Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Cultura
O que vai estar na tela do Festival Lume de Cinema neste fim de semana

Festival acontece no Teatro Bruno Nitz até dia 8

Sábado, 4/3/2017 14:24.
O francês Still Life

Publicidade

Por Rodrigo Ramos

A mostra competitiva do IV Festival Internacional Lume de Cinema, em Balneário Camboriú, continua neste fim de semana com mais quatro longas-metragens.

Com foco no cinema autoral de diversas partes do mundo, neste sábado (4) e domingo (5) teremos duas obras francesas, uma brasileira e outra macedônia.

Coma seus Mortos

O sábado abre, às 19h, com o francês "Coma Seus Mortos" ("Eat Your Bones" em inglês, e "Mange tes morts" no original), premiado com o troféu de melhor filme no Festival de Torino (Itália) e no tradicional Prêmio Jean Vigo, em atividade desde 1951, que costumeiramente premia jovens diretores.

O drama conta a trajetória de Jason Dorkel, jovem de 18 anos pertencente à comunidade de viajantes. Enquanto se prepara para seu batismo, seu meio-irmão Fred retorna após uma longa passagem pela prisão. Ambos, ao lado do irmão violento e impulsivo, Mikael, e de um primo ativista cristão, saem em busca de uma carga de cobre em meio ao universo dos "gadjos".

Nacional

Seguindo a programação, às 21h é a vez do cinema nacional dar as caras. "Jovens Infelizes ou Um Jovem Que Grita Não é Um Urso Que Chora" (conhecido também como "Jovens Infelizes ou Um Jovem Que Grita Não é Um Urso Que Dança"), do cineasta Thiago Brandimarte Mendonça, mistura comédia, drama e musical em sua película, abordando um grupo de artistas que vive reunido em uma pequena casa.

Por conta da situação financeira precária do grupo, eles tentam criar uma verdadeira arte revolucionária, capaz de enfrentar o sistema e libertá-los da opressão do governo. As tentativas deles falham e, diante do fracasso, eles tomam medidas extremas.

Este é o primeiro longa de ficção do diretor, que possui em seu currículos diversos documentários, entre curtas, longas e para a TV. A película foi indicada ao prêmio de novos talentos do Festival de Hamburgo (Alemanha).

Amok

No domingo, a programação inicia com o longa "Amok", da Macedônia, a partir das 19h. O filme teve sua esteia em outubro, no Festival de Chicago (EUA), passando em novembro pelo Eastern Neighbours Film Festival, focado nos lançamentos de filmes do leste e sudeste europeu, e pelo Festival de Braunschweig (Alemanha). Em suas primeiras exibições, a obra recebeu diversos elogios, e chegou a ser descrito como o "Cidade de Deus" macedônio.

A trama narra uma cruel sequência de eventos que transforma um garoto quieto e introvertido de um desolado Centro de Adoção em um feroz líder de um grupo de jovens cruéis e implacáveis, que decide se vingar do mundo que não tem oferecido nada a eles a não ser mal.

Sill Life

Fechando a noite de domingo, às 21h, será exibido o francês "Still Life" ("Gorge coeur ventre"). O longa já passou por alguns festivais, tendo sido premiado no Festival de Locarno (Suíça) e no Prêmio Louis-Delluc (França), além de ter disputado o Lumiere Awards (França) e o AFI Fest (EUA).

A sinopse é extremamente misteriosa e diz o seguinte: "Os animais chegam à noite. Eles intuem. Eles resistem. Um jovem os leva para a morte antes do amanhecer. Seu cachorro descobre um mundo assustador que parece que nunca irá acabar". Ou seja, para saber realmente sobre o que se trata o longa, o jeito é ir ao Teatro Municipal Bruno Nitz conferir o festival.

Rodrigo Ramos é editor do site Previamente.

Programação completa:

Serviço

O festival segue até dia 8. Serão duas sessões por noite, sempre das 19h às 21h. Cada sessão terá de um a dois curtas e um longa metragem inédito. Os ingressos por sessão custam R$ R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia).

Os ingressos poderão ser adquiridos na bilheteria do Teatro, que fica na Avenida Central, esquina com a Rua 300.

Mais informações aqui.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3
O francês Still Life
O francês Still Life

O que vai estar na tela do Festival Lume de Cinema neste fim de semana

Festival acontece no Teatro Bruno Nitz até dia 8

Publicidade

Sábado, 4/3/2017 14:24.

Por Rodrigo Ramos

A mostra competitiva do IV Festival Internacional Lume de Cinema, em Balneário Camboriú, continua neste fim de semana com mais quatro longas-metragens.

Com foco no cinema autoral de diversas partes do mundo, neste sábado (4) e domingo (5) teremos duas obras francesas, uma brasileira e outra macedônia.

Coma seus Mortos

O sábado abre, às 19h, com o francês "Coma Seus Mortos" ("Eat Your Bones" em inglês, e "Mange tes morts" no original), premiado com o troféu de melhor filme no Festival de Torino (Itália) e no tradicional Prêmio Jean Vigo, em atividade desde 1951, que costumeiramente premia jovens diretores.

O drama conta a trajetória de Jason Dorkel, jovem de 18 anos pertencente à comunidade de viajantes. Enquanto se prepara para seu batismo, seu meio-irmão Fred retorna após uma longa passagem pela prisão. Ambos, ao lado do irmão violento e impulsivo, Mikael, e de um primo ativista cristão, saem em busca de uma carga de cobre em meio ao universo dos "gadjos".

Nacional

Seguindo a programação, às 21h é a vez do cinema nacional dar as caras. "Jovens Infelizes ou Um Jovem Que Grita Não é Um Urso Que Chora" (conhecido também como "Jovens Infelizes ou Um Jovem Que Grita Não é Um Urso Que Dança"), do cineasta Thiago Brandimarte Mendonça, mistura comédia, drama e musical em sua película, abordando um grupo de artistas que vive reunido em uma pequena casa.

Por conta da situação financeira precária do grupo, eles tentam criar uma verdadeira arte revolucionária, capaz de enfrentar o sistema e libertá-los da opressão do governo. As tentativas deles falham e, diante do fracasso, eles tomam medidas extremas.

Este é o primeiro longa de ficção do diretor, que possui em seu currículos diversos documentários, entre curtas, longas e para a TV. A película foi indicada ao prêmio de novos talentos do Festival de Hamburgo (Alemanha).

Amok

No domingo, a programação inicia com o longa "Amok", da Macedônia, a partir das 19h. O filme teve sua esteia em outubro, no Festival de Chicago (EUA), passando em novembro pelo Eastern Neighbours Film Festival, focado nos lançamentos de filmes do leste e sudeste europeu, e pelo Festival de Braunschweig (Alemanha). Em suas primeiras exibições, a obra recebeu diversos elogios, e chegou a ser descrito como o "Cidade de Deus" macedônio.

A trama narra uma cruel sequência de eventos que transforma um garoto quieto e introvertido de um desolado Centro de Adoção em um feroz líder de um grupo de jovens cruéis e implacáveis, que decide se vingar do mundo que não tem oferecido nada a eles a não ser mal.

Sill Life

Fechando a noite de domingo, às 21h, será exibido o francês "Still Life" ("Gorge coeur ventre"). O longa já passou por alguns festivais, tendo sido premiado no Festival de Locarno (Suíça) e no Prêmio Louis-Delluc (França), além de ter disputado o Lumiere Awards (França) e o AFI Fest (EUA).

A sinopse é extremamente misteriosa e diz o seguinte: "Os animais chegam à noite. Eles intuem. Eles resistem. Um jovem os leva para a morte antes do amanhecer. Seu cachorro descobre um mundo assustador que parece que nunca irá acabar". Ou seja, para saber realmente sobre o que se trata o longa, o jeito é ir ao Teatro Municipal Bruno Nitz conferir o festival.

Rodrigo Ramos é editor do site Previamente.

Programação completa:

Serviço

O festival segue até dia 8. Serão duas sessões por noite, sempre das 19h às 21h. Cada sessão terá de um a dois curtas e um longa metragem inédito. Os ingressos por sessão custam R$ R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia).

Os ingressos poderão ser adquiridos na bilheteria do Teatro, que fica na Avenida Central, esquina com a Rua 300.

Mais informações aqui.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade