- Publicidade -
20.7 C
Balneário Camboriú

Soares e Murray vencem e vão à semifinal em Paris; Djokovic e Medvedev avançam

- publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Cada vez mais embalados nesta reta final da temporada, Bruno Soares e Jamie Murray venceram mais uma nesta sexta-feira e se garantiram na semifinal do Masters 1000 de Paris, na França. Eles derrotaram os colombianos Juan Sebastian Cabal e Robert Farah, uma das melhores duplas dos últimos anos, por 2 sets a 0, com parciais de 6/1 e 7/5.

No sábado, brasileiro e escocês vão enfrentar o alemão Tim Puetz e o neozelandês Michael Venus na disputa por uma vaga na final em Paris. Soares e Murray já somam sete vitórias consecutivas, incluindo nesta série o título do Torneio de São Petersburgo, na Rússia, no fim de semana passado.

O bom momento foi coroado na quinta com a confirmação da dupla no ATP Finals, o torneio que reúne as oito melhores duplas do ano e encerra a temporada. Ao alcançarem as quartas de final, na quinta-feira, eles garantiram pontos suficientes para selar a classificação. A competição, que também reúne os oito melhores tenistas de simples do ano, começará no dia 14, em Turim, na Itália.

“Ter se classificado para o Finals tirou um pouco daquele nervosismo do fundo da cabeça, e acho que a gente jogou super bem hoje. Esse 6/1 do primeiro set é um placar um pouco mentiroso, se assim a gente pode dizer, porque 5 dos 7 games tiveram o ponto decisivo disputado. Nós demos sorte de ter caído tudo para a gente. O segundo set foi de altíssimo nível, com mais pontos decisivos e muitos momentos de pressão”, analisou Soares.

- Publicidade -

Para o brasileiro, a decisão de ter competido em São Petersburgo, um torneio de nível ATP 250, foi decisivo para os resultados e para o moral da dupla. “Bem feliz que a gente subiu o nível. O que nós fizemos em São Petersburgo foi dar um passo pra trás para pensar. Normalmente jogamos um ATP 500 ali naquela semana, mas aí fomos pro 250 em busca de ritmo e confiança, e deu muito certo. Conseguimos traduzir tudo isso aí para um Masters 1000 e agora estamos na semi.”

Dono de quatro títulos de nível Masters 1000, o brasileiro busca o primeiro troféu em Paris. Na quadra dura da capital francesa, ele tem dois vice-campeonatos, obtidos em 2013, ao lado do austríaco Alexander Peya, e no ano passado, jogando com o croata Mate Pavic.

CHAVE DE SIMPLES – Os principais cabeças de chave não decepcionaram nesta sexta-feira na chave de simples. Todos confirmaram suas vagas nas semifinais. Número 1 do mundo, o sérvio Novak Djokovic oscilou, mas derrubou o americano Taylor Fritz, um dos destaques desta segunda metade da temporada, por 6/4 e 6/3.

- Publicidade -

O adversário do favorito na busca pela vaga na final será o polonês Hubert Hurkacz, que avançou ao derrotar o australiano James Duckworth por 6/2, 6/7 (4/7) e 7/5. A outra semifinal terá o russo Daniil Medvedev e o alemão Alexander Zverev, segundo e quarto cabeças de chave, respectivamente.

Campeão do US Open, Medvedev superou o francês Hugo Gaston por 7/6 (9/7) e 6/4, enquanto Zverev bateu o norueguês Casper Ruud, sexto pré-classificado, por 7/5 e 6/4.

- Publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -