Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Esportes
Atlético-MG vence La Equidad e enfrentará o Colón na semi da Sul-Americana

Quarta, 28/8/2019 7:02.

Publicidade

O Atlético-MG pouco precisou jogar para vencer o La Equidad-COL, por 3 a 1, nesta terça-feira, em Bogotá, na Colômbia, e garantir vaga na semifinal da Copa Sul-Americana, quando terá como adversário o Colón, da Argentina. No primeiro duelo, em Belo Horizonte, semana passada, o time mineiro havia vencido por 2 a 1.

Como se esperava, o La Equidad buscou pressionar o Atlético-MG desde o início. Com a vantagem do empate, o time mineiro se fechou em seu campo e fez boa marcação, com destaque para o volante Jair.

Ao perceber a fragilidade técnica do La Equidad, o Atlético antecipou sua marcação, o que impediu totalmente o time colombiano de ter a iniciativa da partida. O Atlético-MG também pouco produziu. A única jogada trabalhada foi feita por Cazares e Patric pela direita e finalizada de forma errada por Ricardo Oliveira, aos 17 minutos.

Mesmo sem merecer, o Atlético-MG abriu o placar aos 19 minutos. Cazares bateu escanteio, Réver disputou com toda a zaga adversária e a bola acabou batendo em seu peito antes de entrar. Foi o 25º gol do defensor em 211 jogos pela equipe.

Com o aumento da vantagem, o time mineiro deixou a bola para o La Equidad, que não soube o que fazer com ela. Com muitos passes errados, a equipe da casa só chegou perto da área de Cleiton em cobranças de falta ou em lançamentos longos. Mas sem perigo.

Como aconteceu em Belo Horizonte no primeiro jogo, faltou iniciativa e boa vontade para o Atlético-MG sacramentar a conquista da vaga na semifinal ainda na primeira etapa.

O Atlético-MG voltou sonolento para a segunda etapa e o La Equidad aproveitou logo aos dois minutos. O veterano Mier aproveitou a falha na marcação de Elias e bateu firme da entrada da área para empatar a partida: 1 a 1.

A resposta do Atlético-MG foi rápida. Em mais um escanteio cobrado por Cazares, Jair desviou e Chará conferiu na segunda trave: 2 a 1.

Com a nova vantagem, o Atlético-MG adotou a velha tática do primeiro tempo, ao se fechar na defesa. O La Equidad, mesmo de forma frágil, tentou atacar. Aos 15, Vargas arriscou de longe, mas Cleiton defendeu.

Como o La Equidad nada fez, o Atlético-MG foi para o ataque e fez sua melhor jogada aos 30 minutos. Patric, Geuvânio, Ricardo Oliveira trocaram passes e Elias completou: 3 a 1.

Daí até o final, o La Equidad voltou a ficar com a bola, mas, como aconteceu nos dois jogos, pouco produziu. Chegar às quartas de final foi demais para o pequeno time colombiano.

FICHA TÉCNICA:

LA EQUIDAD 1 x 3 ATLÉTICO-MG

LA EQUIDAD - Novoa; Pacheco, Arboleda, Riquett e Torralvo; Pablo Lima, Motta (Mier), Vargas e Barona (Jesus González); Camacho (De Alba) e Peralta. Técnico: Humberto Sierra.

ATLÉTICO-MG - Cleiton; Patric, Réver, Igor Rabello e Fábio Santos; Jair, Elias, Vinícius (Geuvânio) e Chará (Zé Welison); Cazares (Otero) e Ricardo Oliveira. Técnico: Rodrigo Santana.

GOLS - Réver, aos 19 minutos do primeiro tempo. Mier, aos 2, Cazares, aos 5, e Elias, aos 30 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Esteban Ostojich (URU).

CARTÕES AMARELOS - Chará, Vinícius, Riquett, Jair e Pacheco.

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio El Campín, em Bogotá (Colômbia). 


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Atlético-MG vence La Equidad e enfrentará o Colón na semi da Sul-Americana

Publicidade

Quarta, 28/8/2019 7:02.

O Atlético-MG pouco precisou jogar para vencer o La Equidad-COL, por 3 a 1, nesta terça-feira, em Bogotá, na Colômbia, e garantir vaga na semifinal da Copa Sul-Americana, quando terá como adversário o Colón, da Argentina. No primeiro duelo, em Belo Horizonte, semana passada, o time mineiro havia vencido por 2 a 1.

Como se esperava, o La Equidad buscou pressionar o Atlético-MG desde o início. Com a vantagem do empate, o time mineiro se fechou em seu campo e fez boa marcação, com destaque para o volante Jair.

Ao perceber a fragilidade técnica do La Equidad, o Atlético antecipou sua marcação, o que impediu totalmente o time colombiano de ter a iniciativa da partida. O Atlético-MG também pouco produziu. A única jogada trabalhada foi feita por Cazares e Patric pela direita e finalizada de forma errada por Ricardo Oliveira, aos 17 minutos.

Mesmo sem merecer, o Atlético-MG abriu o placar aos 19 minutos. Cazares bateu escanteio, Réver disputou com toda a zaga adversária e a bola acabou batendo em seu peito antes de entrar. Foi o 25º gol do defensor em 211 jogos pela equipe.

Com o aumento da vantagem, o time mineiro deixou a bola para o La Equidad, que não soube o que fazer com ela. Com muitos passes errados, a equipe da casa só chegou perto da área de Cleiton em cobranças de falta ou em lançamentos longos. Mas sem perigo.

Como aconteceu em Belo Horizonte no primeiro jogo, faltou iniciativa e boa vontade para o Atlético-MG sacramentar a conquista da vaga na semifinal ainda na primeira etapa.

O Atlético-MG voltou sonolento para a segunda etapa e o La Equidad aproveitou logo aos dois minutos. O veterano Mier aproveitou a falha na marcação de Elias e bateu firme da entrada da área para empatar a partida: 1 a 1.

A resposta do Atlético-MG foi rápida. Em mais um escanteio cobrado por Cazares, Jair desviou e Chará conferiu na segunda trave: 2 a 1.

Com a nova vantagem, o Atlético-MG adotou a velha tática do primeiro tempo, ao se fechar na defesa. O La Equidad, mesmo de forma frágil, tentou atacar. Aos 15, Vargas arriscou de longe, mas Cleiton defendeu.

Como o La Equidad nada fez, o Atlético-MG foi para o ataque e fez sua melhor jogada aos 30 minutos. Patric, Geuvânio, Ricardo Oliveira trocaram passes e Elias completou: 3 a 1.

Daí até o final, o La Equidad voltou a ficar com a bola, mas, como aconteceu nos dois jogos, pouco produziu. Chegar às quartas de final foi demais para o pequeno time colombiano.

FICHA TÉCNICA:

LA EQUIDAD 1 x 3 ATLÉTICO-MG

LA EQUIDAD - Novoa; Pacheco, Arboleda, Riquett e Torralvo; Pablo Lima, Motta (Mier), Vargas e Barona (Jesus González); Camacho (De Alba) e Peralta. Técnico: Humberto Sierra.

ATLÉTICO-MG - Cleiton; Patric, Réver, Igor Rabello e Fábio Santos; Jair, Elias, Vinícius (Geuvânio) e Chará (Zé Welison); Cazares (Otero) e Ricardo Oliveira. Técnico: Rodrigo Santana.

GOLS - Réver, aos 19 minutos do primeiro tempo. Mier, aos 2, Cazares, aos 5, e Elias, aos 30 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Esteban Ostojich (URU).

CARTÕES AMARELOS - Chará, Vinícius, Riquett, Jair e Pacheco.

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio El Campín, em Bogotá (Colômbia). 


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade