Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Cultura
Artista Fá Centana inaugura exposição nesta sexta em Balneário Camboriú

Fá Centana e a exposição 'Kákas Minhas'

Quinta, 16/5/2019 10:24.
Divulgação

Publicidade

A artista Fá Centana, gaúcha de Guaporé, que reside há 11 anos em Balneário, lança nesta sexta-feira (17), às 20h, a sua exposição ‘Kákas Minhas’, que reúne dois anos de produções que misturam colagem e pintura. Será na Galeria Útero, que fica no Lote84, na Praia dos Amores.

Fá Centana é filha única, moradora de Balneário, cidade onde acredita que vai ficar até o fim de sua vida. No início, ela desejava ficar por aqui apenas seis meses. Fá não tem formação artística, tampouco circula pelas esferas dos artistas privilegiados com tempo e dinheiro. A artista tem muito orgulho de ganhar o ‘dim-dim’ como faxineira e fica ansiosa fazendo colagens.

Sua primeira exposição aconteceu na Ocupação da Galeria Municipal de Balneário, no segundo semestre de 2018. Na sequência, apresentou algumas obras junto ao itinerário da Transmutare, coletivo de artistas que busca fazer o público refletir sobre restos, lixo e consciência.

A exposição Kákas Minhas, que estará no Lote84, apresenta colagens e pinturas feitas em sua maioria com fundos reutilizados, esmalte e tinta acrílica.

A entrada é gratuita e aberta ao público.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Divulgação

Artista Fá Centana inaugura exposição nesta sexta em Balneário Camboriú

Fá Centana e a exposição 'Kákas Minhas'

Publicidade

Quinta, 16/5/2019 10:24.

A artista Fá Centana, gaúcha de Guaporé, que reside há 11 anos em Balneário, lança nesta sexta-feira (17), às 20h, a sua exposição ‘Kákas Minhas’, que reúne dois anos de produções que misturam colagem e pintura. Será na Galeria Útero, que fica no Lote84, na Praia dos Amores.

Fá Centana é filha única, moradora de Balneário, cidade onde acredita que vai ficar até o fim de sua vida. No início, ela desejava ficar por aqui apenas seis meses. Fá não tem formação artística, tampouco circula pelas esferas dos artistas privilegiados com tempo e dinheiro. A artista tem muito orgulho de ganhar o ‘dim-dim’ como faxineira e fica ansiosa fazendo colagens.

Sua primeira exposição aconteceu na Ocupação da Galeria Municipal de Balneário, no segundo semestre de 2018. Na sequência, apresentou algumas obras junto ao itinerário da Transmutare, coletivo de artistas que busca fazer o público refletir sobre restos, lixo e consciência.

A exposição Kákas Minhas, que estará no Lote84, apresenta colagens e pinturas feitas em sua maioria com fundos reutilizados, esmalte e tinta acrílica.

A entrada é gratuita e aberta ao público.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade