Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Suelen bateu recorde brasileiro nos 200m
Divulgação
Suelen com a nova medalha

Segunda, 29/4/2019 16:39.

O recorde brasileiro nos 200 metros rasos que Suelen Marcheski de Oliveira, 21anos, marcou no Open Internacional Loterias Caixa de Atletismo e Natação, disputado em São Paulo, até domingo (28), era o único que faltava nas suas especialidades de pista: ela já é dona dos recordes brasileiros nos 100m e 400m rasos.

A quebra do novo recorde veio com a medalha de bronze nos 200m. quando alcançou 30’75. Além disso, ela conquistou outro bronze nos 400m, o quarto lugar nos 100m, garantindo assim a quarta posição no ranking mundial. No total foram 602 atletas, dos quais 361 do atletismo e 241 da natação.

Além dos atletas brasileiros, disputaram o ranking representantes da África do Sul, Argentina, Chile, China, Colômbia, Costa Rica, Cuba, El Salvador, Equador, Honduras, Índia, México, Panamá, Paraguai, Peru, Porto Rico, República Dominicana, Uruguai e Venezuela.

A competição organizada pelo International Paralympic Committee, é uma das seletivas para os Jogos Parapan Americanos em Lima e para a representação brasileira que disputará o Mundial em Dubai.

Suelen tem experiência em provas internacionais: em 2015 integrou a seleção brasileira nos Jogos Paralímpicos de Toronto, no Canadá e em 2017, foi campeã mundial nos jogos Mundiais de Jovens em Nottwil, na Suíça.

“Eu não estava esperando esse recorde, estou muito feliz e animada. Quero treinar muito porque tenho um sonho para realizar, representar meu país, minha cidade, nos jogos Parapan americanos em Lima”, disse Suelen, atleta da Afadefi/FMEBC.

Para isso, ela terá que competir mais duas seletivas, garantir sua convocação para os Jogos Paranpan e então sonhar o sonho maior, que é competir o Mundial em Dubai.

 Vídeo do momento que Suelen quebra o recorde:

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Saúde

As vizinhas Itapema (185) e Camboriú (105) lideram a lista de doentes autóctones


Justiça

MP diz que aluguel de totens de segurança causou prejuízo ao erário


Geral

Evento será nessa sexta (24) e sábado (25)


Cultura

Livro “Camboriú e Balneário e Camboriú – a história das duas cidades” em nova versão


Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Suelen bateu recorde brasileiro nos 200m

Divulgação
Suelen com a nova medalha
Suelen com a nova medalha

Publicidade

Segunda, 29/4/2019 16:39.

O recorde brasileiro nos 200 metros rasos que Suelen Marcheski de Oliveira, 21anos, marcou no Open Internacional Loterias Caixa de Atletismo e Natação, disputado em São Paulo, até domingo (28), era o único que faltava nas suas especialidades de pista: ela já é dona dos recordes brasileiros nos 100m e 400m rasos.

A quebra do novo recorde veio com a medalha de bronze nos 200m. quando alcançou 30’75. Além disso, ela conquistou outro bronze nos 400m, o quarto lugar nos 100m, garantindo assim a quarta posição no ranking mundial. No total foram 602 atletas, dos quais 361 do atletismo e 241 da natação.

Além dos atletas brasileiros, disputaram o ranking representantes da África do Sul, Argentina, Chile, China, Colômbia, Costa Rica, Cuba, El Salvador, Equador, Honduras, Índia, México, Panamá, Paraguai, Peru, Porto Rico, República Dominicana, Uruguai e Venezuela.

A competição organizada pelo International Paralympic Committee, é uma das seletivas para os Jogos Parapan Americanos em Lima e para a representação brasileira que disputará o Mundial em Dubai.

Suelen tem experiência em provas internacionais: em 2015 integrou a seleção brasileira nos Jogos Paralímpicos de Toronto, no Canadá e em 2017, foi campeã mundial nos jogos Mundiais de Jovens em Nottwil, na Suíça.

“Eu não estava esperando esse recorde, estou muito feliz e animada. Quero treinar muito porque tenho um sonho para realizar, representar meu país, minha cidade, nos jogos Parapan americanos em Lima”, disse Suelen, atleta da Afadefi/FMEBC.

Para isso, ela terá que competir mais duas seletivas, garantir sua convocação para os Jogos Paranpan e então sonhar o sonho maior, que é competir o Mundial em Dubai.

 Vídeo do momento que Suelen quebra o recorde:

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade