- Publicidade -
- Publicidade -
24.4 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Atletas de Balneário Camboriú foram destaque em Campeonato Catarinense de Patinação Artística

O grupo de patinação artística do Projeto Oficinas, de Balneário Camboriú, foi destaque no Campeonato Catarinense da modalidade, que aconteceu em Itapema. As crianças e adolescentes se esforçam dentro do esporte e vêm conquistando espaço, mas precisam de mais suporte do governo municipal, com estrutura e também para conseguirem continuar competindo.

A professora do grupo é Luana Nogaroli, formada em Educação Física pela Univali e ex-atleta de patinação artística – ela possui mais de 25 anos de experiência na área, é Técnica da Federação Catarinense de Patinação Artística Artística – FCPA e Técnica confederada da Confederação Brasileira de Hóquei e Patinação – CBHP – por conta desses títulos ela pode levar os alunos competirem até mesmo internacionalmente. Mas, para isso acontecer, é preciso um suporte maior.

Bianca e Bárbara (Divulgação/Arquivo Pessoal)

Foi relatado ao Página 3 pela pedagoga Fernanda Sabará, que é mãe da aluna Isabel, que há meses o grupo luta para poder treinar no ginásio do CIEP Rodesindo Pavan, mas o local ainda não foi liberado para a comunidade – o que deve acontecer na próxima semana. 

- Publicidade -

Durante boa parte deste ano os alunos treinaram em uma sala pequena e ainda sem o piso ideal, podendo se machucar.

O pedido dos pais e alunos é de que a prefeitura apoie também nas competições, porque para competir em Itapema o grupo se uniu com caronas e até mesmo para fazer os uniformes, com a professora Luana ajudando a bordar, e muitas vezes sem cobrar nada, porque há crianças que não poderiam pagar pelo material.

Fernanda com a filha Isabel (Divulgação/Arquivo Pessoal)

O Campeonato Catarinense foi o primeiro em que o grupo de patinadores do Projeto Oficinas participou – e todos os atletas subiram no pódio, o que é considerado um resultado muito expressivo e demonstra que possuem força e capacidade de chegar mais longe. 

Os atletas do Projeto Oficinas foram muito elogiados pelo público e pela arbitragem.

Os resultados dos atletas de Balneário Camboriú

  • Marcos Antônio: 2° Lugar, categoria Iniciante Junior Masculino 
  • Marcos Antônio e Bianca Moser: 1° Lugar, Categoria Dupla Mista Iniciante
  • Júnior – Paola Medeiros: 2° Lugar Categoria Torneio Nacional Paradesportivo
  • Bianca Moser: 1° Lugar Categoria Novatos Cadete
  • Barbara Porto: 1° Lugar Categoria Novatos Juvenil
  • Luiza Quinterno: 1° Lugar Categoria Novatos Tots
  • Isabel Sabará: 1° Lugar Categoria Novatos Tots 2
  • Brenda Beluco: 1° Lugar Categoria Novatos Mini
  • Louise de Melo: 1° Lugar Categoria Novatos Infantil
  • Fernanda Sabará: 2º lugar categoria Master (ela é mãe da aluna Isabel e competiu sem representar o Projeto Oficinas, já que é adulta).

*Matéria editada em 13/11/2023

Noemi Maria Loser, coordenadora do Programa Oficinas, procurou o jornal para esclarecer que a diretoria não sabia das inscrições para o Campeonato, mas ainda assim dispensou a professora para que ela acompanhasse o grupo – Noemi disse também que para 2024 já solicitou que a direção seja avisada para que o devido apoio seja oferecido, com as inscrições sendo feitas pelo Oficinas e oferecido ao grupo transporte.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -