Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Cultura
ITAJAZZ começa nesta terça com Shows de Bruno Moritz e Lily Blumerants

Mostra gratuita será de 8 a 11 de agosto no Mercado Público de Itajaí

Segunda, 7/8/2017 15:06.
Divulgação
Bruno Moritz Trio.

Publicidade

(Mirian Arins) - O premiado acordeonista, compositor, arranjador e produtor musical, Bruno Moritz, acompanhado de Rafael Calegari (baixo) e Mauro Borghezan (bateria), abre nesta terça-feira (08/08), às 21 horas, o ITAJAZZ 2017.

Na sequência, às 22 horas, o público poderá conferir o timbre inconfundível da cantora e compositora Lily Blumerants, convidada da Banda Itajazz. O ITAJAZZ – Grandes Encontros acontece de 8 a 11 de agosto, a partir das 21 horas, no Mercado Público de Itajaí, sempre com dois super shows por noite, seguidos de jam session. A entrada é franca.

Primeiro evento do gênero em Itajaí, há 22 anos o Itajazz promove Grandes Encontros. Em 2017 a programação vem recheada de música autoral e standards de jazz e música popular brasileira, divididos na Mostra Regional, que abre as noites, onde os compositores estarão acompanhados de suas formações, e nos Grandes Encontros, formato em que o artista convidado se apresenta com a Banda Itajazz mesclando temas autorais e clássicos do jazz.

Na quarta (9), as atrações são o jovem pianista Gandhi Martinez, que apresenta suas composições com seu quinteto; e o veterano instrumentista e compositor Leo Garcia. A frequência e composições alternativas do trio Música Orgânica, e a experiência do guitarrista Mario Conde dão a tônica da noite de quinta (10). Na sexta (11), o Quinteto Enraizados mescla diversos ritmos sul-americanos, e o trompetista Daniel D´Alcantara e Banda Itajazz encerram os Grandes Encontros.

A Banda Itajazz formada por Peninha – bateria; Arnou De Melo – contrabaixos; Daniel Montero - violão e guitarra; Evandro Hasse – trompete, trombone, saxofone e flauta; Rubens Azevedo - saxofone e flauta; Willian Goe – percuteria; Giovanni Sagaz – piano; e Louise Lucena – voz, também fará a abertura da tradicional Jam Session, todos os dias a partir das 23 horas. Na sequência o palco fica aberto para os músicos presentes interagirem num festival de técnica e improviso.

O ITAJAZZ – Grandes Encontros é patrocinado pela Lei Municipal de Incentivo à Cultura, Fundação Cultural de Itajaí Prefeitura de Itajaí e APM Terminals.

CHAPÉU SOLIDÁRIO PARA O MÚSICO ALEXANDRE RIBEIRO

Não haverá cobrança de ingresso ou couvert artístico, no entanto, em solidariedade a um dos maiores clarinetistas da atualidade, o músico Alexandre Ribeiro (SP), será passado o tradicional chapéu. Ale Ribeiro está enfrentando o desenvolvimento de alguns tumores nas regiões lombar e torácica da medula espinhal. O único método possível de recuperação é cirúrgico, muito provavelmente seguido de radioterapia e, possivelmente, também quimioterapia, e o tratamento custará mais de R$ 100.000,00. O dinheiro arrecadado nas quatro noites de Itajazz será destinado ao tratamento. Músicos de todo o Brasil têm feito este tipo de ação para ajudá-lo.

ITAJAZZ – A ORIGEM

No início dos anos 90 um grupo de amigos, que já vivia profissionalmente de música, foi para os Estados Unidos aprofundar seus conhecimentos musicais e tocar em casas de shows de New York, Las Vegas e Los Angeles. Apaixonados pelo jazz, quando voltaram ao Brasil deram início a um movimento que gerou o ITAJAZZ e foi precursor do Festival de Música de Itajaí.

Em 1992 os músicos Carlinhos Niehues, Arnou de Melo, Renato Rangel, Peninha e Louise Lucena, reuniam-se em casa para fazer releituras da Música Popular Brasileira e standards de Jazz. Depois de um ano tocando entre eles, decidiram procurar um lugar para mostrar o trabalho ao público. Tinha início em 1993 as quartas de Jazz no Célio´s Club. Em 1996, o projeto se consolidou como ITAJAZZ e passou a promover encontros com grandes nomes da Música Brasileira como Toninho Horta, Arismar do Espírito Santo, Beto Lopes, Renato Borghetti, Guinha Ramires, Bebe Kramer, Jorginho do Trompete, Ana Paula da Silva, Luiz Meira, Dr. Cipó, Sandro Haick, João Pedro Teixeira e Sergio Coelho.

BRUNO MORITZ TRIO

Premiado acordeonista, compositor, arranjador e produtor musical, a trajetória artística de Bruno Moritz confunde-se com sua própria história de vida. Moritz iniciou seus estudos musicais ainda na infância em Brusque (SC), sua cidade natal. Mais tarde, estudou piano na antiga ULM (Universidade Livre de Música) em São Paulo, cursou Composição e Regência na USP e formou-se em Licenciatura em Música pela Universidade do Vale do Itajaí (Univali).

Ao longo de sua carreira, já dividiu o palco com admiráveis artistas como Sivuca, Dominguinhos, Oswaldinho do Acordeon, Richard Galliano, Renato Borghetti e Alegre Corrêa para citar alguns. É regente e fundador da Orquestra de Acordeon de Brusque. Músico experiente, arranjador minucioso, compositor inspirado, Bruno Moritz é hoje um dos grandes nomes da música brasileira. O reconhecimento do seu trabalho se concretiza na forma de prêmios que vem acumulando nos últimos anos.

Em 2014, foi o vencedor do Prêmio da Música Catarinense na categoria Melhor Álbum com o CD Tempero Brasileiro. Com esse mesmo trabalho, em 2015, figurou na lista dos 15 Melhores Instrumentistas da seleção Os 100 Melhores da Música Brasileira de 2014, elaborada pelo crítico musical Ed Félix e publicada no site Embrulhador. De 2007 a 2012, colecionou prêmios como acordeonista entre eles, o 1º lugar no 1º Concurso Internacional de Acordeon, promovido pela Associação dos Acordeonistas do Brasil (Jaú - SP); 1º lugar no Festival Roland de Acordeon (São Paulo - SP) e 1º lugar no Prêmio Nabor Pires Camargo (Indaiatuba - SP); e um disputado 4º lugar na 62ª Copa Mundial de Acordeonistas (Auckland - Nova Zelândia) e na 65ª Copa Mundial de Acordeonistas (Spoleto - Itália).

No ITAJAZZ 2017 Bruno Moritz estará acompanhado dos músicos Rafael Calegari (baixo) e Mauro Borghezan (bateria), que participaram dos últimos trabalhos gravados do acordeonista, os premiados CD “Tempero Brasileiro” e DVD “Titoco ao Vivo”, e recentemente realizaram uma turnê pelos estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul, em uma apresentação que mostra toda a técnica e sensibilidade de um grupo com poucos instrumentos, em que cada um é exigido individualmente ao máximo.

LILY BLUMERANTS

Nasceu em Santa Catarina, na cidade de Itajaí. Aos 13 anos começou a se apresentar cantando em programas de calouros pelo estado. Aos 18 anos já cantava profissionalmente em bandas renomadas de bailes. Mas foi somente aos 24 anos que começou sua carreira de compositora, quando gravou seu primeiro compacto LILITH, em São Paulo, pelo selo Lira Paulistana, onde também gravou vocais com Itamar Assumpção no primeiro disco, fazendo parte da chamada “Vanguarda Paulista” na década de 80.

De volta a Santa Catarina, anos mais tarde, forma o grupo Influência do Jazz Quartet com quem gravou o primeiro CD do gênero e divulgou a música brasileira por vários países da Europa em turnês regulares.

Atualmente, Lily Blumerants é produtora do projeto JAM NO MAJ - Jazz no Jardim do Museu de Arte de Joinville, que reúne músicos do gênero de várias regiões do Brasil, Argentina e Uruguai em edições anuais desde 2011. Também se apresenta com a JOINVILLE JAZZ BIG BAND e circula com seu trabalho autoral do disco “Criaturas”.

ÁLBUM AUTORAL “CRIATURAS” – gravado no Rio de Janeiro, o álbum teve a produção musical do violonista MURI COSTA, que tem uma carreira de mais de 15 anos acompanhando Dorival Caymmi e sua família. São 10 canções autorais, algumas em parceria - com o escritor Domingos Pellegrini, o compositor Serginho Almeida e a cantora e compositora Miriam Mirah (Tarancón, Raíces de América) e o próprio Muri Costa com quem divide duas composições. Os músicos convidados são bastante conceituados, como Jaques Morelenbaum (violoncelo), Gabriel Grossi (harmônica), Marcelo Costa (bateria), Danilo Andrade (piano elétrico), Jefferson Lescowich (contrabaixo acústico), Quarteto Primo (vocais), Rafael Caneca (guitarra), Juninho (trompete) e o próprio Muri Costa (violões e vocais).

DISCOGRAFIA

“LILITH” – 1984; “INFLUÊNCIA DO JAZZ” – 2000; “LILY BLUMERANTS” – 2005; “BRAZILIAN WAVE” – ao vivo em Bruxelas – 2010; “BAR REQUEST” – Classic Rock – Acústico DVD e CD – 2011; “CRIATURAS” – álbum autoral – 2012; “JAZZ’N ROLL” – 2014.

Serviço:

ITAJAZZ – 22 Anos – Grandes Encontros
De 8 a 11 de agosto de 2017
Início: 21 horas
Local: Centro de Cultura Popular (Mercado Público Velho de Itajaí)
Praça Félix Busso Asseburg - Centro
Itajaí | Santa Catarina | Brasil
Entrada Franca

PROGRAMAÇÃO ITAJAZZ 2017

De 08 a 11 de Agosto (de terça a sexta) Local: Centro de Cultura Popular - Mercado Público Velho de Itajaí

Terça – Dia 08/08

21:00 - BRUNO MORITZ TRIO
22:00 - LILY BLUMERANTS e Banda Itajazz

Quarta – Dia 09/08

21:00 - GANDHI MARTINEZ QUINTETO
22:00 - LEO GARCIA e Banda Itajazz

Quinta – Dia 10/08

21:00 - MÚSICA ORGÂNICA
22:00 - MARIO CONDE e Banda Itajazz

Sexta – Dia 11/08

21:00 - QUINTETO ENRAIZADOS
22:00 - DANIEL D’ALCANTARA e Banda Itajazz

Jam Session com abertura da Banda Itajazz todas as noites às 23 horas.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Divulgação
Bruno Moritz Trio.
Bruno Moritz Trio.

ITAJAZZ começa nesta terça com Shows de Bruno Moritz e Lily Blumerants

Mostra gratuita será de 8 a 11 de agosto no Mercado Público de Itajaí

Publicidade

Segunda, 7/8/2017 15:06.

(Mirian Arins) - O premiado acordeonista, compositor, arranjador e produtor musical, Bruno Moritz, acompanhado de Rafael Calegari (baixo) e Mauro Borghezan (bateria), abre nesta terça-feira (08/08), às 21 horas, o ITAJAZZ 2017.

Na sequência, às 22 horas, o público poderá conferir o timbre inconfundível da cantora e compositora Lily Blumerants, convidada da Banda Itajazz. O ITAJAZZ – Grandes Encontros acontece de 8 a 11 de agosto, a partir das 21 horas, no Mercado Público de Itajaí, sempre com dois super shows por noite, seguidos de jam session. A entrada é franca.

Primeiro evento do gênero em Itajaí, há 22 anos o Itajazz promove Grandes Encontros. Em 2017 a programação vem recheada de música autoral e standards de jazz e música popular brasileira, divididos na Mostra Regional, que abre as noites, onde os compositores estarão acompanhados de suas formações, e nos Grandes Encontros, formato em que o artista convidado se apresenta com a Banda Itajazz mesclando temas autorais e clássicos do jazz.

Na quarta (9), as atrações são o jovem pianista Gandhi Martinez, que apresenta suas composições com seu quinteto; e o veterano instrumentista e compositor Leo Garcia. A frequência e composições alternativas do trio Música Orgânica, e a experiência do guitarrista Mario Conde dão a tônica da noite de quinta (10). Na sexta (11), o Quinteto Enraizados mescla diversos ritmos sul-americanos, e o trompetista Daniel D´Alcantara e Banda Itajazz encerram os Grandes Encontros.

A Banda Itajazz formada por Peninha – bateria; Arnou De Melo – contrabaixos; Daniel Montero - violão e guitarra; Evandro Hasse – trompete, trombone, saxofone e flauta; Rubens Azevedo - saxofone e flauta; Willian Goe – percuteria; Giovanni Sagaz – piano; e Louise Lucena – voz, também fará a abertura da tradicional Jam Session, todos os dias a partir das 23 horas. Na sequência o palco fica aberto para os músicos presentes interagirem num festival de técnica e improviso.

O ITAJAZZ – Grandes Encontros é patrocinado pela Lei Municipal de Incentivo à Cultura, Fundação Cultural de Itajaí Prefeitura de Itajaí e APM Terminals.

CHAPÉU SOLIDÁRIO PARA O MÚSICO ALEXANDRE RIBEIRO

Não haverá cobrança de ingresso ou couvert artístico, no entanto, em solidariedade a um dos maiores clarinetistas da atualidade, o músico Alexandre Ribeiro (SP), será passado o tradicional chapéu. Ale Ribeiro está enfrentando o desenvolvimento de alguns tumores nas regiões lombar e torácica da medula espinhal. O único método possível de recuperação é cirúrgico, muito provavelmente seguido de radioterapia e, possivelmente, também quimioterapia, e o tratamento custará mais de R$ 100.000,00. O dinheiro arrecadado nas quatro noites de Itajazz será destinado ao tratamento. Músicos de todo o Brasil têm feito este tipo de ação para ajudá-lo.

ITAJAZZ – A ORIGEM

No início dos anos 90 um grupo de amigos, que já vivia profissionalmente de música, foi para os Estados Unidos aprofundar seus conhecimentos musicais e tocar em casas de shows de New York, Las Vegas e Los Angeles. Apaixonados pelo jazz, quando voltaram ao Brasil deram início a um movimento que gerou o ITAJAZZ e foi precursor do Festival de Música de Itajaí.

Em 1992 os músicos Carlinhos Niehues, Arnou de Melo, Renato Rangel, Peninha e Louise Lucena, reuniam-se em casa para fazer releituras da Música Popular Brasileira e standards de Jazz. Depois de um ano tocando entre eles, decidiram procurar um lugar para mostrar o trabalho ao público. Tinha início em 1993 as quartas de Jazz no Célio´s Club. Em 1996, o projeto se consolidou como ITAJAZZ e passou a promover encontros com grandes nomes da Música Brasileira como Toninho Horta, Arismar do Espírito Santo, Beto Lopes, Renato Borghetti, Guinha Ramires, Bebe Kramer, Jorginho do Trompete, Ana Paula da Silva, Luiz Meira, Dr. Cipó, Sandro Haick, João Pedro Teixeira e Sergio Coelho.

BRUNO MORITZ TRIO

Premiado acordeonista, compositor, arranjador e produtor musical, a trajetória artística de Bruno Moritz confunde-se com sua própria história de vida. Moritz iniciou seus estudos musicais ainda na infância em Brusque (SC), sua cidade natal. Mais tarde, estudou piano na antiga ULM (Universidade Livre de Música) em São Paulo, cursou Composição e Regência na USP e formou-se em Licenciatura em Música pela Universidade do Vale do Itajaí (Univali).

Ao longo de sua carreira, já dividiu o palco com admiráveis artistas como Sivuca, Dominguinhos, Oswaldinho do Acordeon, Richard Galliano, Renato Borghetti e Alegre Corrêa para citar alguns. É regente e fundador da Orquestra de Acordeon de Brusque. Músico experiente, arranjador minucioso, compositor inspirado, Bruno Moritz é hoje um dos grandes nomes da música brasileira. O reconhecimento do seu trabalho se concretiza na forma de prêmios que vem acumulando nos últimos anos.

Em 2014, foi o vencedor do Prêmio da Música Catarinense na categoria Melhor Álbum com o CD Tempero Brasileiro. Com esse mesmo trabalho, em 2015, figurou na lista dos 15 Melhores Instrumentistas da seleção Os 100 Melhores da Música Brasileira de 2014, elaborada pelo crítico musical Ed Félix e publicada no site Embrulhador. De 2007 a 2012, colecionou prêmios como acordeonista entre eles, o 1º lugar no 1º Concurso Internacional de Acordeon, promovido pela Associação dos Acordeonistas do Brasil (Jaú - SP); 1º lugar no Festival Roland de Acordeon (São Paulo - SP) e 1º lugar no Prêmio Nabor Pires Camargo (Indaiatuba - SP); e um disputado 4º lugar na 62ª Copa Mundial de Acordeonistas (Auckland - Nova Zelândia) e na 65ª Copa Mundial de Acordeonistas (Spoleto - Itália).

No ITAJAZZ 2017 Bruno Moritz estará acompanhado dos músicos Rafael Calegari (baixo) e Mauro Borghezan (bateria), que participaram dos últimos trabalhos gravados do acordeonista, os premiados CD “Tempero Brasileiro” e DVD “Titoco ao Vivo”, e recentemente realizaram uma turnê pelos estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul, em uma apresentação que mostra toda a técnica e sensibilidade de um grupo com poucos instrumentos, em que cada um é exigido individualmente ao máximo.

LILY BLUMERANTS

Nasceu em Santa Catarina, na cidade de Itajaí. Aos 13 anos começou a se apresentar cantando em programas de calouros pelo estado. Aos 18 anos já cantava profissionalmente em bandas renomadas de bailes. Mas foi somente aos 24 anos que começou sua carreira de compositora, quando gravou seu primeiro compacto LILITH, em São Paulo, pelo selo Lira Paulistana, onde também gravou vocais com Itamar Assumpção no primeiro disco, fazendo parte da chamada “Vanguarda Paulista” na década de 80.

De volta a Santa Catarina, anos mais tarde, forma o grupo Influência do Jazz Quartet com quem gravou o primeiro CD do gênero e divulgou a música brasileira por vários países da Europa em turnês regulares.

Atualmente, Lily Blumerants é produtora do projeto JAM NO MAJ - Jazz no Jardim do Museu de Arte de Joinville, que reúne músicos do gênero de várias regiões do Brasil, Argentina e Uruguai em edições anuais desde 2011. Também se apresenta com a JOINVILLE JAZZ BIG BAND e circula com seu trabalho autoral do disco “Criaturas”.

ÁLBUM AUTORAL “CRIATURAS” – gravado no Rio de Janeiro, o álbum teve a produção musical do violonista MURI COSTA, que tem uma carreira de mais de 15 anos acompanhando Dorival Caymmi e sua família. São 10 canções autorais, algumas em parceria - com o escritor Domingos Pellegrini, o compositor Serginho Almeida e a cantora e compositora Miriam Mirah (Tarancón, Raíces de América) e o próprio Muri Costa com quem divide duas composições. Os músicos convidados são bastante conceituados, como Jaques Morelenbaum (violoncelo), Gabriel Grossi (harmônica), Marcelo Costa (bateria), Danilo Andrade (piano elétrico), Jefferson Lescowich (contrabaixo acústico), Quarteto Primo (vocais), Rafael Caneca (guitarra), Juninho (trompete) e o próprio Muri Costa (violões e vocais).

DISCOGRAFIA

“LILITH” – 1984; “INFLUÊNCIA DO JAZZ” – 2000; “LILY BLUMERANTS” – 2005; “BRAZILIAN WAVE” – ao vivo em Bruxelas – 2010; “BAR REQUEST” – Classic Rock – Acústico DVD e CD – 2011; “CRIATURAS” – álbum autoral – 2012; “JAZZ’N ROLL” – 2014.

Serviço:

ITAJAZZ – 22 Anos – Grandes Encontros
De 8 a 11 de agosto de 2017
Início: 21 horas
Local: Centro de Cultura Popular (Mercado Público Velho de Itajaí)
Praça Félix Busso Asseburg - Centro
Itajaí | Santa Catarina | Brasil
Entrada Franca

PROGRAMAÇÃO ITAJAZZ 2017

De 08 a 11 de Agosto (de terça a sexta) Local: Centro de Cultura Popular - Mercado Público Velho de Itajaí

Terça – Dia 08/08

21:00 - BRUNO MORITZ TRIO
22:00 - LILY BLUMERANTS e Banda Itajazz

Quarta – Dia 09/08

21:00 - GANDHI MARTINEZ QUINTETO
22:00 - LEO GARCIA e Banda Itajazz

Quinta – Dia 10/08

21:00 - MÚSICA ORGÂNICA
22:00 - MARIO CONDE e Banda Itajazz

Sexta – Dia 11/08

21:00 - QUINTETO ENRAIZADOS
22:00 - DANIEL D’ALCANTARA e Banda Itajazz

Jam Session com abertura da Banda Itajazz todas as noites às 23 horas.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade