Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Após quatro anos Internacional e Grêmio fazem finais do Gauchão

Sábado, 13/4/2019 7:06.

Quatro anos depois, Internacional e Grêmio voltarão a se encontrar na final do Campeonato Gaúcho, neste domingo (14), às 16h, no Beira Rio. De 2015, quando o time colorado se sagrou campeão, para cá, os rivais mudaram suas condições dentro e fora de campo.

No Beira-Rio, os títulos grandes pararam de surgir e houve a passagem pela Série B. Na Arena, o jejum de conquistas acabou e fez a "gangorra Gre-Nal" se inverter. Juntando os dois elencos, o Gre-Nal 419 terá seis remanescentes da decisão de 2015 -dois no Internacional e quatro no Grêmio.

No lado colorado, Rodrigo Dourado e D'Alessandro são os únicos que permaneceram no elenco, na comparação com a última decisão de estadual entre os rivais. O volante se tornou capitão e o argentino chegou a sair por empréstimo antes de voltar a Porto Alegre.

No Grêmio, Maicon e Luan eram titulares do time de Felipão em 2015. Everton entrou no decorrer do jogo e Pedro Geromel já estava no grupo, mas foi expulso na partida de ida da final e ficou fora da grande decisão, no Beira-Rio.

A temporada de 2015 em Porto Alegre foi de reconstrução nos dois clubes. O Grêmio abriu o ano liberando jogadores badalados e dando espaço a jovens da base e novos contratos. O Inter só começou a mexer no elenco depois de ser eliminado na semifinal da Libertadores.

O primeiro jogo da última final em Gre-Nal terminou empatado em 0 a 0. Na segunda partida, Nilmar e Valdívia fizeram os gols do Inter. Giuliano descontou para o Grêmio. Todos os tentos do 2 a 1 ocorreram ainda no primeiro tempo.

A escalação do Inter foi: Alisson; William, Ernando, Alan Costa e Geferson (Alan Ruschel); Rodrigo Dourado, Aránguiz, D'Alessandro (Alex), Valdívia e Sasha; Nilmar (Lisandro López). O Grêmio atuou com: Marcelo Grohe; Matías Rodriguez, Rodolpho, Erazo e Marcelo Oliveira; Felipe Bastos (Wallace), Maicon, Douglas (Everton), Giuliano e Luan; Braian Rodriguez (Yuri Mamute).

A conta das mudanças no elenco do Inter chegou em 2016, com o histórico rebaixamento para a Série B do Brasileiro. Na mesma temporada em que o lado vermelho chorou, o Grêmio foi à desforra.

Depois de 15 anos sem títulos de expressão, o time tricolor conquistou a Copa do Brasil diante do Atlético-MG. Ali, a inversão dos polos começou.

Em 2017, o Internacional penou durante as 38 rodadas da Série B, enquanto o Grêmio avançou para o tricampeonato da Libertadores. No ano passado, os rivais se enfrentaram nas quartas de final do Gaúcho, com triunfo do time de Renato Portaluppi, que acabou campeão.

Agora, em 2019, Grêmio e Internacional se encontram com pontos fortes e a "gangorra" aparentemente equilibrada.

O time gremista está invicto no estadual e conseguiu renascer na Libertadores nesta semana. Já a equipe colorada foi a primeira a garantir classificação às oitavas de final do torneio sul-americano e viu Paolo Guerrero estrear bem.

A finalíssima do Gaúcho poderá novamente mexer com as condições dos rivais. Após o encontro no Beira-Rio, eles farão o segundo jogo na

Arena do Grêmio, na próxima quarta-feira (17), a partir das 21h30.

Estádio: Beira-Rio, em Porto Alegre
Horário: 16h deste domingo
Juiz: Leandro Vuaden (RS). 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Cidade

Exemplo de desrespeito com o dinheiro público espera por climatização, elevadores e divisórias.


Geral

A campanha ReciclaBC da Ambiental e Prefeitura de Balneário faz alertas frequentes para o descarte correto


Geral

Areia do fundo do mar não é esgoto 


Cidade

 Governo do município não tem foco claro sobre o problema


Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Após quatro anos Internacional e Grêmio fazem finais do Gauchão

Publicidade

Sábado, 13/4/2019 7:06.

Quatro anos depois, Internacional e Grêmio voltarão a se encontrar na final do Campeonato Gaúcho, neste domingo (14), às 16h, no Beira Rio. De 2015, quando o time colorado se sagrou campeão, para cá, os rivais mudaram suas condições dentro e fora de campo.

No Beira-Rio, os títulos grandes pararam de surgir e houve a passagem pela Série B. Na Arena, o jejum de conquistas acabou e fez a "gangorra Gre-Nal" se inverter. Juntando os dois elencos, o Gre-Nal 419 terá seis remanescentes da decisão de 2015 -dois no Internacional e quatro no Grêmio.

No lado colorado, Rodrigo Dourado e D'Alessandro são os únicos que permaneceram no elenco, na comparação com a última decisão de estadual entre os rivais. O volante se tornou capitão e o argentino chegou a sair por empréstimo antes de voltar a Porto Alegre.

No Grêmio, Maicon e Luan eram titulares do time de Felipão em 2015. Everton entrou no decorrer do jogo e Pedro Geromel já estava no grupo, mas foi expulso na partida de ida da final e ficou fora da grande decisão, no Beira-Rio.

A temporada de 2015 em Porto Alegre foi de reconstrução nos dois clubes. O Grêmio abriu o ano liberando jogadores badalados e dando espaço a jovens da base e novos contratos. O Inter só começou a mexer no elenco depois de ser eliminado na semifinal da Libertadores.

O primeiro jogo da última final em Gre-Nal terminou empatado em 0 a 0. Na segunda partida, Nilmar e Valdívia fizeram os gols do Inter. Giuliano descontou para o Grêmio. Todos os tentos do 2 a 1 ocorreram ainda no primeiro tempo.

A escalação do Inter foi: Alisson; William, Ernando, Alan Costa e Geferson (Alan Ruschel); Rodrigo Dourado, Aránguiz, D'Alessandro (Alex), Valdívia e Sasha; Nilmar (Lisandro López). O Grêmio atuou com: Marcelo Grohe; Matías Rodriguez, Rodolpho, Erazo e Marcelo Oliveira; Felipe Bastos (Wallace), Maicon, Douglas (Everton), Giuliano e Luan; Braian Rodriguez (Yuri Mamute).

A conta das mudanças no elenco do Inter chegou em 2016, com o histórico rebaixamento para a Série B do Brasileiro. Na mesma temporada em que o lado vermelho chorou, o Grêmio foi à desforra.

Depois de 15 anos sem títulos de expressão, o time tricolor conquistou a Copa do Brasil diante do Atlético-MG. Ali, a inversão dos polos começou.

Em 2017, o Internacional penou durante as 38 rodadas da Série B, enquanto o Grêmio avançou para o tricampeonato da Libertadores. No ano passado, os rivais se enfrentaram nas quartas de final do Gaúcho, com triunfo do time de Renato Portaluppi, que acabou campeão.

Agora, em 2019, Grêmio e Internacional se encontram com pontos fortes e a "gangorra" aparentemente equilibrada.

O time gremista está invicto no estadual e conseguiu renascer na Libertadores nesta semana. Já a equipe colorada foi a primeira a garantir classificação às oitavas de final do torneio sul-americano e viu Paolo Guerrero estrear bem.

A finalíssima do Gaúcho poderá novamente mexer com as condições dos rivais. Após o encontro no Beira-Rio, eles farão o segundo jogo na

Arena do Grêmio, na próxima quarta-feira (17), a partir das 21h30.

Estádio: Beira-Rio, em Porto Alegre
Horário: 16h deste domingo
Juiz: Leandro Vuaden (RS). 

Publicidade

Publicidade