Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Balneário Camboriú terá Semana Lixo Zero em outubro
O slogan Lixo Zero vai estar presente nas reportagens sobre o tema ao longo do próximo mês

Terça, 25/9/2018 8:29.

Com o tema “Lixo Zero é uma atitude cidadã”, Balneário Camboriú prepara-se para a quinta edição da Semana Lixo Zero, entre 19 e 28 de outubro. Mais de 50 cidades brasileiras preocupadas com o grave problema, que é de cada cidadão, também farão atividades que buscam a conscientização coletiva.

O jornal Página3 publicou em sua primeira edição, que circulou em 27 de julho de 1991, que o lixo é um dos mais graves problemas de Balneário Camboriú (e do Brasil) e exige soluções imediatas.

Até hoje continuamos depositando nossos resíduos no aterro da Canhanduba, nada menos do que 175 toneladas todos os dias e pagamos caro por isso. Há mais de duas décadas Balneário Camboriú implantou a coleta seletiva que além de continuar tímida não estimula, porque a usina de reciclagem está funcionando aos trancos e barrancos.

A Semana do Lixo Zero, organizada por voluntários locais em parceria com o Instituto Lixo Zero (ILZ), é uma luz no túnel e por acreditar nisso, o Página3 será parceiro desta quinta edição, publicando reportagens sobre esta realidade e mostrando o que estamos fazendo para deixar o problema menos grave.

A palavra do presidente do ILZ

O presidente do Instituto Rodrigo Sabatini argumenta que a ideia vai muito além de levar as pessoas a pensar no problema.

“É mostrar para a sociedade que os recursos públicos usados para gestão e encaminhamento de resíduos podem ser investidos em saúde, educação ou infraestrutura. Além disso, o investimento em compostagem de resíduos orgânicos e em reciclagem gera emprego e renda. Hoje, cada um de nós gasta mais de R$ 100 por ano com coleta e destinação do lixo. Se transformarmos isto em escolas, são mais de 10 mil escolas jogadas no lixo, literalmente. Ou 20 mil postos de saúde, 15 universidades federais, 15 mil quilômetros de estradas, por exemplo. Isto por ano, todos os anos. Em resumo, estamos jogando melhorias para as cidades no lixo”, afirma Sabatini.

Em Balneário

A comissão organizadora da Semana Lixo Zero quer superar o número de ações que realizou ano passado. Desde que o evento foi criado em Balneário, mais de 300 ações foram realizadas.

A biomédica e Mestre em Ciência de Alimentos Lívia Garcia Prado, faz parte da comissão organizadora desta quinta edição e diz que as expectativas são boas.

“Contaremos com mais de 200 voluntários e temos a expectativa de que mais de 1500 pessoas participem diretamente. Este ano diversos setores estão envolvidos, como por exemplo os de turismo e alimentação. Dentre as ações que serão realizadas, estão exposições de diferentes artistas, oficinas, palestras, limpeza das praias e também a participação das escolas do município com atividades de educação ambiental”, declarou Lívia.

Comitê Lixo Zero BC-Camboriú

Formar o Comitê de Gestão de Resíduos Sólidos - Comitê Lixo Zero BC-Camboriú, nos moldes do Comitê do Rio Camboriú será uma das novidades desta quinta edição da Semana Lixo Zero. A ação foi proposta pelo Ecossistema Cidades Criativas.

Anderson Beluzzo, membro da Comissão de Urbanismo e Meio Ambiente da OAB/BC e da ‘Cuidadoria do #Ecoossistema Cidades Criativas’ disse que a iniciativa pode render frutos.

“O Comitê pode contribuir para que diversos atores tenham um fórum comum para reflexão e proposições e conhecimento da realidade. Ou seja, será uma governança que promova a liberdade e a sustentabilidade, portanto, uma governança chamada de ‘quádrupla hélice’, porque envolverá a questão social; emprendedores associativos, colaborativos, solidários, criativos e inovadores; orgãos governamentais e instituições educacionais.

Beluzzo disse que a Comissão de Urbanismo e Meio Ambiente fará a orientação jurídica e destacou o advogado Gilmar Pedro Capelari, presidente do Comitê Camboriú, que se colocou à disposição para colaborar na formação do novo comitê.

Na próxima quinta-feira (27), às 19h, acontece um chamamento para discutir e aprovar o edital, na sede da Acibalc e no primeiro dia de outubro será publicado o edital com prazo de 15 dias úteis.

No dia 26 de outubro, às 19h, na Câmara Municipal, acontece o Fórum do Comitê Lixo Zero BC - Camboriú com a eleição dos membros inscritos para compor o mesmo.

No dia 31 de outubro, 19h, novamente no Legislativo vai acontecer a solenidade de posse dos membros do comitê. Tudo é aberto ao público.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Esportes

Cidade sediará a decisão do Brasileiro Juvenil Feminino e da Liga SC


Educação

Estudantes que pretendem ser professores tiveram desempenho abaixo da média no Pisa


Esportes

E tem chance de mais medalhas neste domingo  


Esportes


Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Balneário Camboriú terá Semana Lixo Zero em outubro

O slogan Lixo Zero vai estar presente nas reportagens sobre o tema ao longo do próximo mês
O slogan Lixo Zero vai estar presente nas reportagens sobre o tema ao longo do próximo mês
Terça, 25/9/2018 8:29.

Com o tema “Lixo Zero é uma atitude cidadã”, Balneário Camboriú prepara-se para a quinta edição da Semana Lixo Zero, entre 19 e 28 de outubro. Mais de 50 cidades brasileiras preocupadas com o grave problema, que é de cada cidadão, também farão atividades que buscam a conscientização coletiva.

O jornal Página3 publicou em sua primeira edição, que circulou em 27 de julho de 1991, que o lixo é um dos mais graves problemas de Balneário Camboriú (e do Brasil) e exige soluções imediatas.

Até hoje continuamos depositando nossos resíduos no aterro da Canhanduba, nada menos do que 175 toneladas todos os dias e pagamos caro por isso. Há mais de duas décadas Balneário Camboriú implantou a coleta seletiva que além de continuar tímida não estimula, porque a usina de reciclagem está funcionando aos trancos e barrancos.

A Semana do Lixo Zero, organizada por voluntários locais em parceria com o Instituto Lixo Zero (ILZ), é uma luz no túnel e por acreditar nisso, o Página3 será parceiro desta quinta edição, publicando reportagens sobre esta realidade e mostrando o que estamos fazendo para deixar o problema menos grave.

A palavra do presidente do ILZ

O presidente do Instituto Rodrigo Sabatini argumenta que a ideia vai muito além de levar as pessoas a pensar no problema.

“É mostrar para a sociedade que os recursos públicos usados para gestão e encaminhamento de resíduos podem ser investidos em saúde, educação ou infraestrutura. Além disso, o investimento em compostagem de resíduos orgânicos e em reciclagem gera emprego e renda. Hoje, cada um de nós gasta mais de R$ 100 por ano com coleta e destinação do lixo. Se transformarmos isto em escolas, são mais de 10 mil escolas jogadas no lixo, literalmente. Ou 20 mil postos de saúde, 15 universidades federais, 15 mil quilômetros de estradas, por exemplo. Isto por ano, todos os anos. Em resumo, estamos jogando melhorias para as cidades no lixo”, afirma Sabatini.

Em Balneário

A comissão organizadora da Semana Lixo Zero quer superar o número de ações que realizou ano passado. Desde que o evento foi criado em Balneário, mais de 300 ações foram realizadas.

A biomédica e Mestre em Ciência de Alimentos Lívia Garcia Prado, faz parte da comissão organizadora desta quinta edição e diz que as expectativas são boas.

“Contaremos com mais de 200 voluntários e temos a expectativa de que mais de 1500 pessoas participem diretamente. Este ano diversos setores estão envolvidos, como por exemplo os de turismo e alimentação. Dentre as ações que serão realizadas, estão exposições de diferentes artistas, oficinas, palestras, limpeza das praias e também a participação das escolas do município com atividades de educação ambiental”, declarou Lívia.

Comitê Lixo Zero BC-Camboriú

Formar o Comitê de Gestão de Resíduos Sólidos - Comitê Lixo Zero BC-Camboriú, nos moldes do Comitê do Rio Camboriú será uma das novidades desta quinta edição da Semana Lixo Zero. A ação foi proposta pelo Ecossistema Cidades Criativas.

Anderson Beluzzo, membro da Comissão de Urbanismo e Meio Ambiente da OAB/BC e da ‘Cuidadoria do #Ecoossistema Cidades Criativas’ disse que a iniciativa pode render frutos.

“O Comitê pode contribuir para que diversos atores tenham um fórum comum para reflexão e proposições e conhecimento da realidade. Ou seja, será uma governança que promova a liberdade e a sustentabilidade, portanto, uma governança chamada de ‘quádrupla hélice’, porque envolverá a questão social; emprendedores associativos, colaborativos, solidários, criativos e inovadores; orgãos governamentais e instituições educacionais.

Beluzzo disse que a Comissão de Urbanismo e Meio Ambiente fará a orientação jurídica e destacou o advogado Gilmar Pedro Capelari, presidente do Comitê Camboriú, que se colocou à disposição para colaborar na formação do novo comitê.

Na próxima quinta-feira (27), às 19h, acontece um chamamento para discutir e aprovar o edital, na sede da Acibalc e no primeiro dia de outubro será publicado o edital com prazo de 15 dias úteis.

No dia 26 de outubro, às 19h, na Câmara Municipal, acontece o Fórum do Comitê Lixo Zero BC - Camboriú com a eleição dos membros inscritos para compor o mesmo.

No dia 31 de outubro, 19h, novamente no Legislativo vai acontecer a solenidade de posse dos membros do comitê. Tudo é aberto ao público.

Publicidade

Publicidade