Jornal Página 3
Esportes
Grêmio não consegue furar bloqueio do São Luiz fica no empate em semifinal
Segunda, 1/4/2019 5:13.

Publicidade

(UOL/FOLHAPRESS) - O Grêmio não conseguiu furar o bloqueio do São Luiz na noite deste domingo (31) e saiu do duelo de ida da fase semifinal do Campeonato Gaúcho com um empate, sem gols. Com reservas por priorizar a Libertadores, a equipe de Renato Gaúcho depende de vitória em casa para ir à final.

Quem vencer enfrenta o classificado entre Inter e Caxias. Neste domingo o Colorado fez 2 a 1 fora de casa. Como há no regulamento o saldo qualificado, qualquer empate diferente de 0 a 0 levará o São Luiz para a final. Se ninguém marcar no próximo fim de semana, a decisão será por pênaltis.

O Tricolor encara na quinta-feira o Universidad Católica, pela Libertadores, fora de casa. Esta foi a razão que levou a comissão técnica a optar por suplentes.

O Grêmio sofreu para escapar da postura defensiva do São Luiz. E a principal vítima foi Felipe Vizeu. Sem conseguir se desmarcar ou receber a bola em condições de marcar, o centroavante acabou sacado na segunda etapa para entrada de Thonny Anderson.

O meia Mikael, do São Luiz, foi o melhor em campo. Ao buscar arrancadas pela equipe da casa, mesmo com responsabilidades defensivas, conseguiu causar alguns problemas ao sistema defensiva adversário.

O Grêmio tem por característica ser um time de domínio. Com controle total das ações do jogo, a equipe comandada por Renato Gaúcho, mesmo com reservas, se impôs. Por meio dos bons passes de Jean Pyerre, furou repetidas vezes as linhas do adversário. No entanto, a falta de conclusões efetivas freou o placar. Com apenas uma chance mais clara na etapa inicial, o Tricolor via o tempo passar e buscava o gol sem grande pressa, já que contava com o jogo de volta em Porto Alegre.

O São Luiz adotou a postura defensiva como única alternativa para tentar bater o Grêmio. A ideia era evitar que sua meta fosse vazada para, com alguma sorte, conseguir vantagem em lances esporádicos. E foi assim que chegou ao ataque no primeiro tempo, principalmente. Sem profundidade ou mesmo penetração, o time da região noroeste do Estado ameaçou a meta de Paulo Victor principalmente em lances de bola parada e chutes de fora da área.

SÃO LUIZ
Paulo Gianezini; Maicon, Pablo, João Markus e Márcio Goiano; Régis, Clayton e Mikael; Thiago Alagoano (Anderson Paraíba), Tauã (Vavá) e Leílson (Jheferson).
T.: Paulo Henrique Marques

GRÊMIO
Paulo Victor; Rafael Galhardo, Michel, Kannemann e Juninho Capixaba; Rômulo (Alisson), Matheus Henrique, Thaciano, Jean Pyerre (Lincoln) e Pepê; Felipe Vizeu (Thonny Anderson).
T.: Renato Gaúcho

Árbitro: Leandro Vuaden
Auxiliares: Rafael da Silva Alves e Élio Nepomuceno
Cartões amarelos: Pablo (SL); Kannemann (GRE). 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Destaques

O Tonino Lamborghini Residences Balneário Camboriú será desenvolvido pela Embraed Empreendimentos  


Sexto lugar no ranking das 50 cidades catarinenses que mais abriram empresas em 2019


 Uma restauração histórica de fotos aéreas para o primeiro plano diretor do município



 Em 12 meses foram registradas 2,4 infrações desse tipo por hora


 “Afastar a corrupção é o dever de todos”, disse o prefeito


Cidade

O Tonino Lamborghini Residences Balneário Camboriú será desenvolvido pela Embraed Empreendimentos  


Economia

Sexto lugar no ranking das 50 cidades catarinenses que mais abriram empresas em 2019


Variedades

 Uma restauração histórica de fotos aéreas para o primeiro plano diretor do município


Variedades


Policia

 Em 12 meses foram registradas 2,4 infrações desse tipo por hora


Política

 “Afastar a corrupção é o dever de todos”, disse o prefeito


Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Grêmio não consegue furar bloqueio do São Luiz fica no empate em semifinal

Publicidade

Segunda, 1/4/2019 5:13.

(UOL/FOLHAPRESS) - O Grêmio não conseguiu furar o bloqueio do São Luiz na noite deste domingo (31) e saiu do duelo de ida da fase semifinal do Campeonato Gaúcho com um empate, sem gols. Com reservas por priorizar a Libertadores, a equipe de Renato Gaúcho depende de vitória em casa para ir à final.

Quem vencer enfrenta o classificado entre Inter e Caxias. Neste domingo o Colorado fez 2 a 1 fora de casa. Como há no regulamento o saldo qualificado, qualquer empate diferente de 0 a 0 levará o São Luiz para a final. Se ninguém marcar no próximo fim de semana, a decisão será por pênaltis.

O Tricolor encara na quinta-feira o Universidad Católica, pela Libertadores, fora de casa. Esta foi a razão que levou a comissão técnica a optar por suplentes.

O Grêmio sofreu para escapar da postura defensiva do São Luiz. E a principal vítima foi Felipe Vizeu. Sem conseguir se desmarcar ou receber a bola em condições de marcar, o centroavante acabou sacado na segunda etapa para entrada de Thonny Anderson.

O meia Mikael, do São Luiz, foi o melhor em campo. Ao buscar arrancadas pela equipe da casa, mesmo com responsabilidades defensivas, conseguiu causar alguns problemas ao sistema defensiva adversário.

O Grêmio tem por característica ser um time de domínio. Com controle total das ações do jogo, a equipe comandada por Renato Gaúcho, mesmo com reservas, se impôs. Por meio dos bons passes de Jean Pyerre, furou repetidas vezes as linhas do adversário. No entanto, a falta de conclusões efetivas freou o placar. Com apenas uma chance mais clara na etapa inicial, o Tricolor via o tempo passar e buscava o gol sem grande pressa, já que contava com o jogo de volta em Porto Alegre.

O São Luiz adotou a postura defensiva como única alternativa para tentar bater o Grêmio. A ideia era evitar que sua meta fosse vazada para, com alguma sorte, conseguir vantagem em lances esporádicos. E foi assim que chegou ao ataque no primeiro tempo, principalmente. Sem profundidade ou mesmo penetração, o time da região noroeste do Estado ameaçou a meta de Paulo Victor principalmente em lances de bola parada e chutes de fora da área.

SÃO LUIZ
Paulo Gianezini; Maicon, Pablo, João Markus e Márcio Goiano; Régis, Clayton e Mikael; Thiago Alagoano (Anderson Paraíba), Tauã (Vavá) e Leílson (Jheferson).
T.: Paulo Henrique Marques

GRÊMIO
Paulo Victor; Rafael Galhardo, Michel, Kannemann e Juninho Capixaba; Rômulo (Alisson), Matheus Henrique, Thaciano, Jean Pyerre (Lincoln) e Pepê; Felipe Vizeu (Thonny Anderson).
T.: Renato Gaúcho

Árbitro: Leandro Vuaden
Auxiliares: Rafael da Silva Alves e Élio Nepomuceno
Cartões amarelos: Pablo (SL); Kannemann (GRE). 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Destaques

O Tonino Lamborghini Residences Balneário Camboriú será desenvolvido pela Embraed Empreendimentos  


Sexto lugar no ranking das 50 cidades catarinenses que mais abriram empresas em 2019


 Uma restauração histórica de fotos aéreas para o primeiro plano diretor do município



 Em 12 meses foram registradas 2,4 infrações desse tipo por hora


 “Afastar a corrupção é o dever de todos”, disse o prefeito