Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Educação
‘Jovem Doutor’ terá mais um polo de estudo esse ano

Sexta, 21/2/2020 16:07.
Divulgação

Publicidade

No próximo dia 6, terminam as inscrições para a terceira edição do projeto Jovem Doutor, uma parceria entre a secretaria de Educação, Conselho Municipal Antidrogas (COMAD) e a Universidade de São Paulo (USP). A novidade é que este ano abrirá um novo polo, no Caic Ayrton Senna, que atenderá alunos daquela escola e do Tomaz Francisco Garcia.

Os dois polos que atenderam nos dois primeiros anos são o Presidente Médici (para alunos daquela escola, do Antônio Lúcio e do Ariribá) e o Dona Lili (para estudantes daquela escola e do Alfredo Domingos da Silva). Se houver vagas o projeto atenderá também para estudantes do CEM Taquaras e CEM Nova Esperança.

As matrículas são para alunos do 8º ano de colégios municipais. O objetivo do projeto se baseia na medicina do futuro, onde se visa mais a prevenção do que o tratamento. “Ao contrário do que o próprio nome sugere, o Jovem Doutor não significa a formação de um jovem médico, mas a formação de um jovem com um bom conhecimento em algum assunto específico para ajudar as comunidades, e, consequentemente, também atuando no exercício da cidadania e autocuidado”, explica o professor articulador do projeto, Ricardo de Pauli.

O projeto

Criatividade, tecnologia, ciência e saúde. Esses são os quatro eixos que norteiam o Projeto Jovem Doutor, criado pela Universidade de São Paulo (USP) e que agora é desenvolvido em Balneário Camboriú, a primeira cidade do estado a participar das aulas. A iniciativa utiliza recursos de Telemedicina e educação a distância para trabalhar temas de saúde e qualidade de vida, estimular a mentalidade cidadã e promover a iniciação científica por meio do desenvolvimento do espírito de curiosidade.

Informações - secretaria de Educação (47) 3363-7144


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Divulgação

‘Jovem Doutor’ terá mais um polo de estudo esse ano

Publicidade

Sexta, 21/2/2020 16:07.

No próximo dia 6, terminam as inscrições para a terceira edição do projeto Jovem Doutor, uma parceria entre a secretaria de Educação, Conselho Municipal Antidrogas (COMAD) e a Universidade de São Paulo (USP). A novidade é que este ano abrirá um novo polo, no Caic Ayrton Senna, que atenderá alunos daquela escola e do Tomaz Francisco Garcia.

Os dois polos que atenderam nos dois primeiros anos são o Presidente Médici (para alunos daquela escola, do Antônio Lúcio e do Ariribá) e o Dona Lili (para estudantes daquela escola e do Alfredo Domingos da Silva). Se houver vagas o projeto atenderá também para estudantes do CEM Taquaras e CEM Nova Esperança.

As matrículas são para alunos do 8º ano de colégios municipais. O objetivo do projeto se baseia na medicina do futuro, onde se visa mais a prevenção do que o tratamento. “Ao contrário do que o próprio nome sugere, o Jovem Doutor não significa a formação de um jovem médico, mas a formação de um jovem com um bom conhecimento em algum assunto específico para ajudar as comunidades, e, consequentemente, também atuando no exercício da cidadania e autocuidado”, explica o professor articulador do projeto, Ricardo de Pauli.

O projeto

Criatividade, tecnologia, ciência e saúde. Esses são os quatro eixos que norteiam o Projeto Jovem Doutor, criado pela Universidade de São Paulo (USP) e que agora é desenvolvido em Balneário Camboriú, a primeira cidade do estado a participar das aulas. A iniciativa utiliza recursos de Telemedicina e educação a distância para trabalhar temas de saúde e qualidade de vida, estimular a mentalidade cidadã e promover a iniciação científica por meio do desenvolvimento do espírito de curiosidade.

Informações - secretaria de Educação (47) 3363-7144


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade