- Publicidade -
19.4 C
Balneário Camboriú

Botafogo empata com Goiás e desperdiça chance de liderar a Série B

- publicidade -

Leia também

- Publicidade -

O Botafogo desperdiçou a chance de assumir a liderança da Série B do Campeonato Brasileiro na noite desta terça-feira, quando empatou com o Goiás, por 1 a 1, no Serrinha, em Goiânia (GO), pela 32.ª rodada. Hugo e Joel Carli marcaram os gols logo no início do primeiro tempo.

Uma simples vitória deixaria o Botafogo na liderança, com 58 pontos. Mesma pontuação que o Coritiba, que mais cedo empatou com o CRB, por 1 a 1, em Maceió (AL), mas em vantagem pelo número de vitórias (ficaria 17 a 16). Como empatou, o Botafogo segue em segundo lugar, agora com 56 pontos.

Já o Goiás perdeu a chance de ganhar folga dentro do G-4, o grupo de acesso para a Série A. Os goianos se mantiveram em quarto lugar, com 53 pontos, mesma pontuação que o Avaí (3º), mas que ainda jogará na rodada e poderá abrir vantagem pelo acesso.

Os dois times confirmaram as expectativas de um confronto bastante aberto no início do primeiro tempo. Logo aos três minutos, Warley recuou mal, Diego Loureiro e Daniel Borges vacilaram e Hugo só teve o trabalho de completar para as redes, abrindo o placar para os donos da casa.

- Publicidade -

O Botafogo não se desestabilizou com o gol e, pouco tempo depois, aos dez, deixou o placar novamente empatado. Pedro Castro cobrou falta na barreira, mas a bola ainda assim voltou para os pés de Hugo, que cruzou na área e Joel Carli, na segunda trave, cabecear no canto esquerdo de Tadeu.

Com 1 a 1 no placar, os dois times tentaram ficar com a posse de bola e no campo de ataque. Só que o Goiás foi mais efetivo, tanto é que finalizou mais vezes ao gol de Diego Loureiro. Num desses lances, aos 24, Hugo, autor do primeiro gol, emendou chute da ponta esquerda e quase acertou o ângulo.

O Botafogo foi para o intervalo com apenas três finalizações à meta do Goiás, sendo que apenas a do gol aconteceu dentro da grande área, comprovando a dificuldade do time carioca em ingressar na área adversária.

- Publicidade -

No segundo tempo, o Botafogo melhorou em campo e soube bloquear as investidas do Goiás. Aos 15 minutos, Chay recebeu ótimo lançamento de Rafael Navarro e tocou de primeira para Diego Gonçalves. Mas o atacante dominou errado e finalizou muito mal, desperdiçando chance de virar o jogo.

O confronto ficou fraco tecnicamente. Os dois times estavam afobados para buscar o gol da vitória. Foram muitos os passes errados e jogadas aéreas sem direção. As alterações dos dois treinadores, com saídas de jogadores mais técnicos, também colaboraram para um duelo sem emoção.

O Goiás volta a campo na terça-feira para enfrentar a Ponte Preta, às 21h30, novamente no Serrinha, em Goiânia (GO). O Botafogo jogará apenas na quarta-feira, dia 3 de novembro, quando receberá o Confiança, às 19 horas, no Engenhão, no Rio de Janeiro.

FICHA TÉCNICA:

GOIÁS 1 x 1 BOTAFOGO

GOIÁS – Tadeu; Dieguinho, David Duarte, Reynaldo e Hugo; Fellipe Bastos, Caio (Rezende), Luan Dias (Dadá Belmonte) e Elvis. Alef Manga (Pedro Bahia) e Nicolas (Welliton). Técnico: Marcelo Cabo.

BOTAFOGO – Diego Loureiro; Daniel Borges, Joel Carli, Kanu e Hugo (Carlinhos); Barreto (Luís Oyama), Pedro Castro e Chay (Marco Antônio); Warley (Luiz Henrique), Rafael Navarro (Rafael Moura) e Diego Gonçalves. Técnico: Enderson Moreira.

GOLS – Hugo, aos 3, e Joel Carli, aos 10 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS – Hugo, Caio e Rezende (Goiás); Luiz Henrique (Botafogo).

ÁRBITRO – Anderson Daronco (RS).

RENDA – R$ 70.645,00.

PÚBLICO – 3.361 pagantes (3.594 no total).

LOCAL – Estádio Serrinha, em Goiânia (GO).

- Publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -