Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Alunos de escola de tecnologia de Itajaí apresentam projetos digitais neste sábado

Sexta, 12/7/2019 17:50.

Jovens de sete a 16 anos vão mostrar seus protótipos de robótica, aplicativos de celular ou jogos que prometem facilitar questões cotidianas, no evento ‘Programadores do Futuro’, neste sábado (13), no Centro de Itajaí. O momento é planejado para os alunos mostrarem na prática o que aprenderam no curso regular de programação e robótica da escola codeBuddy.

Boné e bengala para cegos que detectam quando um objeto ou obstáculo está próximo; casa inteligente; varal eletrônico; cortina automática; carrinho limpador; games educativos incentivando a preservação do meio ambiente, entre outras boas ideias. Estas são algumas das invenções de crianças e adolescentes da escola de tecnologia codeBuddy, de Itajaí.

Ao fim de mais um semestre, novas criações se juntam aos exemplos que mostram como o uso das ferramentas tecnológicas pode causar impactos positivos, desenvolver diversas habilidades e facilitar a vida de muitas pessoas. Aproximadamente 100 alunos vão apresentar projetos como esses, para uma plateia de colegas, professores, familiares e outros interessados, na primeira edição do ‘Programadores do Futuro’.

Os alunos usaram a tecnologia para solucionar questões que afetam o dia a dia de todos, relacionadas a áreas como saúde, meio ambiente, educação, segurança, negócios, entre outras, executando suas ideias em projetos concretos. Após meses aprendendo como utilizar a tecnologia de forma produtiva por meio da programação e robótica, as crianças e adolescentes foram incentivados a desenvolver – ao longo de cinco semanas – um projeto de acordo com o módulo que estão cursando na codeBuddy, inseridos em uma de três categorias: aplicativos de celular, protótipos de robótica ou games. É o terceiro semestre em que a escola incentiva essas produções, chamadas de “Projeto X”.

Será uma oportunidade de treinar a defesa de ideias e de mostrar todo o empenho que tiveram. Além de acompanhar e orientar durante todos os processos, os professores preparam os alunos para se apresentarem no formato de pitch de negócios, em um palco equipado com projetor e iluminação, ou expondo os projetos em computadores e outras instalações dispostas no local do evento. Os projetos que forem eleitos como os destaques de cada categoria, selecionados por votação de um júri técnico, vão garantir prêmios como um mini-drone ou kits tecnológicos. Haverá entrega de certificados para todos que se apresentarem e para aqueles que concluíram algum dos módulos do curso de programação da escola codeBuddy.

Para todos que quiserem conferir, a entrada é gratuita, mediante a entrega de 2kg de alimento não-perecível, que será doado para o Centro Vovó Biquinha, instituição que atua na educação inclusiva de crianças em Itajaí. O evento será a partir de 14h30, na rua Almirante Tamandaré, 114, no Centro.

Saiba mais

Em um curso regular da codeBuddy, os jovens a partir de sete anos experimentam um universo de conhecimento dividido em cinco módulos: o da lógica e da matemática, no qual aprendem a programar; dos games, com ferramentas profissionais como GameMaker e Unity; dos aplicativos de celular; da robótica ou “maker” e da web, para criar sites de internet. Além disso, há um curso de curta-duração para ‘aguçar’ o gosto pela tecnologia nos mais novos, dos cinco aos sete anos, e oficinas temáticas nas férias escolares com muitos games e robótica. Por meio de atividades ao longo do curso, os alunos podem ganhar experiência em desenvolver projetos, trabalhar em equipe, ter mais autonomia, capacidade de resolver problemas, senso crítico, concentração, interesse pelo conhecimento e visão empreendedora. 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Alunos de escola de tecnologia de Itajaí apresentam projetos digitais neste sábado

Publicidade

Sexta, 12/7/2019 17:50.

Jovens de sete a 16 anos vão mostrar seus protótipos de robótica, aplicativos de celular ou jogos que prometem facilitar questões cotidianas, no evento ‘Programadores do Futuro’, neste sábado (13), no Centro de Itajaí. O momento é planejado para os alunos mostrarem na prática o que aprenderam no curso regular de programação e robótica da escola codeBuddy.

Boné e bengala para cegos que detectam quando um objeto ou obstáculo está próximo; casa inteligente; varal eletrônico; cortina automática; carrinho limpador; games educativos incentivando a preservação do meio ambiente, entre outras boas ideias. Estas são algumas das invenções de crianças e adolescentes da escola de tecnologia codeBuddy, de Itajaí.

Ao fim de mais um semestre, novas criações se juntam aos exemplos que mostram como o uso das ferramentas tecnológicas pode causar impactos positivos, desenvolver diversas habilidades e facilitar a vida de muitas pessoas. Aproximadamente 100 alunos vão apresentar projetos como esses, para uma plateia de colegas, professores, familiares e outros interessados, na primeira edição do ‘Programadores do Futuro’.

Os alunos usaram a tecnologia para solucionar questões que afetam o dia a dia de todos, relacionadas a áreas como saúde, meio ambiente, educação, segurança, negócios, entre outras, executando suas ideias em projetos concretos. Após meses aprendendo como utilizar a tecnologia de forma produtiva por meio da programação e robótica, as crianças e adolescentes foram incentivados a desenvolver – ao longo de cinco semanas – um projeto de acordo com o módulo que estão cursando na codeBuddy, inseridos em uma de três categorias: aplicativos de celular, protótipos de robótica ou games. É o terceiro semestre em que a escola incentiva essas produções, chamadas de “Projeto X”.

Será uma oportunidade de treinar a defesa de ideias e de mostrar todo o empenho que tiveram. Além de acompanhar e orientar durante todos os processos, os professores preparam os alunos para se apresentarem no formato de pitch de negócios, em um palco equipado com projetor e iluminação, ou expondo os projetos em computadores e outras instalações dispostas no local do evento. Os projetos que forem eleitos como os destaques de cada categoria, selecionados por votação de um júri técnico, vão garantir prêmios como um mini-drone ou kits tecnológicos. Haverá entrega de certificados para todos que se apresentarem e para aqueles que concluíram algum dos módulos do curso de programação da escola codeBuddy.

Para todos que quiserem conferir, a entrada é gratuita, mediante a entrega de 2kg de alimento não-perecível, que será doado para o Centro Vovó Biquinha, instituição que atua na educação inclusiva de crianças em Itajaí. O evento será a partir de 14h30, na rua Almirante Tamandaré, 114, no Centro.

Saiba mais

Em um curso regular da codeBuddy, os jovens a partir de sete anos experimentam um universo de conhecimento dividido em cinco módulos: o da lógica e da matemática, no qual aprendem a programar; dos games, com ferramentas profissionais como GameMaker e Unity; dos aplicativos de celular; da robótica ou “maker” e da web, para criar sites de internet. Além disso, há um curso de curta-duração para ‘aguçar’ o gosto pela tecnologia nos mais novos, dos cinco aos sete anos, e oficinas temáticas nas férias escolares com muitos games e robótica. Por meio de atividades ao longo do curso, os alunos podem ganhar experiência em desenvolver projetos, trabalhar em equipe, ter mais autonomia, capacidade de resolver problemas, senso crítico, concentração, interesse pelo conhecimento e visão empreendedora. 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade