Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Economia
Preço da cesta básica registra queda de 3,81% em Balneário Camboriú

Pesquisa da Univali foi realizada em dez supermercados da cidade

Quinta, 5/12/2019 16:28.
Reprodução
Manteiga sofreu redução de 18,33%

Publicidade

A Escola de Negócios da Univali implantou a Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos (PNCBA), um levantamento contínuo dos preços de um conjunto de produtos alimentícios considerados essenciais, em Balneário Camboriú há dois meses.

Quem realiza a pesquisa é o curso de Administração (Campus BC), que visitou dez supermercados da cidade, e apresentou uma baixa de 3,81%, passando de R$422,86 em outubro para R$406,76 no mês de novembro.

O professor Jeronimo Luiz Duarte Maia, economista e docente da Escola de Negócios explicou que a queda ocorreu principalmente em função da redução de preço dos seguintes produtos: manteiga (18,33%), tomate (9,71%), feijão preto (4,89%), café (2,73%), batata (1,85%), e banana (1,37%).

Em contrapartida, os pesquisadores chamam a atenção para a elevação do preço da carne, que subiu em média 25,17% em Balneário Camboriú - elevação que ocorreu em todo o país, aliado ao fator de que este produto é o com maior impacto no valor total da cesta básica. Ressalta-se ainda o incremento de mais dois produtos que tiveram alta em seus preços - a farinha de trigo (0,18%) e o óleo de soja (0,05%), sendo que o quilo do pão francês permaneceu inalterado.

No mês de novembro, o custo da cesta básica representou 41,17% em relação ao salário bruto de R$998,00.

Fonte - Assessoria Comunicação/Univali


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Reprodução
Manteiga sofreu redução de 18,33%
Manteiga sofreu redução de 18,33%

Preço da cesta básica registra queda de 3,81% em Balneário Camboriú

Pesquisa da Univali foi realizada em dez supermercados da cidade

Publicidade

Quinta, 5/12/2019 16:28.

A Escola de Negócios da Univali implantou a Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos (PNCBA), um levantamento contínuo dos preços de um conjunto de produtos alimentícios considerados essenciais, em Balneário Camboriú há dois meses.

Quem realiza a pesquisa é o curso de Administração (Campus BC), que visitou dez supermercados da cidade, e apresentou uma baixa de 3,81%, passando de R$422,86 em outubro para R$406,76 no mês de novembro.

O professor Jeronimo Luiz Duarte Maia, economista e docente da Escola de Negócios explicou que a queda ocorreu principalmente em função da redução de preço dos seguintes produtos: manteiga (18,33%), tomate (9,71%), feijão preto (4,89%), café (2,73%), batata (1,85%), e banana (1,37%).

Em contrapartida, os pesquisadores chamam a atenção para a elevação do preço da carne, que subiu em média 25,17% em Balneário Camboriú - elevação que ocorreu em todo o país, aliado ao fator de que este produto é o com maior impacto no valor total da cesta básica. Ressalta-se ainda o incremento de mais dois produtos que tiveram alta em seus preços - a farinha de trigo (0,18%) e o óleo de soja (0,05%), sendo que o quilo do pão francês permaneceu inalterado.

No mês de novembro, o custo da cesta básica representou 41,17% em relação ao salário bruto de R$998,00.

Fonte - Assessoria Comunicação/Univali


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade