Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Esporte
Vasco busca empate no fim contra Juazeirense e avança na Copa do Brasil

Quinta, 7/2/2019 4:46.

Publicidade

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) - O Vasco não teve vida fácil nesta quarta-feira (6) contra a Juazeirense na Copa do Brasil. Em um gramado ruim no estádio Adauto Moraes, em Juazeiro (BA), o time carioca penou e garantiu a classificação para a segunda fase da Copa do Brasil após um suado empate em 2 a 2.

O resultado foi obtido nos minutos finais através de um pênalti. Os gols foram marcados por Yan Sasse e Maxi Lopez, para os vascaínos, e por Gustavo Balotelli e Nino Guerreiro, para os baianos.

Na próxima etapa da competição, o Vasco aguarda o vencedor do duelo entre Remo e Serra (ES).

Antes do próximo jogo na Copa do Brasil, o Vasco volta a pensar na Copa do Braisl. No próximo domingo (10), às 17h, no Maracanã, o Cruzmaltino enfrenta o Resende pelas semifinais da Taça Guanabara. Quem passar encara o vitorioso do clássico entre Flamengo e Fluminense.

O Vasco já sofreu sufoco no começo da partida. Logo aos 4min do primeiro tempo, Hugo entrou sozinho após troca de passes e finalizou, mas o goleiro Fernando Miguel fez grande defesa e salvou o Vasco.

O Vasco respondeu à altura. Aos 12, Raúl Cáceres foi à linha de fundo e cruzou para trás. Marrony dominou, rolou para Maxi Lopez e o chute do argentino foi travado. A bola, porém, voltou para ele, que ajeitou para Yan Sasse, com categoria, abrir o placar para o Cruzmaltino.

Aos 39min, Bruno César rolou para Yan Sasse que, de canhota, experimentou da intermediária. A bola foi com veneno, mas o goleiro Douglas estava atento e fez boa defesa.

O empate da Juazeirense aconteceu aos 5min do segundo tempo em jogada individual de Gustavo Balotelli, que ganhou no corpo do lateral direito Raúl Cáceres, cortou para dentro e bateu no cantinho do goleiro Fernando Miguel.

A partida, então, precisou ser paralisada aos 16min por falta de luz no estádio. O jogo ficou suspenso por 26 minutos e, na volta, teve a virada dos donos da casa.

Aos 32min, Gustavo Balotelli foi lançado e teve sua camisa puxada pelo zagueiro Leandro Castan. O árbitro assinalou pênalti e, na cobrança, Nino Guerreiro bateu com categoria para virar para a Juazeirense.

O Vasco, contudo, buscou a igualdade no fim. Titular pela primeira vez na temporada, Maxi Lopez teve uma atuação discreta durante o jogo, mas teve o sangue frio para, aos 45min, cobrar o pênalti que garantiu o empate e a classificação do Vasco na Copa do Brasil.

JUAZEIRENSE
Douglas Pires; Everton, Emerson, Emílio, Wallace; Waguinho, Patrik, Rogerinho, Hugo Freitas; Gustavo Balotelli, Nino Guerreiro. T.: Aroldo Moreira

VASCO
Fernando Miguel; Cáceres, Werley, Leandro Castan, Danilo Barcelos; Andrey, Lucas Mineiro, Yan Sasse, Thiago Galhardo, Marrony; Maxi López. T.: Alberto Valentim

Estádio: Adauto Moraes, em Juazeiro (BA)
Juiz: Rafael Traci (PR)
Cartões amarelos: Emílio (Juazeiro); Bruno César (Vasco)
Gols: Yan Sasse, aos 12min do primeiro tempo, e Maxi Lopez, aos 45min do segundo tempo (Vasco); Gustavo Balotelli, aos 5min, e Nino Guerreiro, aos 32min do segundo tempo (Juazeirense).


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3

Vasco busca empate no fim contra Juazeirense e avança na Copa do Brasil

Publicidade

Quinta, 7/2/2019 4:46.

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) - O Vasco não teve vida fácil nesta quarta-feira (6) contra a Juazeirense na Copa do Brasil. Em um gramado ruim no estádio Adauto Moraes, em Juazeiro (BA), o time carioca penou e garantiu a classificação para a segunda fase da Copa do Brasil após um suado empate em 2 a 2.

O resultado foi obtido nos minutos finais através de um pênalti. Os gols foram marcados por Yan Sasse e Maxi Lopez, para os vascaínos, e por Gustavo Balotelli e Nino Guerreiro, para os baianos.

Na próxima etapa da competição, o Vasco aguarda o vencedor do duelo entre Remo e Serra (ES).

Antes do próximo jogo na Copa do Brasil, o Vasco volta a pensar na Copa do Braisl. No próximo domingo (10), às 17h, no Maracanã, o Cruzmaltino enfrenta o Resende pelas semifinais da Taça Guanabara. Quem passar encara o vitorioso do clássico entre Flamengo e Fluminense.

O Vasco já sofreu sufoco no começo da partida. Logo aos 4min do primeiro tempo, Hugo entrou sozinho após troca de passes e finalizou, mas o goleiro Fernando Miguel fez grande defesa e salvou o Vasco.

O Vasco respondeu à altura. Aos 12, Raúl Cáceres foi à linha de fundo e cruzou para trás. Marrony dominou, rolou para Maxi Lopez e o chute do argentino foi travado. A bola, porém, voltou para ele, que ajeitou para Yan Sasse, com categoria, abrir o placar para o Cruzmaltino.

Aos 39min, Bruno César rolou para Yan Sasse que, de canhota, experimentou da intermediária. A bola foi com veneno, mas o goleiro Douglas estava atento e fez boa defesa.

O empate da Juazeirense aconteceu aos 5min do segundo tempo em jogada individual de Gustavo Balotelli, que ganhou no corpo do lateral direito Raúl Cáceres, cortou para dentro e bateu no cantinho do goleiro Fernando Miguel.

A partida, então, precisou ser paralisada aos 16min por falta de luz no estádio. O jogo ficou suspenso por 26 minutos e, na volta, teve a virada dos donos da casa.

Aos 32min, Gustavo Balotelli foi lançado e teve sua camisa puxada pelo zagueiro Leandro Castan. O árbitro assinalou pênalti e, na cobrança, Nino Guerreiro bateu com categoria para virar para a Juazeirense.

O Vasco, contudo, buscou a igualdade no fim. Titular pela primeira vez na temporada, Maxi Lopez teve uma atuação discreta durante o jogo, mas teve o sangue frio para, aos 45min, cobrar o pênalti que garantiu o empate e a classificação do Vasco na Copa do Brasil.

JUAZEIRENSE
Douglas Pires; Everton, Emerson, Emílio, Wallace; Waguinho, Patrik, Rogerinho, Hugo Freitas; Gustavo Balotelli, Nino Guerreiro. T.: Aroldo Moreira

VASCO
Fernando Miguel; Cáceres, Werley, Leandro Castan, Danilo Barcelos; Andrey, Lucas Mineiro, Yan Sasse, Thiago Galhardo, Marrony; Maxi López. T.: Alberto Valentim

Estádio: Adauto Moraes, em Juazeiro (BA)
Juiz: Rafael Traci (PR)
Cartões amarelos: Emílio (Juazeiro); Bruno César (Vasco)
Gols: Yan Sasse, aos 12min do primeiro tempo, e Maxi Lopez, aos 45min do segundo tempo (Vasco); Gustavo Balotelli, aos 5min, e Nino Guerreiro, aos 32min do segundo tempo (Juazeirense).


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade