Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Temer anuncia saque do PIS/Pasep para todos os trabalhadores

Quarta, 13/6/2018 13:01.

GUSTAVO URIBE E GILBERTO YOSHINAGA
BRASÍLIA, DF E SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O presidente Michel Temer anunciou nesta quarta-feira (13) a ampliação do saque do fundo do PIS/Pasep para trabalhadores não aposentados de todas as idades.

As pessoas que trabalharam com carteira assinada entre 1971 e 1988 terão até o dia 28 de setembro para retirar os recursos, seguindo um calendário que será divulgado pelo governo federal.

A expectativa é de que a nova faixa de idade contemple 28 milhões de pessoas com um montante total de cerca de R$ 34 bilhões. O valor liberado representa 0,55% do PIB (Produto Interno Bruto).

O Palácio do Planalto espera que a medida injete R$ 39,5 bilhões na economia.

"Os R$ 39 bilhões que estamos liberando nada mais são do que recursos do próprio trabalhador. O que tratamos de garantir é que esses valores possam ser resgatados por seus verdadeiros donos", disse o presidente.

Segundo ele, a medida tenta trazer um alívio ao orçamento doméstico das famílias brasileiras.

Para trabalhadores da iniciativa privada com direito ao saque, a consulta ao saldo do PIS está liberada no site da Caixa Econômica Federal. Já para os servidores públicos inscritos no Pasep, a consulta pode ser feita no site do Banco do Brasil.

Têm direito ao benefício todos os trabalhadores que foram cadastrados no fundo PIS/Pasep até 4 de outubro de 1988 e que ainda não sacaram o saldo da conta individual de participação, segundo a medida provisória 813 –aprovada no Senado em 28 de maio.

Com a sanção da lei e a assinatura do decreto, a próxima etapa é a divulgação dos calendários de saques.

Trabalhadores da iniciativa privada que tiverem conta-corrente na Caixa, ou servidores correntistas do Banco do Brasil, terão o depósito feito automaticamente. Demais cotistas poderão sacar o dinheiro diretamente nas agências bancárias.

A cota do PIS é um benefício diferente do abono salarial, pago todos os anos a alguns trabalhadores. Quem já sacou a cota na aposentadoria não tem mais direito. 

Saiba como consultar o saldo do PIS

O trabalhador já pode consultar o saldo que tem no PIS na Caixa Econômica Federal.

Para isso, deve acessar o site www.caixa.gov.br/cotaspis e clicar em "Consulte seu saldo", no lado direito da página.

É preciso informar o número de seu PIS, CPF ou NIT (Número de Inscrição do Trabalhador).

Na sequência, é preciso preencher sua data de nascimento, indicar se é aposentado ou não e em seguida clicar em "Não sou um robô" e em "Continuar".

Depois, é preciso cadastrar uma senha para autenticação e informar o número do telefone celular.

O saldo a receber aparecerá na tela. Em seguida, o trabalhador define como quer receber o dinheiro.

No caso dos servidores públicos inscritos no Pasep, a consulta é pelo site do Banco do Brasil.

Têm direito ao benefício todos os trabalhadores que foram cadastrados no fundo PIS/Pasep até 4 de outubro de 1988 e que ainda não sacaram o saldo da conta individual de participação, segundo a medida provisória 813 -aprovada no Senado em 28 de maio.

Com a sanção da lei e a assinatura do decreto, a próxima etapa é a divulgação dos calendários de saques.

Trabalhadores da iniciativa privada que tiverem conta-corrente na Caixa, ou servidores correntistas do Banco do Brasil, terão o depósito feito automaticamente. Demais cotistas poderão sacar o dinheiro diretamente nas agências bancárias.

A cota do PIS é um benefício diferente do abono salarial, pago todos os anos a alguns trabalhadores. Quem já sacou a cota na aposentadoria não tem mais direito.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade


Publicidade


Cidade

Balneário Camboriú adotará entrega voluntária em ponto da prefeitura  


Divulgação

Excelente opção para os micro empreendedores, pequenas empresas e freelancers.


Especial

Festival de música eletrônica reuniu milhares de pessoas na virada do ano, em Rio Negrinho


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Temer anuncia saque do PIS/Pasep para todos os trabalhadores

Quarta, 13/6/2018 13:01.

GUSTAVO URIBE E GILBERTO YOSHINAGA
BRASÍLIA, DF E SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O presidente Michel Temer anunciou nesta quarta-feira (13) a ampliação do saque do fundo do PIS/Pasep para trabalhadores não aposentados de todas as idades.

As pessoas que trabalharam com carteira assinada entre 1971 e 1988 terão até o dia 28 de setembro para retirar os recursos, seguindo um calendário que será divulgado pelo governo federal.

A expectativa é de que a nova faixa de idade contemple 28 milhões de pessoas com um montante total de cerca de R$ 34 bilhões. O valor liberado representa 0,55% do PIB (Produto Interno Bruto).

O Palácio do Planalto espera que a medida injete R$ 39,5 bilhões na economia.

"Os R$ 39 bilhões que estamos liberando nada mais são do que recursos do próprio trabalhador. O que tratamos de garantir é que esses valores possam ser resgatados por seus verdadeiros donos", disse o presidente.

Segundo ele, a medida tenta trazer um alívio ao orçamento doméstico das famílias brasileiras.

Para trabalhadores da iniciativa privada com direito ao saque, a consulta ao saldo do PIS está liberada no site da Caixa Econômica Federal. Já para os servidores públicos inscritos no Pasep, a consulta pode ser feita no site do Banco do Brasil.

Têm direito ao benefício todos os trabalhadores que foram cadastrados no fundo PIS/Pasep até 4 de outubro de 1988 e que ainda não sacaram o saldo da conta individual de participação, segundo a medida provisória 813 –aprovada no Senado em 28 de maio.

Com a sanção da lei e a assinatura do decreto, a próxima etapa é a divulgação dos calendários de saques.

Trabalhadores da iniciativa privada que tiverem conta-corrente na Caixa, ou servidores correntistas do Banco do Brasil, terão o depósito feito automaticamente. Demais cotistas poderão sacar o dinheiro diretamente nas agências bancárias.

A cota do PIS é um benefício diferente do abono salarial, pago todos os anos a alguns trabalhadores. Quem já sacou a cota na aposentadoria não tem mais direito. 

Saiba como consultar o saldo do PIS

O trabalhador já pode consultar o saldo que tem no PIS na Caixa Econômica Federal.

Para isso, deve acessar o site www.caixa.gov.br/cotaspis e clicar em "Consulte seu saldo", no lado direito da página.

É preciso informar o número de seu PIS, CPF ou NIT (Número de Inscrição do Trabalhador).

Na sequência, é preciso preencher sua data de nascimento, indicar se é aposentado ou não e em seguida clicar em "Não sou um robô" e em "Continuar".

Depois, é preciso cadastrar uma senha para autenticação e informar o número do telefone celular.

O saldo a receber aparecerá na tela. Em seguida, o trabalhador define como quer receber o dinheiro.

No caso dos servidores públicos inscritos no Pasep, a consulta é pelo site do Banco do Brasil.

Têm direito ao benefício todos os trabalhadores que foram cadastrados no fundo PIS/Pasep até 4 de outubro de 1988 e que ainda não sacaram o saldo da conta individual de participação, segundo a medida provisória 813 -aprovada no Senado em 28 de maio.

Com a sanção da lei e a assinatura do decreto, a próxima etapa é a divulgação dos calendários de saques.

Trabalhadores da iniciativa privada que tiverem conta-corrente na Caixa, ou servidores correntistas do Banco do Brasil, terão o depósito feito automaticamente. Demais cotistas poderão sacar o dinheiro diretamente nas agências bancárias.

A cota do PIS é um benefício diferente do abono salarial, pago todos os anos a alguns trabalhadores. Quem já sacou a cota na aposentadoria não tem mais direito.

Publicidade

Publicidade