Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Cultura
Proponentes da LIC tem até segunda-feira para entrarem com recurso

Quinta, 27/2/2020 14:18.
Divulgação

Publicidade

A Lei de Incentivo à Cultura (LIC) de Balneário Camboriú está dentro do cronograma. Os proponentes que não tiveram seus projetos aprovados na última lista divulgada têm até segunda-feira (2) para entrarem com recurso. Após isso a comissão julgadora irá avaliar e a lista final será divulgada em cinco dias úteis.

A presidente da Fundação Cultural, Bia Mattar diz que é uma satisfação ver que os proponentes estão cada vez mais habilitados, só sete caíram na habilitação, normalmente eram cerca de 20.

“É o detalhe que faz a diferença. Tivemos projetos aprovados até então em quase todas as áreas, exceto artesanato”, diz.

Bia lembra que desde o ano passado o processo da LIC é feito de forma online, com oito pareceristas contratados e que se reúnem através de vídeos-conferências. Inclusive esse método é referência nacional.

“A LIC é a mais importante das políticas-públicas culturais e estamos bem contentes com o andamento dela”, afirma.

Opiniões dos pareceristas

Maristela Felisbino, parecerista da área de Patrimônio Cultural – “Destaco a importância da realização deste edital em meio ao cenário nacional desfavorável. Em relação ao processo de análise, as propostas das duas áreas que analisei foram bem diversas, e algumas já como desdobramentos de edições anteriores. Especialmente na área de patrimônio cultural, me surpreendi com a demanda de propostas ligadas a continuidade de aspectos e práticas culturais tradicionais da cidade de Balneário Camboriú, que por vezes, tende a ser lembrada apenas pelas atividades turísticas”.

Marcelo Mincarelli, parecerista das áreas de Artes Visuais e Literatura – “Quero destacar o caráter inovador desta comissão ter sido totalmente à distância não só a avaliação dos projetos como a própria plenária de avaliação dos projetos, permitindo que profissionais de renome do Brasil todo possam ter participado, sem ter gerado grandes gastos para a prefeitura e nem para os pareceristas e dizer que esta iniciativa além de ter sido um grande aprendizado para mim está servindo de referência para outros editais em outros estados e municípios brasileiros. Cabe frisar a qualidade das obras artísticas propostas e seus respectivos projetos culturais nos segmentos que eu analisei. Foi difícil ter que escolher os melhores projetos sabendo que havia bons projetos que não foram contemplados mas que também teriam um grande impacto social na região. E agora que a comissão já terminou e que o resultado já foi publicado quero desejar uma boa execução dos projetos tanto por parte da Fundação quanto pelos proponentes e que a arte que será incentivada através deste edital possa chegar e tocar a todos os cidadãos desta linda cidade que é Balneário Camboriú”.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Divulgação

Proponentes da LIC tem até segunda-feira para entrarem com recurso

Publicidade

Quinta, 27/2/2020 14:18.

A Lei de Incentivo à Cultura (LIC) de Balneário Camboriú está dentro do cronograma. Os proponentes que não tiveram seus projetos aprovados na última lista divulgada têm até segunda-feira (2) para entrarem com recurso. Após isso a comissão julgadora irá avaliar e a lista final será divulgada em cinco dias úteis.

A presidente da Fundação Cultural, Bia Mattar diz que é uma satisfação ver que os proponentes estão cada vez mais habilitados, só sete caíram na habilitação, normalmente eram cerca de 20.

“É o detalhe que faz a diferença. Tivemos projetos aprovados até então em quase todas as áreas, exceto artesanato”, diz.

Bia lembra que desde o ano passado o processo da LIC é feito de forma online, com oito pareceristas contratados e que se reúnem através de vídeos-conferências. Inclusive esse método é referência nacional.

“A LIC é a mais importante das políticas-públicas culturais e estamos bem contentes com o andamento dela”, afirma.

Opiniões dos pareceristas

Maristela Felisbino, parecerista da área de Patrimônio Cultural – “Destaco a importância da realização deste edital em meio ao cenário nacional desfavorável. Em relação ao processo de análise, as propostas das duas áreas que analisei foram bem diversas, e algumas já como desdobramentos de edições anteriores. Especialmente na área de patrimônio cultural, me surpreendi com a demanda de propostas ligadas a continuidade de aspectos e práticas culturais tradicionais da cidade de Balneário Camboriú, que por vezes, tende a ser lembrada apenas pelas atividades turísticas”.

Marcelo Mincarelli, parecerista das áreas de Artes Visuais e Literatura – “Quero destacar o caráter inovador desta comissão ter sido totalmente à distância não só a avaliação dos projetos como a própria plenária de avaliação dos projetos, permitindo que profissionais de renome do Brasil todo possam ter participado, sem ter gerado grandes gastos para a prefeitura e nem para os pareceristas e dizer que esta iniciativa além de ter sido um grande aprendizado para mim está servindo de referência para outros editais em outros estados e municípios brasileiros. Cabe frisar a qualidade das obras artísticas propostas e seus respectivos projetos culturais nos segmentos que eu analisei. Foi difícil ter que escolher os melhores projetos sabendo que havia bons projetos que não foram contemplados mas que também teriam um grande impacto social na região. E agora que a comissão já terminou e que o resultado já foi publicado quero desejar uma boa execução dos projetos tanto por parte da Fundação quanto pelos proponentes e que a arte que será incentivada através deste edital possa chegar e tocar a todos os cidadãos desta linda cidade que é Balneário Camboriú”.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade