Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Equilíbrio
14 pinguins mortos foram recolhidos de praias de Balneário Camboriú

Quinta, 13/9/2018 11:35.
Guarda Municipal

Publicidade

Na manhã desta quinta-feira (13), por volta de 5h, a Central de Operações 153 recebeu informações sobre pinguins mortos encontrados nas praias da região de Balneário Camboriú. O Grupo de Proteção Ambiental (GPA) da Guarda Municipal foi acionado para averiguar a situação.

Em buscas pela Praia Central, foram encontrados seis pinguins-de-magalhães mortos. Outra guarnição do GPA realizava buscas por outras praias e encontrou outros seis pinguins da mesma espécie na Praia de Taquaras e dois na Praia do Pinho, totalizando 14 animais mortos.

Os animais foram recolhidos pelo GPA para serem entregues ao Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS), gerido pela Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI) e é responsável por coordenar as atividades de uma rede de instituições que realizam resgates, atendimentos veterinários e reabilitações de aves, tartarugas, baleias e golfinhos.

Segundo o GPA, essas espécies fogem do hemisfério sul devido as baixas temperaturas do inverno e procuram por águas mais quentes, chegando ao litoral catarinense.

A principal suspeita está relacionada à pesca ilegal com redes fixas em alto mar, como por exemplo as redes feiticeiras. Os animais ficam presos na rede e morrem afogados, sendo jogados de volta ao mar após os pescadores ilegais recolherem a rede.

Fonte: PMBC


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3
Guarda Municipal

14 pinguins mortos foram recolhidos de praias de Balneário Camboriú

Publicidade

Quinta, 13/9/2018 11:35.

Na manhã desta quinta-feira (13), por volta de 5h, a Central de Operações 153 recebeu informações sobre pinguins mortos encontrados nas praias da região de Balneário Camboriú. O Grupo de Proteção Ambiental (GPA) da Guarda Municipal foi acionado para averiguar a situação.

Em buscas pela Praia Central, foram encontrados seis pinguins-de-magalhães mortos. Outra guarnição do GPA realizava buscas por outras praias e encontrou outros seis pinguins da mesma espécie na Praia de Taquaras e dois na Praia do Pinho, totalizando 14 animais mortos.

Os animais foram recolhidos pelo GPA para serem entregues ao Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS), gerido pela Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI) e é responsável por coordenar as atividades de uma rede de instituições que realizam resgates, atendimentos veterinários e reabilitações de aves, tartarugas, baleias e golfinhos.

Segundo o GPA, essas espécies fogem do hemisfério sul devido as baixas temperaturas do inverno e procuram por águas mais quentes, chegando ao litoral catarinense.

A principal suspeita está relacionada à pesca ilegal com redes fixas em alto mar, como por exemplo as redes feiticeiras. Os animais ficam presos na rede e morrem afogados, sendo jogados de volta ao mar após os pescadores ilegais recolherem a rede.

Fonte: PMBC


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade