- Publicidade -
19.4 C
Balneário Camboriú

Flamengo bate Inter, adia título do Atlético-MG e mostra força para Libertadores

- publicidade -

Leia também

- Publicidade -

O Flamengo derrotou o Internacional, neste sábado à noite, no Beira-Rio, em Porto Alegre, em duelo válido pela 34ª rodada e adiou mais um pouco a conquista do título do Campeonato Brasileiro por parte do Atlético-MG. A diferença permanece em oito pontos (74 a 66). Mas o principal para o time carioca foi mostrar força uma semana antes da disputa da final da Copa Libertadores, em Montevidéu, diante do Palmeiras.

O primeiro tempo foi eletrizante. O Inter, como precisava da vitória para lutar por uma vaga na próxima Copa Libertadores, foi ao ataque, mas demonstrou problemas para recompor à defesa, propiciando vários contra-ataques para o time carioca.

Com isso, em dez minutos, a vantagem do Flamengo já era de 2 a 0, com dois belos gols de Gabriel Barbosa e Andreas Pereira. O Inter não se intimidou e continuou com mais posse de bola, se expondo. Só não teve sucesso com Taison e Palacios porque Diego Alves.

O Flamengo continuou perigoso e teve a oportunidade de liquidar com a partida em pelo menos mais dois momentos com Gabriel Barbosa. Como não definiu, foi castigado e da forma que mais gosta de maltratar seus adversários: no contra-ataque. Taison iniciou a jogada, tabelou com Palacios e fez o primeiro do colorado, aos 40 minutos.

- Publicidade -

O final do primeiro tempo foi ainda mais intenso com o Inter tendo duas chances para empatar, mas voltou a parar na boa atuação de Diego Alves.

Como se esperava, o ritmo diminuiu na etapa final. As defesas voltaram mais ajustadas e as equipes não se lançaram para o ataque com a mesma vontade e falta de responsabilidade na marcação. Desta forma, as oportunidades rarearam e as jogadas perigosas foram feitas com a ajuda de erros. Gabriel Barbosa e Taison tiveram oportunidades.

Aos poucos, o Flamengo passou a valorizar a posse de bola e a levar vantagem sobre a marcação do Inter. Vitinho e Gabriel Barbosa forçaram Marcelo Lomba a fazer boas defesas.

- Publicidade -

A partir dos 25 minutos foi possível notar que o Inter passou a sentir o desgaste físico, o que deixou o Flamengo mais presente no campo de ataque. Uma bela finalização cruzada de Kenedy foi bem interceptada por Marcelo Loma, aos 29 minutos. O Inter, após escanteio, quase empatou com Patrick, mas Willian Arão tirou de chaleira quase em cima da linha, aos 32.

Os dois treinadores perceberam que era preciso ‘oxigenar’ as equipes e fizeram várias alterações. A partida voltou a ser disputada em ritmo elevado. O Inter quase empatou com Taison, mas o Flamengo quem assustou demais, com Kenedy, que marcou o terceiro gol, mas anulado pelo VAR, aos 41.

Os times procuraram mais gols até o fim, mas o placar permaneceu como foi construído no primeiro tempo da partida.

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL 1 X 2 FLAMENGO

INTERNACIONAL – Marcelo Lomba; Saravia (Heitor), Bruno Méndez, Víctor Cuesta e Moisés; Rodrigo Lindoso, Rodrigo Dourado (Maurício), Edenílson e Patrick (Gustavo Maia); Taison e Palacios (Matheus Cadorini). Técnico: Diego Aguirre.

FLAMENGO – Diego Alves; Isla (Matheuzinho), Rodrigo Caio, David Luiz e Filipe Luís (Ramon); Willian Arão, Andreas Pereira e Everton Ribeiro (Arrascaeta); Michael (Rodinei) Gabriel Barbosa e Vitinho (Kenedy): Renato Gaúcho.

GOLS – Gabriel Barbosa aos três, Andreas Pereira aos dez e Taison aos 40 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO – Savio Pereira Sampaio (DF).

CARTÕES AMARELOS – Bruno Méndez, Gabriel Barbosa e Moisés.

RENDA E PÚBLICO – não divulgados.

LOCAL – Maracanã.

- Publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -