Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Atriz e escritora de Balneário Camboriú lança seu terceiro livro em São Paulo
Divulgação.

Terça, 6/8/2019 14:04.

A atriz, escritora e diretora do Teatro Municipal Bruno Nitz, Potyra Najara é uma das 24 autoras do livro ‘Contos que Curam’, que será lançado no próximo dia 22, na Livraria Cultura, em São Paulo.

Profissionais de diferentes áreas, entre elas, professoras, terapeutas, artistas, contadoras de histórias, escritoras, cada uma contribuiu com um capítulo do livro que utiliza o poder terapêutico e educativo dos contos para auxiliar profissionais da área. É um conjunto de estudos, contos e oficinas de um grupo de especialistas para apresentar os significados e as mensagens que as histórias transmitem, tanto para à mente consciente, quanto para à inconsciente.

Na leitura, o leitor descobrirá um valioso recurso que se esconde por trás da simplicidade das histórias: a linguagem simbólica. Por meio dela é possível explicar problemas, etapas ou fatos, que são direcionados ao inconsciente humano e sugerem perspectivas e alternativas. Dessa forma, crianças, adolescentes e adultos conseguirão ver as suas preocupações e desejos expressos.

Cinco funções

Os contos possuem ao menos cinco funções ou utilidades que influenciam a vida do ser humano:

1. Mágica: estimular a imaginação e a fantasia;

2. Lúdica: entreter e divertir;

3. Ética: transmitir ensinamentos morais e identificar valores;

4. Espiritual: compreensão de verdades metafísicas e filosóficas;

5. Terapêutica: encontrar nos personagens e situações referências para a vida, além da orientação para compreender o mundo interior e os conflitos.

A obra tem coordenação editorial de Claudine Bernardes, escritora e especialista em Contos e Fábulas Terapêuticas e de Flávia Gama, storyteller e empreendedora.

Potyra fez uma oficina com Claudine ano passado em Navegantes e foi uma das selecionadas para participar do livro. Ela falou sobre sua participação nesta obra e anunciou que em breve haverá um lançamento do livro em Balneário Camboriú. Acompanhe:


Coelhos

“Meu capítulo trabalha auto estima, empoderamento e protagonismo. Meu conto se chama ‘Pé de Coelho’ e ele conta a história de uma família de coelhos. Apesar de parecer um tema infantil, minha oficina é direcionada ao público adulto. Dentro do livro, na divisão dos capítulos existem oficinas para o público infantil, para o público adulto e as que podem ser ministradas para ambos, que é o caso do meu capítulo também”.


Oficina

“Dentro da metodologia da contoexpressão, toda oficina vai ter uma prática sensorial, onde a gente vai juntos trabalhar essa temática a partir do conto e criar, confeccionar alguma coisa que vai ficar para a pessoa participante levar e se lembrar do que viu e aprendeu. Para fazer oficina comigo pode fazer o contato diretamente comigo para que eu possa ministrar para um grupo de pessoas. Pode ser para uma empresa, um grupo de professoras, de mães, grupo de homens e mulheres adultos, enfim um grupo de pessoas que queiram fazer uma atividade diferente, que queiram desenvolver sua educação emocional nesta temática da minha oficina pode me chamar. Mas quem compra o livro também pode ler, estudar os contos e ministrar oficinas, trabalhar em seus grupos”.


Público

“O livro é para todos os públicos, mas especialmente para profissionais da área da educação, professores, terapeutas, psicólogos, coachings, artistas, contadores de histórias, escritores. Esses profissionais também podem aplicar as oficinas com seus grupos”.


A seleção

“Ano passado a Claudine Bernardes, uma catarinense que mora há 15 anos na Espanha, onde trabalha com a metodologia da contoexpressão, veio para o Brasil para ministrar algumas oficinas da contoexpressão, em alguns estados. Em Santa Catarina ela veio a Navegantes e eu fiz essa oficina com ela, um dia inteiro e depois continuamos online a oficina. Eu fui uma das selecionadas em Santa Catarina. Recebi o convite para estar nesse projeto com a participação de várias mulheres, cada uma com um conto inédito e com a construção de uma oficina para trabalhar a educação emocional. Fiquei muito feliz com o convite, gosto muito de escrever, de poder pensar o que as nossas histórias podem contribuir com o mundo, o que nossas palavras, nossos atos, nosso trabalho podem contribuir de forma benéfica para o mundo e para o desenvolvimento humano. Fiquei muito realizada, estamos desde 2018 nesse processo do livro e fiquei mais feliz ainda em poder participar de um livro com várias autoras do país, cada um no seu meio de trabalho e agora pela primeira vez vamos nos encontrar pessoalmente no lançamento em São Paulo”.


Contatos para oficinas com Potyra: (47) 999077482 ou potyraescritora@gmail.com

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Atriz e escritora de Balneário Camboriú lança seu terceiro livro em São Paulo

Divulgação.

Publicidade

Terça, 6/8/2019 14:04.

A atriz, escritora e diretora do Teatro Municipal Bruno Nitz, Potyra Najara é uma das 24 autoras do livro ‘Contos que Curam’, que será lançado no próximo dia 22, na Livraria Cultura, em São Paulo.

Profissionais de diferentes áreas, entre elas, professoras, terapeutas, artistas, contadoras de histórias, escritoras, cada uma contribuiu com um capítulo do livro que utiliza o poder terapêutico e educativo dos contos para auxiliar profissionais da área. É um conjunto de estudos, contos e oficinas de um grupo de especialistas para apresentar os significados e as mensagens que as histórias transmitem, tanto para à mente consciente, quanto para à inconsciente.

Na leitura, o leitor descobrirá um valioso recurso que se esconde por trás da simplicidade das histórias: a linguagem simbólica. Por meio dela é possível explicar problemas, etapas ou fatos, que são direcionados ao inconsciente humano e sugerem perspectivas e alternativas. Dessa forma, crianças, adolescentes e adultos conseguirão ver as suas preocupações e desejos expressos.

Cinco funções

Os contos possuem ao menos cinco funções ou utilidades que influenciam a vida do ser humano:

1. Mágica: estimular a imaginação e a fantasia;

2. Lúdica: entreter e divertir;

3. Ética: transmitir ensinamentos morais e identificar valores;

4. Espiritual: compreensão de verdades metafísicas e filosóficas;

5. Terapêutica: encontrar nos personagens e situações referências para a vida, além da orientação para compreender o mundo interior e os conflitos.

A obra tem coordenação editorial de Claudine Bernardes, escritora e especialista em Contos e Fábulas Terapêuticas e de Flávia Gama, storyteller e empreendedora.

Potyra fez uma oficina com Claudine ano passado em Navegantes e foi uma das selecionadas para participar do livro. Ela falou sobre sua participação nesta obra e anunciou que em breve haverá um lançamento do livro em Balneário Camboriú. Acompanhe:


Coelhos

“Meu capítulo trabalha auto estima, empoderamento e protagonismo. Meu conto se chama ‘Pé de Coelho’ e ele conta a história de uma família de coelhos. Apesar de parecer um tema infantil, minha oficina é direcionada ao público adulto. Dentro do livro, na divisão dos capítulos existem oficinas para o público infantil, para o público adulto e as que podem ser ministradas para ambos, que é o caso do meu capítulo também”.


Oficina

“Dentro da metodologia da contoexpressão, toda oficina vai ter uma prática sensorial, onde a gente vai juntos trabalhar essa temática a partir do conto e criar, confeccionar alguma coisa que vai ficar para a pessoa participante levar e se lembrar do que viu e aprendeu. Para fazer oficina comigo pode fazer o contato diretamente comigo para que eu possa ministrar para um grupo de pessoas. Pode ser para uma empresa, um grupo de professoras, de mães, grupo de homens e mulheres adultos, enfim um grupo de pessoas que queiram fazer uma atividade diferente, que queiram desenvolver sua educação emocional nesta temática da minha oficina pode me chamar. Mas quem compra o livro também pode ler, estudar os contos e ministrar oficinas, trabalhar em seus grupos”.


Público

“O livro é para todos os públicos, mas especialmente para profissionais da área da educação, professores, terapeutas, psicólogos, coachings, artistas, contadores de histórias, escritores. Esses profissionais também podem aplicar as oficinas com seus grupos”.


A seleção

“Ano passado a Claudine Bernardes, uma catarinense que mora há 15 anos na Espanha, onde trabalha com a metodologia da contoexpressão, veio para o Brasil para ministrar algumas oficinas da contoexpressão, em alguns estados. Em Santa Catarina ela veio a Navegantes e eu fiz essa oficina com ela, um dia inteiro e depois continuamos online a oficina. Eu fui uma das selecionadas em Santa Catarina. Recebi o convite para estar nesse projeto com a participação de várias mulheres, cada uma com um conto inédito e com a construção de uma oficina para trabalhar a educação emocional. Fiquei muito feliz com o convite, gosto muito de escrever, de poder pensar o que as nossas histórias podem contribuir com o mundo, o que nossas palavras, nossos atos, nosso trabalho podem contribuir de forma benéfica para o mundo e para o desenvolvimento humano. Fiquei muito realizada, estamos desde 2018 nesse processo do livro e fiquei mais feliz ainda em poder participar de um livro com várias autoras do país, cada um no seu meio de trabalho e agora pela primeira vez vamos nos encontrar pessoalmente no lançamento em São Paulo”.


Contatos para oficinas com Potyra: (47) 999077482 ou potyraescritora@gmail.com

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade