Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Estudantes e professores de Oceanografia atuarão em laboratório flutuante

Sexta, 14/12/2018 16:29.

Um grupo de 26 acadêmicos e sete professores de Oceanografia da Univali participarão do Laboratório de Ensino Flutuante Ciências do Mar I (LEF I), do Ministério da Educação (MEC), entre os dias 16 e 20 de dezembro. Em mar aberto o Laboratório navegará em Itajaí e próximo ao município de São Francisco.

Os estudantes utilizarão a bordo diversos tipos de instrumentos específicos para coleta de parâmetros bióticos - relativo a seres vivos -, e abióticos – fatores não vivos que interferem no meio.

Antes do embarque, os acadêmicos participaram de aulas, que contemplaram exposições sobre os objetivos do cruzeiro e o plano de amostragem, tipo de informação quantitativa ou qualitativa, local, número e periodicidade da coleta para obtenção de dados oceanográficos e materiais para análise.

As atividades teórico-práticas abordarão questões relacionadas à meteorologia, salvatagem, navegação, hidroacústica, física da água, química da água, geologia marinha, fito e zooplâncton, organismos bentônicos, observação de aves e mamíferos, e pesca.

A primeira saída será neste domingo (16), às 10h, próximo à empresa Kowalsky, em Itajaí, e retorno agendado para terça-feira, com 13 alunos e três docentes. A outra operação será entre terça e quinta-feira, com 13 acadêmicos e quatro professores. A área estudada pelos pesquisadores está compreendida entre Itajaí, de frente para o Rio Itajaí-Açu para traçar o perfil horizontal, e São Francisco do Sul, a cerca de 100 Km da costa.

Laboratórios flutuantes

O projeto dos laboratórios flutuantes foi idealizado e elaborado pelo Comitê para Formação em nível de Graduação e Pós-graduação em Ciência do Mar (PPGMar), que envolveu os cursos da área e foi submetido ao MEC para aprovação.

O LEF I começou a ser construído em 2014 e foi entregue em novembro de 2017 pelo MEC à Universidade Federal do Rio Grande (Furg), que ficou responsável por administrá-lo, para uso dos cursos de Graduação e Programas de Pós-Graduação em Ciências do Mar da Região Sul. No Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, os cursos de graduação que utilizarão a embarcação serão os cursos de Biologia Marinha, Engenharia de Pesca e Oceanografia.

A organização das operações está sob a Coordenação Gestora Regional ou Comitê Gestor Regional, composta por coordenadores e professores responsáveis pela atividade de embarque dos cursos em Ciências do Mar Região Sul, para definir as responsabilidades de gestão.

O LEF I entrou em atividade em novembro de 2017, e durante 2018 ficou em fase teste na Furg, recebendo adaptações e os equipamentos para operação. No segundo semestre deste ano foi entregue para operação o LEF II à região Norte e dois outros (LEF III e LEF IV) estão em fase de construção.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Cidade

 Prefeitura começará a internar usuários de drogas


Mundo

Um dos principais destinos turísticos do mundo sofre com algas desde 2015


Geral

O cantor Armandinho organiza o festival, que tem entrada gratuita


Política

Derrota do governo é resposta de Maia à queda de Bebianno


Publicidade


Publicidade


Política

Ele aparentemente fez escolhas erradas em seu caminho político 


Divulgação

Excelente opção para os micro empreendedores, pequenas empresas e freelancers.


Policia

Gaúcho comeu no restaurante e não tinha dinheiro para pagar


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Estudantes e professores de Oceanografia atuarão em laboratório flutuante

Sexta, 14/12/2018 16:29.

Um grupo de 26 acadêmicos e sete professores de Oceanografia da Univali participarão do Laboratório de Ensino Flutuante Ciências do Mar I (LEF I), do Ministério da Educação (MEC), entre os dias 16 e 20 de dezembro. Em mar aberto o Laboratório navegará em Itajaí e próximo ao município de São Francisco.

Os estudantes utilizarão a bordo diversos tipos de instrumentos específicos para coleta de parâmetros bióticos - relativo a seres vivos -, e abióticos – fatores não vivos que interferem no meio.

Antes do embarque, os acadêmicos participaram de aulas, que contemplaram exposições sobre os objetivos do cruzeiro e o plano de amostragem, tipo de informação quantitativa ou qualitativa, local, número e periodicidade da coleta para obtenção de dados oceanográficos e materiais para análise.

As atividades teórico-práticas abordarão questões relacionadas à meteorologia, salvatagem, navegação, hidroacústica, física da água, química da água, geologia marinha, fito e zooplâncton, organismos bentônicos, observação de aves e mamíferos, e pesca.

A primeira saída será neste domingo (16), às 10h, próximo à empresa Kowalsky, em Itajaí, e retorno agendado para terça-feira, com 13 alunos e três docentes. A outra operação será entre terça e quinta-feira, com 13 acadêmicos e quatro professores. A área estudada pelos pesquisadores está compreendida entre Itajaí, de frente para o Rio Itajaí-Açu para traçar o perfil horizontal, e São Francisco do Sul, a cerca de 100 Km da costa.

Laboratórios flutuantes

O projeto dos laboratórios flutuantes foi idealizado e elaborado pelo Comitê para Formação em nível de Graduação e Pós-graduação em Ciência do Mar (PPGMar), que envolveu os cursos da área e foi submetido ao MEC para aprovação.

O LEF I começou a ser construído em 2014 e foi entregue em novembro de 2017 pelo MEC à Universidade Federal do Rio Grande (Furg), que ficou responsável por administrá-lo, para uso dos cursos de Graduação e Programas de Pós-Graduação em Ciências do Mar da Região Sul. No Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, os cursos de graduação que utilizarão a embarcação serão os cursos de Biologia Marinha, Engenharia de Pesca e Oceanografia.

A organização das operações está sob a Coordenação Gestora Regional ou Comitê Gestor Regional, composta por coordenadores e professores responsáveis pela atividade de embarque dos cursos em Ciências do Mar Região Sul, para definir as responsabilidades de gestão.

O LEF I entrou em atividade em novembro de 2017, e durante 2018 ficou em fase teste na Furg, recebendo adaptações e os equipamentos para operação. No segundo semestre deste ano foi entregue para operação o LEF II à região Norte e dois outros (LEF III e LEF IV) estão em fase de construção.

Publicidade

Publicidade