Jornal Página 3

Sem Arena e Maracanã, Fla inicia 2017 em novo 'modo itinerante' Comente

Quarta, 11/1/2017 10:12.

VINICIUS CASTRO
SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O Maracanã está abandonado e sofre com furtos enquanto aguarda a definição do futuro. A Arena da Ilha segue em ritmo de obras e será inaugurada para a estreia do Flamengo na fase de grupos da Copa Libertadores - contra o San Lorenzo, em 8 de março. Diante do panorama delicado, o time rubro-negro inicia 2017 em novo "modo itinerante". Será necessário rodar o Brasil nos jogos como mandante por pelo menos um mês.

A estreia no Campeonato Carioca contra o Boavista, dia 28 de janeiro, será realizada na Arena das Dunas, em Natal. A partida inaugural na Primeira Liga, que terá o Grêmio como adversário, em 8 de fevereiro, acontecerá em Brasília.

Serão pelo menos mais três jogos como mandante antes da inauguração da Arena da Ilha. Macaé (1º de fevereiro), Madureira (19 de fevereiro) e América-MG (1º de março). Há ainda a possível semifinal da Taça Guanabara e a própria final do torneio - situações indefinidas em razão da crise do Maracanã.

Cariacica, espécie de casa rubro-negra em 2016, será novamente utilizada. O cenário inicial está distante do que o Flamengo imaginava depois do prejuízo sofrido em 2016. Resta encontrar soluções e tentar minimizar os problemas de forma precoce na temporada que marca o retorno do clube à Libertadores.

"Falamos de mais ou menos um mês de jogos. Os nossos mandos de campo faremos fora do Rio de Janeiro e também viajaremos como visitantes.

Não teremos as primeiras fases da Copa do Brasil e a pré-Libertadores. Minimiza o desgaste. Não é a condição ideal, mas é o que temos", afirmou o presidente Eduardo Bandeira de Mello.

Sem saber o futuro do Maracanã, o Flamengo aposta na Arena da Ilha como base sólida na temporada. Ainda assim, alguns jogos de apelo serão vendidos para outras praças em busca de receitas.

"Vamos minimizar bastante isso [viagens], mas provavelmente ainda faremos ao analisarmos uma situação positiva de negócio", encerrou Bandeira. 


Publicidade


Colunistas
por Fernando Baumann
por Sonia Tetto
por Saint Clair Nickelle
por Augusto Cesar Diegoli
por Marcos Vinicios Pagelkopf
por Enéas Athanázio
Cidade

PIB cresceu forte sob Pavan e Spernau e desacelerou entre 2010 e 2015


Cidade

Crise econômica impacta negativamente nas contas públicas  


Cidade

Vigoroso trabalho de recuperação está em andamento 


Policia

Soldados tiveram sete meses de aulas práticas e teóricas no 12º Batalhão


Guia Legal BC

Banda se apresenta no dia 5 de janeiro


Geral

Consórcio pode ser o fato mais relevante desde que as duas cidades se separaram 53 anos atrás 


Publicidade