Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Equilíbrio
Associação de Ciclismo quer estimular ciclofaixas em todos os bairros

A recém implantada na Vila Real é o melhor exemplo

Sexta, 17/8/2018 18:29.
Henrique Wendhausen

Publicidade

O presidente da Associação de Ciclismo de Balneário Camboriú e Camboriú (ACBC) Henrique Wendhausen visitou esta semana a recém implantada ciclofaixa da Vila Real, que está funcionando dentro do sistema binário e agora quer incentivar a implantação em outros bairros da cidade.

“Ela está complementando o sistema, é importante a ciclofaixa em ruas acalmadas, onde a velocidade é 30km, o que gera segurança tanto para ciclistas como para pedestres”, disse.

Ele percorreu o roteiro das duas ruas que receberam a ciclofaixa (Dom Daniel com Dom Felipe) e destacou a sinalização de ‘primeiro mundo’.

“Não basta só o tapete vermelho, precisa da sinalização vertical e horizontal para informar os motoristas sobre atenção aos ciclistas e pedestres”, disse.

O presidente da associação acredita que ela vai influenciar positivamente nas escolas próximas, no caso, a Armando Cezar Ghislandi, estimulando mais crianças a pedalar.

A diretora da escola Sandra Benedetti disse que ainda não sentiu essa diferença, muitos alunos vão a pé ou de carro e alguns de bicicleta, mas ela acredita que a ciclofaixa pode sim mudar esse cenário.

“Já temos pais que vem pedalando com seus filhos até a escola e acredito que a tendência é aumentar esse número”, disse.

Exemplo

Um dos comerciantes mais conhecidos da Vila Real, Láercio de Souza, da Panificadora Jaqueline, disse que a ciclofaixa é o primeiro passo para melhorar a mobilidade urbana.

“Com certeza teremos daqui pra frente bons frutos. fazendo com que as pessoas criem o hábito de cada vez mais usarem as bicicletas como um meio de locomoção. Mas para isso precisamos criar mecanismo oferecendo total segurança e com ciclovias com qualidade. A Vila Real vem sendo um bairro exemplo. O poder público tem investido e com esta ciclofaixa oferece condições mais seguras para pedalar. Esperamos também que o setor responsável por nossas calçadas e passeios também olhe pelos bairros de nossa cidade, criando ações que contribuam para que a população se sinta prazerosa em caminhar ou pedalar por toda a cidade”, disse Laércio.

Stravas

O engenheiro Adalberto Bär mora na Vila Real há 12 anos e há seis anos adotou a bicicleta como seu meio principal de transporte, seja para trabalho, lazer ou atividade física.

“Desde que comecei a pedalar tive por capricho registrar todos os pedais. Distância total pedalada 31.300,1km, destes 80% dentro da cidade; pedaladas, 886; maior pedalada, 411,8km”, conta ele.

Como a maioria dos ciclistas, ele ‘controla’ as pedaladas pelo aplicativo Stravas e através dele, já constatou que depois da implantação da ciclofaixa houve um fluxo intenso, mostrando também que em outras ruas, por exemplo na Araquari, divisa com o Municipios, também seria importante implantar uma ciclofaixa.

“Hoje tem bastante na cidade, mas o que falta é fazer as interligações entre elas”, disse Adalberto.

Com sua experiência vem constatando que os moradores da cidade já estão respeitando mais as ciclofaixas, mas os turistas ainda não.

“Seria interessante avisar nas entradas da cidade com outdoor, banners ou entregando panfletos dizendo que Balneário Camboriú é cidade amiga do ciclista, orientando sobre as ciclofaixas, o que seria educado e simpático”, sugeriu o engenheiro ciclista.

Nos Amores

Foto: Celso Peixoto

A prefeitura iniciou nesta semana a instalação de 600m de ciclofaixa na Avenida Rui Barbosa, na Praia dos Amores, descida da Estrada da Rainha, entre as ruas Sérgio Milet e Carlos Drummond de Andrade. Para isso, as vagas de estacionamento foram retiradas.

Segundo o diretor de Trânsito, Carlos Santi, a novidade faz parte da ampliação da malha cicloviária dentro do Plano Municipal de Mobilidade Urbana.

O plano da prefeitura, é no futuro, implantar ciclofaixa na Carlos Drummond, que ligará Balneário ao município de Itajaí.

Também para o futuro, a administração estuda implantação de faixa para ciclistasno Bairro da Barra e na Interpraias, até a Praia de Laranjeiras.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3
Henrique Wendhausen

Associação de Ciclismo quer estimular ciclofaixas em todos os bairros

A recém implantada na Vila Real é o melhor exemplo

Publicidade

Sexta, 17/8/2018 18:29.

O presidente da Associação de Ciclismo de Balneário Camboriú e Camboriú (ACBC) Henrique Wendhausen visitou esta semana a recém implantada ciclofaixa da Vila Real, que está funcionando dentro do sistema binário e agora quer incentivar a implantação em outros bairros da cidade.

“Ela está complementando o sistema, é importante a ciclofaixa em ruas acalmadas, onde a velocidade é 30km, o que gera segurança tanto para ciclistas como para pedestres”, disse.

Ele percorreu o roteiro das duas ruas que receberam a ciclofaixa (Dom Daniel com Dom Felipe) e destacou a sinalização de ‘primeiro mundo’.

“Não basta só o tapete vermelho, precisa da sinalização vertical e horizontal para informar os motoristas sobre atenção aos ciclistas e pedestres”, disse.

O presidente da associação acredita que ela vai influenciar positivamente nas escolas próximas, no caso, a Armando Cezar Ghislandi, estimulando mais crianças a pedalar.

A diretora da escola Sandra Benedetti disse que ainda não sentiu essa diferença, muitos alunos vão a pé ou de carro e alguns de bicicleta, mas ela acredita que a ciclofaixa pode sim mudar esse cenário.

“Já temos pais que vem pedalando com seus filhos até a escola e acredito que a tendência é aumentar esse número”, disse.

Exemplo

Um dos comerciantes mais conhecidos da Vila Real, Láercio de Souza, da Panificadora Jaqueline, disse que a ciclofaixa é o primeiro passo para melhorar a mobilidade urbana.

“Com certeza teremos daqui pra frente bons frutos. fazendo com que as pessoas criem o hábito de cada vez mais usarem as bicicletas como um meio de locomoção. Mas para isso precisamos criar mecanismo oferecendo total segurança e com ciclovias com qualidade. A Vila Real vem sendo um bairro exemplo. O poder público tem investido e com esta ciclofaixa oferece condições mais seguras para pedalar. Esperamos também que o setor responsável por nossas calçadas e passeios também olhe pelos bairros de nossa cidade, criando ações que contribuam para que a população se sinta prazerosa em caminhar ou pedalar por toda a cidade”, disse Laércio.

Stravas

O engenheiro Adalberto Bär mora na Vila Real há 12 anos e há seis anos adotou a bicicleta como seu meio principal de transporte, seja para trabalho, lazer ou atividade física.

“Desde que comecei a pedalar tive por capricho registrar todos os pedais. Distância total pedalada 31.300,1km, destes 80% dentro da cidade; pedaladas, 886; maior pedalada, 411,8km”, conta ele.

Como a maioria dos ciclistas, ele ‘controla’ as pedaladas pelo aplicativo Stravas e através dele, já constatou que depois da implantação da ciclofaixa houve um fluxo intenso, mostrando também que em outras ruas, por exemplo na Araquari, divisa com o Municipios, também seria importante implantar uma ciclofaixa.

“Hoje tem bastante na cidade, mas o que falta é fazer as interligações entre elas”, disse Adalberto.

Com sua experiência vem constatando que os moradores da cidade já estão respeitando mais as ciclofaixas, mas os turistas ainda não.

“Seria interessante avisar nas entradas da cidade com outdoor, banners ou entregando panfletos dizendo que Balneário Camboriú é cidade amiga do ciclista, orientando sobre as ciclofaixas, o que seria educado e simpático”, sugeriu o engenheiro ciclista.

Nos Amores

Foto: Celso Peixoto

A prefeitura iniciou nesta semana a instalação de 600m de ciclofaixa na Avenida Rui Barbosa, na Praia dos Amores, descida da Estrada da Rainha, entre as ruas Sérgio Milet e Carlos Drummond de Andrade. Para isso, as vagas de estacionamento foram retiradas.

Segundo o diretor de Trânsito, Carlos Santi, a novidade faz parte da ampliação da malha cicloviária dentro do Plano Municipal de Mobilidade Urbana.

O plano da prefeitura, é no futuro, implantar ciclofaixa na Carlos Drummond, que ligará Balneário ao município de Itajaí.

Também para o futuro, a administração estuda implantação de faixa para ciclistasno Bairro da Barra e na Interpraias, até a Praia de Laranjeiras.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade