevou a cotação da grama da droga no mercado consumidor de Florianópolis e arredores. Em tempos normais de abastecimento custava em média R$ 10 e agora pulou para cerca de R$ 15, devido à escassez. Em com tendência de alta. 

Improvisação

Levantamento divulgado semana passada revelou que em 10 anos, escolas estaduais perderam um terço dos professores efetivos e que governos, como o de SC, têm priorizado contratação de temporários, o que precariza o trabalho deles e prejudica o desempenho dos alunos. Em SC mais de 60% são admitidos em caráter temporário (ACTs), o que é um dos motivos da presente greve dos docentes. 

Mercado de trabalho

Os MASCs (Métodos Adequados de Solução de Conflitos) abrem novos mercados de trabalho para advogados. Entre as vantagens de ser árbitro estão a flexibilização na carga horária, possibilidade de atuar em várias empresas, um novo mercado de trabalho e uma forma eficaz e rápida de resolver o conflito do cliente. Com a crescente popularização dos MASCs, o campo de atuação para advogados e outros profissionais que trabalham na área tem aumentado cada vez mais. Negociação, conciliação, mediação e arbitragem ampliam o mercado de trabalho de diversas formas, ao contrário do que muitos ainda receiam. Não é perda de mercado, mas sim ampliação. 

Alternativa para litígios jurídicos

Quando um cidadão ou empresa precisa resolver uma pendência na Justiça, lá se vai muito tempo de espera. Sabe-se que o Judiciário é lento e que um processo não é julgado em menos de quatro anos. Não raro, o litígio pode levar 10 ou 20 anos para ser concluído, já que sempre cabem recursos e as brechas na lei muitas vezes dão margem a interpretações diferentes. Além da morosidade, o Judiciário está abarrotado de processos e seus profissionais não são suficientes para dar andamento a todos os casos. Na tentativa de minimizar alguns desses problemas, foi criada a Lei Federal 9.307 de 23 de setembro de 1996, instituindo a Arbitragem no Brasil, através de Tribunais ou Câmaras de Mediação e Arbitragem. 

Descanso

A Polícia Rodoviária de SC deu sua anuência e a Comissão de Transportes da Assembleia Legislativa aprovou projeto para que os pátios internos da corporação sejam pontos de parada para descanso dos caminhoneiros. Agora só falta ser votado em plenário. 

Nazismo

Por ser um Estado bolsonarista, pareceu até que por esse motivo, o Conselho Nacional dos Direitos Humanos tivesse escolhido SC, no mês passado, para investigar o suposto aumento do número de grupos neonazistas por aqui. Fez oitivas em Florianópolis e Blumenau. Pareceu, ainda bem, já que o mesmo CNDH anunciou que fará mais visitas, agora ao Rio Grande do Sul, Paraná e São Paulo, com o mesmo objetivo. Coincidente, todos simpáticos ao ex-presidente.

Vacinas antidrogas

O presidente da Comissão Antidrogas da Assembleia Legislativa de SC esteve na Universidade Federal de MG, em Belo Horizonte, para conhecer o trabalho dos cientistas que estão desenvolvendo a vacina antidrogas, a CalixCoca, que induz o sistema imune a produzir anticorpos que se unem à droga na corrente sanguínea. O projeto, iniciado em 2015 e com resultados eficazes nos estudos pré-clínicos, tem etapas que serão realizadas em SC, em parceria com o Centro de Inovação e Ensaios Pré-Clínicos (Cienp), em Florianópolis, que é uma referência no Brasil na testagem de novos imunizantes, com tecnologia de ponta reconhecida pela Anvisa.

Trade Show SC

Aconteceu no Expocentro, em Balneário Camboriú, a 35ª edição da SC Trade Show, realizada pelo Sindicato das Indústrias de Calçados de São João Batista. Reconhecida como a principal rodada de negócios do setor calçadista em SC, a feira neste ano teve uma edição histórica de crescimento. Mais de 100 empresas de calçados de renome nacional e internacional apresentaram em primeira mão os lançamentos e tendências da coleção Primavera/Verão 2024/2025. Com expositores vindos de Rio Grande do Sul, São Paulo, Minas Gerais, Bahia e Santa Catarina, a SC Trade Show se destaca como uma feira essencial para o setor. A rodada de negócios se antecipa aos outros eventos e é um grande termômetro para o setor, tanto para os lojistas como para os fabricantes.

Empreendedorismo

Helô Bertolini é uma das dezoito empresárias que assina o livro “Crie seu Sim”, lançado em São Paulo e publicado pela Editora Provérbios. A empresária, co-fundadora e diretora da Kohll Beauty, marca de cosméticos de Brusque, é autora do capítulo “O Poder da decisão”. Ela conta que o convite para fazer parte do projeto veio da editora que a acompanhava nas redes sociais e assistiu uma das suas palestras durante um evento. “Foi através de uma palestra sobre venda e técnicas de vendas de cosméticos que a editora me conheceu e entrou em contato. Recebi o convite para participar, pois me falaram que minha história, minhas técnicas, estratégias e meu engajamento era muito parecido com a mensagem que queriam passar no livro”.

Colégio Unifebe premiado

Representantes do Colégio Unifebe, de Brusque, estiveram no Colégio Miguel de Cervantes, em São Paulo, para a solenidade de premiação do concurso Colégio Del Año  em Espanhol. Terceira colocada na categoria Ensino Médio, a instituição foi a única da região Sul premiada na edição 2023 do concurso. A solenidade contou com autoridades como a embaixadora da Espanha no Brasil, representantes do Conselho de Educação da Espanha e os cônsules da Colômbia, Cuba, México, Uruguai e Espanha. O Colégio foi representado pelo diretor e pela professora de espanhol. 

Mais notícias acdiegoli.blogspot.com

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -