Jornal Página 3

Igor compete em Palmas neste domingo
Rômulo Cruz

Com mais de 800 inscritos, o Ironman 70.3 Palmas que vai acontecer neste domingo (23) abre a temporada nacional da modalidade e é também a estreia de Igor Amorelli, de Balneário Camboriú, em provas brasileiras este ano. As distâncias serão de 1.9km de natação, 90km de ciclismo e 21.1km de corrida.

Esta será a primeira vez de Igor no Iron de Palmas, porque ano passado ele estava com o braço lesionado. Ele não conhece o percurso, mas acha que a prova será bem difícil, por causa do clima quente e úmido.

Após o terceiro lugar no Ironman 70.3 Buenos Aires, prova que abriu a temporada 2017 de Igor Amorelli, e o abandono no Ironman 70.3 Oceanside, o atleta intensificou os treinamentos em seu retorno ao país de olho no Ironman Florianópolis, que acontece no final de maio na capital catarinense.

“Em Oceanside as coisas não saíram muito bem e depois disso a gente seguiu o planejamento de treinos já pensando na prova de Floripa. Melhoramos a natação e focamos os treinamentos pensando na prova mais longa. Já estamos na fase de treinamento específico para Florianópolis”, disse.

Mais de 800 atletas, entre amadores e profissionais, participam do evento que oferecerá uma premiação de US$ 15.000,00 e pontos no ranking para os profissionais, além de 35 vagas para os atletas amadores no Campeonato Mundial IRONMAN 70.3 2017 - Chattanooga, Tennessee.

Igor Amorelli conta com os patrocínios da CPH Brasil, Red Bull, Mizuno e Woom, e com o apoio da Oakley e Xterra Wetsuits.

Mais informações: www.ironmanbrasil.com.br


Quinta, 20/4/2017 13:51.
Publicidade


Colunistas
por Céres Fabiana Felski
por Waldemar Cezar Neto
por Sonia Tetto
por Augusto Cesar Diegoli
por Saint Clair Nickelle
Empregos

Com terceirização os 157 contratados poderão ser mantidos no emprego. Veja as vagas disponíveis.


Cidade

Evento acontecerá terça-feira, às 9h, no Cine Itália. 


Cultura

Na programação 76 filmes, feira, cursos e palestras  


Cidade

Aplicativo é voltado para turistas e moradores 


Mundo/Internacional


Publicidade

Projetos têm nomes de árvores nativas e podem ser adequados ao gosto dos clientes


Publicidade