Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Especial
Novo líder da igreja luterana Martin Luther realiza seu primeiro culto neste domingo

Pastor Eloir conversou com a reportagem do Página3 e contou sobre esse momento

Sexta, 5/6/2020 9:36.
Divulgação
Pastor Eloir Ponath

Publicidade

O pastor Eloir Carlos Ponath, 42, natural do Espírito Santo, que assumiu as funções pastorais na comunidade luterana Martin Luther, no início deste mês, realizará seu primeiro culto, de forma remota, neste domingo (7). Ele substitui o Pastor Valdim Utech que liderou a comunidade por quase três décadas e, no final de fevereiro, encerrou suas atividades em Balneário Camboriú. Hoje reside em Blumenau.

A Igreja Evangélica de Confissão Luterana do Brasil (IECLB) seguiu desde o início da Pandemia todas as orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e até hoje vem mantendo o distanciamento social. Todas as atividades são realizadas de forma remota. O Sínodo Vale do Itajaí, ao qual pertence Balneário Camboriú, mantém a suspensão de todas as atividades em princípio até 30 de junho, para nova avaliação da situação.

O presidente Carlos Haacke, a vice Ademilde Prochnow e o tesoureiro Lino Franzoi apresentaram o Pastor na gravação do primeiro culto.

A chegada do novo pastor estava programada para início de maio, mas por causa da Pandemia, devido à dificuldade com viagem, mudança e reforma da casa pastoral em Balneário Camboriú, atrasou-se em um mês este processo. De março até final de maio, a comunidade foi atendida pelo Pastor Daniel Kreidlow, de Pomerode.

Esta semana, Pastor Eloir conversou com a reportagem do Página3 e contou sobre esse momento, diferente e até assustador para fazer mudanças, sem comunidade presencial na despedida e nem na chegada, o que chamou de ‘clima estranho’ e também sobre a importância da tecnologia porque é através dela que o trabalho está continuando. Acompanhe:

Uma nova experiência

“Não foi fácil para nós, como família, com crianças, mudar de casa, de paróquia e de Estado em meio a uma crise de saúde pública mundial. Muitas são as preocupações: viagem, cuidados para não ser contaminados, escola, chegada, etc. Sem contar o estranho clima de sair de uma paróquia sem poder reunir a comunidade para um momento de despedida, bem como chegar à nova paróquia sem poder se encontrar com a comunidade. Chega a ser assustador! Mas, passando por tudo isso, temos visto muitas e lindas manifestações de carinho, tanto da Comunidade de Balneário Camboriú, que nos acolhe, quanto de Domingos Martins, de onde viemos. As mídias e os meios de comunicação têm sido nosso elo de comunicação e aproximação”, disse Pastor Eloir ao Página3.

Novos desafios

“Vejo que como igreja tivemos que aprender a usar muitos caminhos que até já existiam, mas que não estavam sendo aproveitados. Os desafios de chegar até as pessoas em tempos de isolamento e afastamento social nos levam a interagir virtualmente. E isso nos traz seus percalços! De repente, precisamos aprender a dominar tecnologias que antes não pareciam necessárias. Nada substitui, no entanto, o contato pessoal e comunitário. A fé cristã nos ensina e nos motiva a viver em comunhão e contato físico. Passada esta época, queremos e devemos nos encontrar e nos abraçar!”, segue.

O Culto do Abraço

“Por isso, neste primeiro culto que transmitiremos de forma online pelas redes sociais domingo(7), lanço um desafio: tão logo for possível nos encontrarmos sem necessidade de máscaras e distanciamento, queremos celebrar o Culto do Abraço, onde conclamo a todas as pessoas a virem na celebração e marcar a união, a fé, a comunhão, o abraço entre irmãos e irmãs em Cristo”, convidou Pastor Eloir.


Histórico

Nascido em 12 de maio de 1978, em São Gabriel da Palha/ES, filho de pais agricultores, Eloir formou-se “Bacharel em Teologia” pela “Faculdades EST”, na cidade gaúcha de São Leopoldo, em junho de 2002. Durante o curso, fez estágio de oito meses em 2000 em Assis/SP, além de trabalho em funções pastorais em Gramado/RS, por três meses, em 2001. Após a formatura, ingressou no Período Prático de Habilitação ao Ministério Pastoral, sendo enviado para Espigão do Oeste/RO, de 2002 a 2003.

Em 2003 assumiu como pastor a Paróquia em São João de Laranja da Terra/ES, onde conheceu a esposa, Raulinda Keppe Siebert Ponath. Casou em 5 de fevereiro de 2005. O casal tem dois filhos: Alice, 10, nascida em Santa Teresa/ES e Lucas, 5, nascido em Blumenau.

Depois da Paróquia de São João de Laranja da Terra/ES, foi eleito para atuar na Paróquia de Blumenau Centro. Mais tarde assumiu a Paróquia de Domingos Martins/ES, de onde saiu para assumir as atividades pastorais em Balneário Camboriú.


O primeiro culto do Pastor Eloir será transmitido pelo Youtube, no canal “IECLB – Igreja Luterana Balneário Camboriú”, estando disponível a partir das 6h da manhã.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Divulgação
Pastor Eloir Ponath
Pastor Eloir Ponath

Novo líder da igreja luterana Martin Luther realiza seu primeiro culto neste domingo

Pastor Eloir conversou com a reportagem do Página3 e contou sobre esse momento

Publicidade

Sexta, 5/6/2020 9:36.

O pastor Eloir Carlos Ponath, 42, natural do Espírito Santo, que assumiu as funções pastorais na comunidade luterana Martin Luther, no início deste mês, realizará seu primeiro culto, de forma remota, neste domingo (7). Ele substitui o Pastor Valdim Utech que liderou a comunidade por quase três décadas e, no final de fevereiro, encerrou suas atividades em Balneário Camboriú. Hoje reside em Blumenau.

A Igreja Evangélica de Confissão Luterana do Brasil (IECLB) seguiu desde o início da Pandemia todas as orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e até hoje vem mantendo o distanciamento social. Todas as atividades são realizadas de forma remota. O Sínodo Vale do Itajaí, ao qual pertence Balneário Camboriú, mantém a suspensão de todas as atividades em princípio até 30 de junho, para nova avaliação da situação.

O presidente Carlos Haacke, a vice Ademilde Prochnow e o tesoureiro Lino Franzoi apresentaram o Pastor na gravação do primeiro culto.

A chegada do novo pastor estava programada para início de maio, mas por causa da Pandemia, devido à dificuldade com viagem, mudança e reforma da casa pastoral em Balneário Camboriú, atrasou-se em um mês este processo. De março até final de maio, a comunidade foi atendida pelo Pastor Daniel Kreidlow, de Pomerode.

Esta semana, Pastor Eloir conversou com a reportagem do Página3 e contou sobre esse momento, diferente e até assustador para fazer mudanças, sem comunidade presencial na despedida e nem na chegada, o que chamou de ‘clima estranho’ e também sobre a importância da tecnologia porque é através dela que o trabalho está continuando. Acompanhe:

Uma nova experiência

“Não foi fácil para nós, como família, com crianças, mudar de casa, de paróquia e de Estado em meio a uma crise de saúde pública mundial. Muitas são as preocupações: viagem, cuidados para não ser contaminados, escola, chegada, etc. Sem contar o estranho clima de sair de uma paróquia sem poder reunir a comunidade para um momento de despedida, bem como chegar à nova paróquia sem poder se encontrar com a comunidade. Chega a ser assustador! Mas, passando por tudo isso, temos visto muitas e lindas manifestações de carinho, tanto da Comunidade de Balneário Camboriú, que nos acolhe, quanto de Domingos Martins, de onde viemos. As mídias e os meios de comunicação têm sido nosso elo de comunicação e aproximação”, disse Pastor Eloir ao Página3.

Novos desafios

“Vejo que como igreja tivemos que aprender a usar muitos caminhos que até já existiam, mas que não estavam sendo aproveitados. Os desafios de chegar até as pessoas em tempos de isolamento e afastamento social nos levam a interagir virtualmente. E isso nos traz seus percalços! De repente, precisamos aprender a dominar tecnologias que antes não pareciam necessárias. Nada substitui, no entanto, o contato pessoal e comunitário. A fé cristã nos ensina e nos motiva a viver em comunhão e contato físico. Passada esta época, queremos e devemos nos encontrar e nos abraçar!”, segue.

O Culto do Abraço

“Por isso, neste primeiro culto que transmitiremos de forma online pelas redes sociais domingo(7), lanço um desafio: tão logo for possível nos encontrarmos sem necessidade de máscaras e distanciamento, queremos celebrar o Culto do Abraço, onde conclamo a todas as pessoas a virem na celebração e marcar a união, a fé, a comunhão, o abraço entre irmãos e irmãs em Cristo”, convidou Pastor Eloir.


Histórico

Nascido em 12 de maio de 1978, em São Gabriel da Palha/ES, filho de pais agricultores, Eloir formou-se “Bacharel em Teologia” pela “Faculdades EST”, na cidade gaúcha de São Leopoldo, em junho de 2002. Durante o curso, fez estágio de oito meses em 2000 em Assis/SP, além de trabalho em funções pastorais em Gramado/RS, por três meses, em 2001. Após a formatura, ingressou no Período Prático de Habilitação ao Ministério Pastoral, sendo enviado para Espigão do Oeste/RO, de 2002 a 2003.

Em 2003 assumiu como pastor a Paróquia em São João de Laranja da Terra/ES, onde conheceu a esposa, Raulinda Keppe Siebert Ponath. Casou em 5 de fevereiro de 2005. O casal tem dois filhos: Alice, 10, nascida em Santa Teresa/ES e Lucas, 5, nascido em Blumenau.

Depois da Paróquia de São João de Laranja da Terra/ES, foi eleito para atuar na Paróquia de Blumenau Centro. Mais tarde assumiu a Paróquia de Domingos Martins/ES, de onde saiu para assumir as atividades pastorais em Balneário Camboriú.


O primeiro culto do Pastor Eloir será transmitido pelo Youtube, no canal “IECLB – Igreja Luterana Balneário Camboriú”, estando disponível a partir das 6h da manhã.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade