Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Educação: ‘força-tarefa’ vai compensar a falta de professores que esperam resultado do concurso
Divulgação/PMBC
Secretária da Educação espera normalizar em uma semana

Segunda, 4/2/2019 5:36.

Perto de 1800 professores com nível superior refizeram neste domingo a prova seletiva para trabalhar na rede municipal de ensino. Isto porque algumas questões específicas do concurso foram anuladas, porque não constavam do programa, o que gerou reclamações de vários candidatos. A Comissão de Seletivos, a secretaria da Educação e a Promotoria de Justiça decidiram que seria necessário repetir a prova. A Legalle Concursos, responsável pelo Processo Seletivo, foi notificada e realizou a prova ontem (3), na Faculdade Avantis, sem custos ao município.

Nesta segunda-feira (4) deverá ser publicado o gabarito, depois haverá o prazo de recurso e a homologação a partir de segunda-feira (11). As aulas iniciarão na próxima quinta-feira (7).

A secretaria da Educação precisou fazer uma ‘ginástica’ para movimentar a rede municipal sem esses professores na primeira semana.

A secretária da Educação Rosângela Percegona Borba disse ao Página3 que espera estar com ‘tudo funcionando normalmente’ em meados de fevereiro, desde que todos os professores aprovados se apresentem com toda a documentação exigida.

“Fizemos uma força-tarefa, montamos uma estratégia para a educação infantil chamando os professores que trabalharam nos polos de férias e para a educação fundamental buscamos reforço com os professores que trabalham 20h para dobrarem a carga horária até normalizar a situação”, detalhou Rosângela.

Na próxima quarta-feira (6), os professores da rede municipal estarão reunidos para abertura oficial do ano letivo no Clube Ariribá e a secretária vai falar em seu pronunciamento que não era ‘desse jeito’ que ela esperava começar este ano escolar.

“Mas em função do Seletivo, tivemos que escolher a decisão de menor impacto, entre refazer o concurso ou correr o risco de receber uma notificação judicial mais tarde. Achamos então que o menor impacto seria montar essa estratégia emergencial para os primeiros dias. Por isso, pedimos aos professores aprovados que se apresentem com a documentação completa para agilizar o processo”, afirmou a secretária.

Poderão participar

Como no dia 6, abertura do ano letivo no Clube Ariribá, o resultado do seletivo ainda não terá saído, a Educação resolveu abrir possibilidade de inscrição para os candidatos a professor da rede municipal. Eles poderão assistir "A arte da escutatória: a escuta de si, do outro e do mundo", de Anderson Novello e "Autorresponsabilidade e o poder da empatia", por Cesar Tirloni, juntamente com os demais servidores da pasta.

Haverá um encontro de manhã, a partir das 9h e outro à tarde, a partir das 14h. As inscrições para os participantes do seletivo serão feitas no site da prefeitura. O formulário deve ser disponibilizado ainda nesta segunda-feira.

Novas matrículas

É grande a movimentação nas escolas municipais para a matrícula de alunos novos nesta segunda-feira (4), com exceção do CIEP, na Vila Real e da escola Vereador Santa, no centro, que farão o procedimento online.

A secretária da Educação disse que a cada ano aumenta a procura por vagas no sistema municipal de ensino. Em alguns municipios, o Estado assume o fundamental do 6º ao 9º ano. Em outros municípios, como é o caso de Balneário Camboriú, o ensino fundamental é compartilhado.

“Todas as escolas do municipio tem ensino fundamental até o 9º ano, portanto temos 19 escolas municipais e mais as cinco estaduais e ainda assim as vagas são poucas”, explicou a secretária.

O procedimento inicial é obedecer o zoneamento, dando preferência na matrícula para alunos do bairro em que a escola está. Quando não há mais vagas, esse aluno é ‘remanejado’ para outro bairro. Por este motivo um dos documentos exigidos é o atestado da residência do aluno.

Os demais documentos são: CPF/RG dos pais/responsáveis e do aluno; certidão de nascimento somente do aluno; comprovante de escolaridade e atestado de vacinação, emitido por uma Unidade Básica de Saúde.

Essa documentação é exigida tanto para os que fizeram a inscrição online quanto para os demais.

Mais informações: Secretaria de Educação (47) 3363-7144

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Cidade

Serviço de coleta especial será triplicado e permanente em toda a cidade


Geral

É a primeira visita de um alto funcionário do governo Bolsonato à cidade 


Esportes

Organização espera superar os 4.500 participantes da edição anterior.


Brasil

 Desde janeiro o porcentual dos que consideram o governo ótimo ou bom caiu 14 pontos,


Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Educação: ‘força-tarefa’ vai compensar a falta de professores que esperam resultado do concurso

Divulgação/PMBC
Secretária da Educação espera normalizar em uma semana
Secretária da Educação espera normalizar em uma semana

Publicidade

Segunda, 4/2/2019 5:36.

Perto de 1800 professores com nível superior refizeram neste domingo a prova seletiva para trabalhar na rede municipal de ensino. Isto porque algumas questões específicas do concurso foram anuladas, porque não constavam do programa, o que gerou reclamações de vários candidatos. A Comissão de Seletivos, a secretaria da Educação e a Promotoria de Justiça decidiram que seria necessário repetir a prova. A Legalle Concursos, responsável pelo Processo Seletivo, foi notificada e realizou a prova ontem (3), na Faculdade Avantis, sem custos ao município.

Nesta segunda-feira (4) deverá ser publicado o gabarito, depois haverá o prazo de recurso e a homologação a partir de segunda-feira (11). As aulas iniciarão na próxima quinta-feira (7).

A secretaria da Educação precisou fazer uma ‘ginástica’ para movimentar a rede municipal sem esses professores na primeira semana.

A secretária da Educação Rosângela Percegona Borba disse ao Página3 que espera estar com ‘tudo funcionando normalmente’ em meados de fevereiro, desde que todos os professores aprovados se apresentem com toda a documentação exigida.

“Fizemos uma força-tarefa, montamos uma estratégia para a educação infantil chamando os professores que trabalharam nos polos de férias e para a educação fundamental buscamos reforço com os professores que trabalham 20h para dobrarem a carga horária até normalizar a situação”, detalhou Rosângela.

Na próxima quarta-feira (6), os professores da rede municipal estarão reunidos para abertura oficial do ano letivo no Clube Ariribá e a secretária vai falar em seu pronunciamento que não era ‘desse jeito’ que ela esperava começar este ano escolar.

“Mas em função do Seletivo, tivemos que escolher a decisão de menor impacto, entre refazer o concurso ou correr o risco de receber uma notificação judicial mais tarde. Achamos então que o menor impacto seria montar essa estratégia emergencial para os primeiros dias. Por isso, pedimos aos professores aprovados que se apresentem com a documentação completa para agilizar o processo”, afirmou a secretária.

Poderão participar

Como no dia 6, abertura do ano letivo no Clube Ariribá, o resultado do seletivo ainda não terá saído, a Educação resolveu abrir possibilidade de inscrição para os candidatos a professor da rede municipal. Eles poderão assistir "A arte da escutatória: a escuta de si, do outro e do mundo", de Anderson Novello e "Autorresponsabilidade e o poder da empatia", por Cesar Tirloni, juntamente com os demais servidores da pasta.

Haverá um encontro de manhã, a partir das 9h e outro à tarde, a partir das 14h. As inscrições para os participantes do seletivo serão feitas no site da prefeitura. O formulário deve ser disponibilizado ainda nesta segunda-feira.

Novas matrículas

É grande a movimentação nas escolas municipais para a matrícula de alunos novos nesta segunda-feira (4), com exceção do CIEP, na Vila Real e da escola Vereador Santa, no centro, que farão o procedimento online.

A secretária da Educação disse que a cada ano aumenta a procura por vagas no sistema municipal de ensino. Em alguns municipios, o Estado assume o fundamental do 6º ao 9º ano. Em outros municípios, como é o caso de Balneário Camboriú, o ensino fundamental é compartilhado.

“Todas as escolas do municipio tem ensino fundamental até o 9º ano, portanto temos 19 escolas municipais e mais as cinco estaduais e ainda assim as vagas são poucas”, explicou a secretária.

O procedimento inicial é obedecer o zoneamento, dando preferência na matrícula para alunos do bairro em que a escola está. Quando não há mais vagas, esse aluno é ‘remanejado’ para outro bairro. Por este motivo um dos documentos exigidos é o atestado da residência do aluno.

Os demais documentos são: CPF/RG dos pais/responsáveis e do aluno; certidão de nascimento somente do aluno; comprovante de escolaridade e atestado de vacinação, emitido por uma Unidade Básica de Saúde.

Essa documentação é exigida tanto para os que fizeram a inscrição online quanto para os demais.

Mais informações: Secretaria de Educação (47) 3363-7144

 

Publicidade

Publicidade