Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Secretaria de Educação afirma que trabalha a questão racial o ano todo em BC

Quarta, 21/11/2018 10:41.

A secretária da Educação de Balneário Camboriú Rosângela Percegona Borba disse que o tema racial é trabalhado o ano todo nas escolas da rede pública e não apenas em uma data específica. A afirmação vem em decorrência de matéria publicada nesta terça-feira (20), que dizia que o Dia Nacional da Consciência Negra passou em branco em Balneário Camboriú.

A reportagem procurou um evento público, uma solenidade, uma palestra, uma exposição que lembrasse essa data e a representante da Associação Quilombola Morro do Boi Sueli Leodoro declarou que sem programação em Balneário Camboriú, estava participando das comemorações em Itajaí e Florianópolis.

“A rede desenvolve um trabalho ao longo do ano, desde a educação infantil até o ensino fundamental. Esse tema entra em diferentes discussões em várias disciplinas, acaba sendo um tema interdisciplinar. Pontualmente na terça-feira, Dia da Consciência Negra, foram feitas algumas ações específicas, mas nenhum evento público, nenhuma ação pública. As ações aconteceram dentro das escolas”, resumiu Rosângela.

A gestora do CEM Taquaras, Saly Amaral disse que a escola tem alunos quilombolas e reafirmou que este tema não se prende a uma data, mas a ações que vão acontecendo durante o ano todo como um resgate histórico.

“O Dia da Consciência Negra não é uma data a ser trabalhada isoladamente. Durante o ano letivo o CEM Taquaras fez a interação com a comunidade Quilombola de Balneário Camboriú com costumes e respeito para com as tradições. Entendemos que isto também é inclusão e resgate cultural. Contamos com a presença da Sra. Sueli, representante da comunidade, que veio dividir conosco esses costumes ainda preservados, as origens e a importância histórica. Nossa escola representou a comunidade quilombola na Conferência Nacional Infanto Juvenil pelo Meio Ambiente ficando em 2°lugar no Estado. A nossa escola é representante do quilombo em Balneário Camboriú, então temos todo esse cuidado, esse olhar especial valorizando essa cultura”, disse Saly.

Fotos:

 

Fotos: Divulgação PMBC 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade


Geral

A organização estima a participação de 5 mil fiéis


Geral

 Igreja Luterana, Igreja Matriz Sta Inês, Capela Santa Catarina de Alexandria, Paróquia São Sebastião


Opinião

Por Felipe Gustavo Koch Buttelli


Cidade

As bandeiras voltam a ser hasteadas na temporada


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Secretaria de Educação afirma que trabalha a questão racial o ano todo em BC

Publicidade

Quarta, 21/11/2018 10:41.

A secretária da Educação de Balneário Camboriú Rosângela Percegona Borba disse que o tema racial é trabalhado o ano todo nas escolas da rede pública e não apenas em uma data específica. A afirmação vem em decorrência de matéria publicada nesta terça-feira (20), que dizia que o Dia Nacional da Consciência Negra passou em branco em Balneário Camboriú.

A reportagem procurou um evento público, uma solenidade, uma palestra, uma exposição que lembrasse essa data e a representante da Associação Quilombola Morro do Boi Sueli Leodoro declarou que sem programação em Balneário Camboriú, estava participando das comemorações em Itajaí e Florianópolis.

“A rede desenvolve um trabalho ao longo do ano, desde a educação infantil até o ensino fundamental. Esse tema entra em diferentes discussões em várias disciplinas, acaba sendo um tema interdisciplinar. Pontualmente na terça-feira, Dia da Consciência Negra, foram feitas algumas ações específicas, mas nenhum evento público, nenhuma ação pública. As ações aconteceram dentro das escolas”, resumiu Rosângela.

A gestora do CEM Taquaras, Saly Amaral disse que a escola tem alunos quilombolas e reafirmou que este tema não se prende a uma data, mas a ações que vão acontecendo durante o ano todo como um resgate histórico.

“O Dia da Consciência Negra não é uma data a ser trabalhada isoladamente. Durante o ano letivo o CEM Taquaras fez a interação com a comunidade Quilombola de Balneário Camboriú com costumes e respeito para com as tradições. Entendemos que isto também é inclusão e resgate cultural. Contamos com a presença da Sra. Sueli, representante da comunidade, que veio dividir conosco esses costumes ainda preservados, as origens e a importância histórica. Nossa escola representou a comunidade quilombola na Conferência Nacional Infanto Juvenil pelo Meio Ambiente ficando em 2°lugar no Estado. A nossa escola é representante do quilombo em Balneário Camboriú, então temos todo esse cuidado, esse olhar especial valorizando essa cultura”, disse Saly.

Fotos:

 

Fotos: Divulgação PMBC 

Publicidade

Publicidade