- Publicidade -
- Publicidade -
17.3 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Datafolha: entre mulheres, Lula vence Bolsonaro em todas as faixas salariais

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) possui vantagem entre as mulheres na disputa com o presidente Jair Bolsonaro (PL) e vence em todas em todas as faixas salariais abordadas entre o eleitorado feminino, aponta a mais recente pesquisa Datafolha divulgada semana passada.

Na pesquisa espontânea, entre pessoas com renda de até dois salários mínimos, Lula lidera com 40 pontos ante 14 de Bolsonaro. Na faixa de 2 a 5 salários mínimos, o petista vence entre as mulheres por 32% a 23%. O público feminino com renda superior a 5 salários mínimos garantiria a vitória de Lula por 36 a 28 pontos porcentuais.

- Publicidade -

Já na estimulada, quando os nomes dos candidatos são apresentados, a vantagem de Lula aumenta. Entre as mulheres com renda igual ou inferior a 2 salários mínimos, o petista vence por 54% a 20%; na faixa de 2 a 5 salários, leva 41% dos votos contra 27% de Bolsonaro; na parcela com ganhos superiores a 5 salários, vence novamente por 41% a 29%.

Em um eventual segundo turno entre os candidatos, Lula venceria entre as mulheres por 67% a 24% na faixa de renda mais baixa (maior vantagem observada na pesquisa), por 55% a 35% no grupo que recebe entre 2 e 5 salários e por 51% a 36% na parcela com vencimentos acima de 5 salários.

No quesito rejeição (não votaria de jeito nenhum), o petista é repelido por 25% das mulheres com renda de até 2 salários, por 37% daquelas que recebem entre 2 e 5 salários e por 41% das que ganham mais de 5 salários. Do lado de Bolsonaro, essa rejeição é de 60% entre as mulheres mais pobres e de 56% tanto no grupo intermediário quanto naquele em que elas recebem mais.

Também foram as mulheres que pior avaliaram o governo e que disseram não confiar no que diz o presidente: 50% das que recebem até 2 salários classificaram o governo como ruim ou péssimo, acompanhadas por 54% daquelas que recebem entre 2 e 5 salários e por 43% das que ganham mais de 5.

- Publicidade -

No quesito confiabilidade, 60% das mulheres com renda inferior a 2 salários mínimos afirmaram que não confiam no que diz Jair Bolsonaro, seguidas por 58% das que recebem entre 2 e 5 salários e 59% das que ganham mais de 5.

Pesquisa Datafolha ouviu 2.556 pessoas com 16 anos ou mais nos dias 25 e 26 de maio em 181 cidades brasileiras. Margem de erro: 2 pontos porcentuais para mais ou para menos (geral); 4 (grupo até dois salários); 5 (grupo de dois a cinco salários); 7 (homens do grupo acima de cinco salários); 10 (mulheres do grupo acima de cinco salários). O levantamento está registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-05166/2022.

- Publicidade -
spot_imgspot_img
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
%d blogueiros gostam disto: