Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Balneário Camboriú tem três campeões sul-americanos de Kung Fu e prepara-se para vencer o Brasileiro
Fotos Divulgação
Lucas Sorín é tricampeão sul-americano

Terça, 27/8/2019 14:28.

Dos três lutadores que conquistaram ouro no Campeonato Sul-americano de Kung Fu, na Bolívia, no final de semana - Lucas Sorín, Bianca Miranda e Erick de Carvalho, dois já estão treinando para o Campeonato Brasileiro, de 5 a 7 de setembro, em Bombinhas. A participação de Sorín, bronze Mundial, atual campeão pan-americano e agora tricampeão sul-americano, depende de uma avaliação médica nesta semana, já que ele sofreu forte lesão no joelho na luta semifinal contra o adversário colombiano. Na final, Sorín enfrentou um adversário chileno que tentou o tempo todo chutar na lesão.

“Foi um jogo sujo que irritou a todos no ginásio, felizmente consegui manter a calma e o foco e coloquei o chileno no lugar dele e conquistei o título”, disse Sorín, que estava um ano afastado de competições internacionais, por conta de outra lesão, ano passado, quando quebrou a mandíbula.

“Nossa participação na Bolívia foi como eu esperava, afinal, eu estava muito confiante no trabalho feito e conheço muito bem essa competição. E mesmo com a altitude que atrapalhou muito, fizemos um bom trabalho. O Brasil é a principal potência, mas, nessa edição superou todas participações. Dos 19 atletas brasileiros 18 foram campeões e apenas um voltou com a medalha de bronze”, disse o campeão.


Bianca Miranda, campeão sul-americana


Erick, primeiro título internacional como juvenil

Os lutadores de Balneário Camboriú superaram todas as expectativas. Bianca Miranda, vice-campeã brasileira e pan-americana, foi campeã na categoria 48kg e Erick de Carvalho, bronze Mundial e atual campeão Pan-americano, que subiu de categoria em 2019 e foi pra sua primeira competição internacional juvenil nem tomou conhecimento dos seus adversários, vencendo e convencendo contra adversários do Peru e República Dominicana.


Brasileiro em Bombinhas

Além de atleta, Lucas Sorín é o técnico da Fundação Municipal de Esportes (FMEBC) e vai comandar uma equipe de 10 atletas no Brasileiro. Ele prepara-se para o Mundial, em outubro, na China.

“O Brasileiro acontece em Santa Catarina pela primeira vez e nós estaremos lá com 10 lutadores em busca do principal título do país.

Além de Bianca e Erick, outros destaques integram a equipe local: o atual campeão do JUBS Davi Alves (Adulto 70kg) e o tetra campeão estadual Antônio Barbosa (Adulto 60kg) que buscam seus primeiros títulos brasileiros.

Também estão confirmados Adriel de Jesus (Infanto 42kg), Felipe Dentinho (Infanto 48kg), Everton Danone (Juvenil 48kg) Flávio Bernardes (Juvenil 70kg) que estreiam em campeonatos brasileiros com grandes chances de medalhas para Balneário. 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Balneário Camboriú tem três campeões sul-americanos de Kung Fu e prepara-se para vencer o Brasileiro

Fotos Divulgação
Lucas Sorín é tricampeão sul-americano
Lucas Sorín é tricampeão sul-americano

Publicidade

Terça, 27/8/2019 14:28.

Dos três lutadores que conquistaram ouro no Campeonato Sul-americano de Kung Fu, na Bolívia, no final de semana - Lucas Sorín, Bianca Miranda e Erick de Carvalho, dois já estão treinando para o Campeonato Brasileiro, de 5 a 7 de setembro, em Bombinhas. A participação de Sorín, bronze Mundial, atual campeão pan-americano e agora tricampeão sul-americano, depende de uma avaliação médica nesta semana, já que ele sofreu forte lesão no joelho na luta semifinal contra o adversário colombiano. Na final, Sorín enfrentou um adversário chileno que tentou o tempo todo chutar na lesão.

“Foi um jogo sujo que irritou a todos no ginásio, felizmente consegui manter a calma e o foco e coloquei o chileno no lugar dele e conquistei o título”, disse Sorín, que estava um ano afastado de competições internacionais, por conta de outra lesão, ano passado, quando quebrou a mandíbula.

“Nossa participação na Bolívia foi como eu esperava, afinal, eu estava muito confiante no trabalho feito e conheço muito bem essa competição. E mesmo com a altitude que atrapalhou muito, fizemos um bom trabalho. O Brasil é a principal potência, mas, nessa edição superou todas participações. Dos 19 atletas brasileiros 18 foram campeões e apenas um voltou com a medalha de bronze”, disse o campeão.


Bianca Miranda, campeão sul-americana


Erick, primeiro título internacional como juvenil

Os lutadores de Balneário Camboriú superaram todas as expectativas. Bianca Miranda, vice-campeã brasileira e pan-americana, foi campeã na categoria 48kg e Erick de Carvalho, bronze Mundial e atual campeão Pan-americano, que subiu de categoria em 2019 e foi pra sua primeira competição internacional juvenil nem tomou conhecimento dos seus adversários, vencendo e convencendo contra adversários do Peru e República Dominicana.


Brasileiro em Bombinhas

Além de atleta, Lucas Sorín é o técnico da Fundação Municipal de Esportes (FMEBC) e vai comandar uma equipe de 10 atletas no Brasileiro. Ele prepara-se para o Mundial, em outubro, na China.

“O Brasileiro acontece em Santa Catarina pela primeira vez e nós estaremos lá com 10 lutadores em busca do principal título do país.

Além de Bianca e Erick, outros destaques integram a equipe local: o atual campeão do JUBS Davi Alves (Adulto 70kg) e o tetra campeão estadual Antônio Barbosa (Adulto 60kg) que buscam seus primeiros títulos brasileiros.

Também estão confirmados Adriel de Jesus (Infanto 42kg), Felipe Dentinho (Infanto 48kg), Everton Danone (Juvenil 48kg) Flávio Bernardes (Juvenil 70kg) que estreiam em campeonatos brasileiros com grandes chances de medalhas para Balneário. 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade