Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

'Haddad será Lula para milhares de brasileiros', afirma campanha petista

Quinta, 13/9/2018 9:19.

GÉSSICA BRANDINO
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - No primeiro programa eleitoral de rádio após a alteração na chapa presidencial do PT, transmitido nesta quinta-feira (13), o partido busca fundir Lula e Haddad e fazer a transferência de votos do ex-presidente para seu substituto na corrida eleitoral.

O programa começa contestando a decisão que barrou a candidatura do petista, dizendo que decisão da ONU foi contrariada e que os tribunais impediram que o povo votasse livremente.

Um trecho da carta escrita por Lula e lida na terça-feira (11) no ato em que Fernando Haddad foi oficializado como candidato, em Curitiba, é lida para os eleitores. Nela, Lula afirma que agora seu nome é Haddad.

"Se querem calar a nossa voz, estão muito enganados. Continuamos vivos no coração e na memória do povo. E o nosso nome agora é Fernando Haddad. Quero pedir de coração a todos que votariam em mim, que votem no Haddad para presidente. Já somos milhões de Lulas e de hoje em diante, Haddad será Lula para milhares de brasileiros", diz.

Na sequência, após um jingle que diz que "a injustiça não vai parar o sonho", o novo presidenciável afirma que todos receberam uma missão do presidente. "Não é hora de baixar a cabeça e voltar para casa. É hora de sair para as ruas de cabeça erguida e ganhar a eleição", afirma.

O programa entoa "vem com Haddad, vem com o Lula", mas não faz menção a nova vice da chapa, a deputada estadual no Rio Grande do Sul Manuela D'Ávila. 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Geral

20 são em uma lojas de fast food Burguer King  


Justiça

Acusado diz que falará primeiro com seu advogado antes de se manifestar. Ele foi penalizado com advertência.


Cidade

Esta é uma das últimas etapas para obtenção da Bandeira Azul


Cidade

Lei municipal que favorecia os consumidores foi derrubada pelo Supremo 


Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

'Haddad será Lula para milhares de brasileiros', afirma campanha petista

GÉSSICA BRANDINO
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - No primeiro programa eleitoral de rádio após a alteração na chapa presidencial do PT, transmitido nesta quinta-feira (13), o partido busca fundir Lula e Haddad e fazer a transferência de votos do ex-presidente para seu substituto na corrida eleitoral.

O programa começa contestando a decisão que barrou a candidatura do petista, dizendo que decisão da ONU foi contrariada e que os tribunais impediram que o povo votasse livremente.

Um trecho da carta escrita por Lula e lida na terça-feira (11) no ato em que Fernando Haddad foi oficializado como candidato, em Curitiba, é lida para os eleitores. Nela, Lula afirma que agora seu nome é Haddad.

"Se querem calar a nossa voz, estão muito enganados. Continuamos vivos no coração e na memória do povo. E o nosso nome agora é Fernando Haddad. Quero pedir de coração a todos que votariam em mim, que votem no Haddad para presidente. Já somos milhões de Lulas e de hoje em diante, Haddad será Lula para milhares de brasileiros", diz.

Na sequência, após um jingle que diz que "a injustiça não vai parar o sonho", o novo presidenciável afirma que todos receberam uma missão do presidente. "Não é hora de baixar a cabeça e voltar para casa. É hora de sair para as ruas de cabeça erguida e ganhar a eleição", afirma.

O programa entoa "vem com Haddad, vem com o Lula", mas não faz menção a nova vice da chapa, a deputada estadual no Rio Grande do Sul Manuela D'Ávila. 

Publicidade

Publicidade