Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Eleições
As detalhadas propostas da professora Marisa Zanoni à vereança em Balneário Camboriú

#CandidatosBC

Sexta, 16/10/2020 10:18.

Publicidade

APRESENTAÇÃO

Quem é Marisa Zanoni - 13456

Eu sou uma mulher como tantas outras, inquieta e com múltiplos papeis. Mãe, filha, esposa, irmã, tia, professora...

Adoro estudar, ler, escrever, cozinhar, debater, ajudar ao próximo e dar aulas.

Há quem diga que tenho uma visão romântica da vida em sociedade, mas sou uma mulher que não é indiferente ao outro e as injustiças.

Uma criança, uma mãe, um pai, um jovem, um idoso passando necessidade não é normal. Não pode ser tolerado.

Vim do extremo oeste catarinense da cidade de Descanso. Minhas raízes são solidas porque aprendi desde cedo, no local onde cresci, conviver e valorizar a solidariedade.

Conheci meu marido em 1987 e viemos juntos para Balneário Camboriú, em 1.993 com objetivo de ampliar nossos estudos.

Aqui nessa cidade fui professora no Colégio João Goulart, trabalhei com as crianças pequenas – centralidade na minha formação e estudos como como Pedagoga, Mestre e Doutora em Educação. Atualmente sou professora da UNIVALI. A sala de aula sempre esteve muito presente na minha vida, seja nos meus próprios estudos, seja na minha profissão.

Sou uma mulher que está em constante construção e movimento. Sou gente que se preocupa com gente. Não há pauta maior do que aquelas que assegurem a nossa existência plena, a nossa sustentabilidade. Assim, me sinto convocada a contribuir ativamente das decisões políticas da nossa cidade.

Forte abraço com o convite para estarmos juntos e juntas nessa caminhada!

A VOZ FEMININA

Em 56 anos a nossa cidade elegeu mais de 100 homens e apenas 10 mulheres vereadoras.

Ninguém pode falar por nós, como nós. Ser mulher é ocupar espaços de poder. Vamos fazer valer nossa participação na sociedade para não continuarmos sentindo na pele a falta de políticas públicas para nós mulheres.

Propostas:

 Fiscalizar os serviços de saúde e proteção das mulheres e dos seus filhos

 Propor legislação que assegure a produção de diagnóstico da violência contra a mulher

 propor e fiscalizar os serviços de transporte urbano, quanto a infraestrutura, as rotas, frequência e paradas de ônibus, com a flexibilização dos locais de paradas nos horários noturnos, para as mulheres, pessoas com deficiência e idosos.

 Propor ações para a criação e implementação do “Selo Empresa amiga da Mulher” – para empresas do município que possibilitem a licença a maternidade estendida e amamentação no local de trabalho.


A VOZ DA EDUCAÇÃO

Você que é mãe, que é pai, avó avô, sabe o quanto é importante ter uma vaga na creche, ter uma escola de qualidade para compartilhar o cuidado e a educação dos filhos, dos seus netos, das nossas crianças e jovens.

Você que é professor, professora sabe o quanto é importante a infraestrutura das escolas, o acesso as tecnologias, a carreira docente, aos programas de formação continuada para que o trabalho e a escola sejam de qualidade.

Eu sou professora há 33 anos e conheço de perto a realidade educacional. Como vereadora atuei ativamente para fiscalizar e propor mudanças no sistema educativo. Legislei com seriedade e propondo a Democratização da Educação, produzi relatórios com dados de cada escola, diagnosticando pontos positivos e as necessidades para que o poder público pudesse investir com foco.

Propostas:

 Fiscalizar a fila única para matriculas de bebês e crianças até 3 anos, assegurando direito a vaga na creche.

 Propor jornada integral de atendimento para as crianças a partir dos 4 anos - as crianças devem ter prioridade no orçamento da cidade.

 Ampliar e fomentar o debate sobre o ensino fundamental em período integral.

 Acompanhar a implementação das metas do Plano Municipal de Educação, os índices de desenvolvimento da educação básica - IDEB, a valorização dos profissionais, contribuindo na busca de soluções.

 A Educação Especial precisa ter uma rede de atendimento na perspectiva de assegurar a integração de serviços e uma educação inclusiva para todos os alunos.

 Acompanhar os investimentos na educação, pois a pandemia revelou e acentuou as desigualdades sociais, o que demanda a fiscalização e proposições sobre a infraestrutura, o número de alunos por salas, os investimentos nas tecnologias e na diversificação dos tempos e propostas educativas.

A VOZ DA ARTE E DA CULTURA

Arte e Cultura são eixos estruturantes da nossa humanidade e desde últimas conferências de Cultura envolvem três dimensões: simbólica, cidadã e econômica.

Essa pandemia revelou o quanto os Artistas são invisibilisados na nossa cidade. Há necessidade de investimentos na produção cultural de modo claro e amplo, pois os produtores e os produtos culturais geram efeitos que, entre outras questões, fortalecem os vínculos de sociabilidade e identidade, criam lazer e bem-estar, contribuem com a educação e com o desenvolvimento econômico em geral.

Propostas:

 Propor e apoiar ações para a descentralização da Arte e a Cultura alcançando todos os pontos da cidade.

 Fiscalizar o cumprimento do Plano Municipal de Cultura.

 Promover espaços de discussão e fomento a economia criativa.

 Compromisso com o diálogo, com a escuta de artista e produtores locais que precisam de espaço de fala, de produção e de apresentação.

 Propor a ampliação e diversificação dos editais de cultura, incentivando o resgate da identidade e cultura dos povos do mar, da cultura tradicional da nossa região e cidade.

A VOZ DA CIDADE E DO CIDADÃO

A cidade é um espaço público onde moramos, estudamos trabalhamos, nos locomovemos. É um espaço em que deveríamos ter raízes e nos sentirmos pertencentes. No entanto, isso não é assim para todas as pessoas. Dentro do território da nossa cidade há pessoas com mais ou menos acesso à direitos, mais ou menos sentimento de pertencimento.

Propostas:

 Fomentar uma maior participação social com a formação de conselhos, conselheiros e fóruns permanentes da sociedade civil.

 Fiscalizar a ocupação dos espaços públicos, assegurando a equidade e direitos de todos.

 Fiscalizar a destinação de recursos e de equipamentos de cultura, trabalho, renda básica, educação, segurança, saúde, para populações de baixa renda e em situação e vulnerabilidade.

 Ser voz ativa na defesa de um desenho urbano sustentável e de políticas públicas que assegurem investimentos para redução da violência, das desigualdades de gênero, etnia e condição social.

 Fiscalizar e propor a destinação de recursos financeiros municipais que fortaleçam a intersetorialidade, como estratégia de gestão, em especial, com os Direitos Humanos, visando a garantia de direitos e proteção social às mulheres, pessoas com deficiência, população LGBTTQI+, comunidades tradicionais, quilombolas, pescadores e marisqueiros, migrantes, pessoas idosas, população em situação de rua.

* Texto e imagem fornecidos pelo candidato. Divulgação gratuita. Se você é candidato em Balneário Camboriú, envie seu material para divulgação gratuita, através do Whatsapp +55 47 99209 3819.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3

As detalhadas propostas da professora Marisa Zanoni à vereança em Balneário Camboriú

#CandidatosBC

Publicidade

Sexta, 16/10/2020 10:18.

APRESENTAÇÃO

Quem é Marisa Zanoni - 13456

Eu sou uma mulher como tantas outras, inquieta e com múltiplos papeis. Mãe, filha, esposa, irmã, tia, professora...

Adoro estudar, ler, escrever, cozinhar, debater, ajudar ao próximo e dar aulas.

Há quem diga que tenho uma visão romântica da vida em sociedade, mas sou uma mulher que não é indiferente ao outro e as injustiças.

Uma criança, uma mãe, um pai, um jovem, um idoso passando necessidade não é normal. Não pode ser tolerado.

Vim do extremo oeste catarinense da cidade de Descanso. Minhas raízes são solidas porque aprendi desde cedo, no local onde cresci, conviver e valorizar a solidariedade.

Conheci meu marido em 1987 e viemos juntos para Balneário Camboriú, em 1.993 com objetivo de ampliar nossos estudos.

Aqui nessa cidade fui professora no Colégio João Goulart, trabalhei com as crianças pequenas – centralidade na minha formação e estudos como como Pedagoga, Mestre e Doutora em Educação. Atualmente sou professora da UNIVALI. A sala de aula sempre esteve muito presente na minha vida, seja nos meus próprios estudos, seja na minha profissão.

Sou uma mulher que está em constante construção e movimento. Sou gente que se preocupa com gente. Não há pauta maior do que aquelas que assegurem a nossa existência plena, a nossa sustentabilidade. Assim, me sinto convocada a contribuir ativamente das decisões políticas da nossa cidade.

Forte abraço com o convite para estarmos juntos e juntas nessa caminhada!

A VOZ FEMININA

Em 56 anos a nossa cidade elegeu mais de 100 homens e apenas 10 mulheres vereadoras.

Ninguém pode falar por nós, como nós. Ser mulher é ocupar espaços de poder. Vamos fazer valer nossa participação na sociedade para não continuarmos sentindo na pele a falta de políticas públicas para nós mulheres.

Propostas:

 Fiscalizar os serviços de saúde e proteção das mulheres e dos seus filhos

 Propor legislação que assegure a produção de diagnóstico da violência contra a mulher

 propor e fiscalizar os serviços de transporte urbano, quanto a infraestrutura, as rotas, frequência e paradas de ônibus, com a flexibilização dos locais de paradas nos horários noturnos, para as mulheres, pessoas com deficiência e idosos.

 Propor ações para a criação e implementação do “Selo Empresa amiga da Mulher” – para empresas do município que possibilitem a licença a maternidade estendida e amamentação no local de trabalho.


A VOZ DA EDUCAÇÃO

Você que é mãe, que é pai, avó avô, sabe o quanto é importante ter uma vaga na creche, ter uma escola de qualidade para compartilhar o cuidado e a educação dos filhos, dos seus netos, das nossas crianças e jovens.

Você que é professor, professora sabe o quanto é importante a infraestrutura das escolas, o acesso as tecnologias, a carreira docente, aos programas de formação continuada para que o trabalho e a escola sejam de qualidade.

Eu sou professora há 33 anos e conheço de perto a realidade educacional. Como vereadora atuei ativamente para fiscalizar e propor mudanças no sistema educativo. Legislei com seriedade e propondo a Democratização da Educação, produzi relatórios com dados de cada escola, diagnosticando pontos positivos e as necessidades para que o poder público pudesse investir com foco.

Propostas:

 Fiscalizar a fila única para matriculas de bebês e crianças até 3 anos, assegurando direito a vaga na creche.

 Propor jornada integral de atendimento para as crianças a partir dos 4 anos - as crianças devem ter prioridade no orçamento da cidade.

 Ampliar e fomentar o debate sobre o ensino fundamental em período integral.

 Acompanhar a implementação das metas do Plano Municipal de Educação, os índices de desenvolvimento da educação básica - IDEB, a valorização dos profissionais, contribuindo na busca de soluções.

 A Educação Especial precisa ter uma rede de atendimento na perspectiva de assegurar a integração de serviços e uma educação inclusiva para todos os alunos.

 Acompanhar os investimentos na educação, pois a pandemia revelou e acentuou as desigualdades sociais, o que demanda a fiscalização e proposições sobre a infraestrutura, o número de alunos por salas, os investimentos nas tecnologias e na diversificação dos tempos e propostas educativas.

A VOZ DA ARTE E DA CULTURA

Arte e Cultura são eixos estruturantes da nossa humanidade e desde últimas conferências de Cultura envolvem três dimensões: simbólica, cidadã e econômica.

Essa pandemia revelou o quanto os Artistas são invisibilisados na nossa cidade. Há necessidade de investimentos na produção cultural de modo claro e amplo, pois os produtores e os produtos culturais geram efeitos que, entre outras questões, fortalecem os vínculos de sociabilidade e identidade, criam lazer e bem-estar, contribuem com a educação e com o desenvolvimento econômico em geral.

Propostas:

 Propor e apoiar ações para a descentralização da Arte e a Cultura alcançando todos os pontos da cidade.

 Fiscalizar o cumprimento do Plano Municipal de Cultura.

 Promover espaços de discussão e fomento a economia criativa.

 Compromisso com o diálogo, com a escuta de artista e produtores locais que precisam de espaço de fala, de produção e de apresentação.

 Propor a ampliação e diversificação dos editais de cultura, incentivando o resgate da identidade e cultura dos povos do mar, da cultura tradicional da nossa região e cidade.

A VOZ DA CIDADE E DO CIDADÃO

A cidade é um espaço público onde moramos, estudamos trabalhamos, nos locomovemos. É um espaço em que deveríamos ter raízes e nos sentirmos pertencentes. No entanto, isso não é assim para todas as pessoas. Dentro do território da nossa cidade há pessoas com mais ou menos acesso à direitos, mais ou menos sentimento de pertencimento.

Propostas:

 Fomentar uma maior participação social com a formação de conselhos, conselheiros e fóruns permanentes da sociedade civil.

 Fiscalizar a ocupação dos espaços públicos, assegurando a equidade e direitos de todos.

 Fiscalizar a destinação de recursos e de equipamentos de cultura, trabalho, renda básica, educação, segurança, saúde, para populações de baixa renda e em situação e vulnerabilidade.

 Ser voz ativa na defesa de um desenho urbano sustentável e de políticas públicas que assegurem investimentos para redução da violência, das desigualdades de gênero, etnia e condição social.

 Fiscalizar e propor a destinação de recursos financeiros municipais que fortaleçam a intersetorialidade, como estratégia de gestão, em especial, com os Direitos Humanos, visando a garantia de direitos e proteção social às mulheres, pessoas com deficiência, população LGBTTQI+, comunidades tradicionais, quilombolas, pescadores e marisqueiros, migrantes, pessoas idosas, população em situação de rua.

* Texto e imagem fornecidos pelo candidato. Divulgação gratuita. Se você é candidato em Balneário Camboriú, envie seu material para divulgação gratuita, através do Whatsapp +55 47 99209 3819.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade