Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Economia
Bolsa fecha na máxima histórica apoiada em movimentação do governo Bolsonaro

Quinta, 1/11/2018 19:29.

Publicidade

TÁSSIA KASTNER(FOLHAPRESS)

A Bolsa brasileira fechou na máxima histórica, neste que é o último pregão da primeira semana após a eleição de Jair Bolsonaro para presidente do país. O exterior positivo e os bons resultados de empresas brasileiras também ajudaram a conduzir o Ibovespa para o recorde. O dólar fechou em leve queda.

No fechamento parcial, o Ibovespa, principal índice acionário do país, avançou 1,06%, a 88.350 pontos. Na máxima do dia, chegou a valer 89.017 pontos.

O mercado financeiro segue otimista com a perspectiva de reformas que devem ser propostas pelo governo Bolsonaro, ainda que nesta quinta o noticiário tenha sido voltado à indicação do juiz Sérgio Moro a ministro da Justiça no novo governo.

Alexandre Espírito Santo, da Órama Investimentos, diz que o mercado trabalhava com um primeiro alvo de 90 mil pontos após a vitória o capitão reformado da Exército.

Nesta quinta, a alta foi motivada por bom desempenho das ações do Bradesco, que avançaram mais de 5%. O segundo maior banco privado do país divulgou resultados do terceiro trimestre, com crescimento de 14% no lucro.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3

Bolsa fecha na máxima histórica apoiada em movimentação do governo Bolsonaro

Publicidade

Quinta, 1/11/2018 19:29.

TÁSSIA KASTNER(FOLHAPRESS)

A Bolsa brasileira fechou na máxima histórica, neste que é o último pregão da primeira semana após a eleição de Jair Bolsonaro para presidente do país. O exterior positivo e os bons resultados de empresas brasileiras também ajudaram a conduzir o Ibovespa para o recorde. O dólar fechou em leve queda.

No fechamento parcial, o Ibovespa, principal índice acionário do país, avançou 1,06%, a 88.350 pontos. Na máxima do dia, chegou a valer 89.017 pontos.

O mercado financeiro segue otimista com a perspectiva de reformas que devem ser propostas pelo governo Bolsonaro, ainda que nesta quinta o noticiário tenha sido voltado à indicação do juiz Sérgio Moro a ministro da Justiça no novo governo.

Alexandre Espírito Santo, da Órama Investimentos, diz que o mercado trabalhava com um primeiro alvo de 90 mil pontos após a vitória o capitão reformado da Exército.

Nesta quinta, a alta foi motivada por bom desempenho das ações do Bradesco, que avançaram mais de 5%. O segundo maior banco privado do país divulgou resultados do terceiro trimestre, com crescimento de 14% no lucro.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade