Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Esporte
Fla bate Eintracht Frankfurt e conquista a Florida Cup

Domingo, 13/1/2019 6:54.

Publicidade

(UOL/FOLHAPRESS) - Com um gol de Jean Lucas, o Flamengo venceu o Eitracht Frankfurt por 1 a 0 e conquistou a Florida Cup, neste sábado (12), nos EUA. Apenas a vitória no tempo normal garantiria a conquista para os rubro-negros, que tinham de superar os alemães e o Ajax em pontos.

A vitória veio ainda na primeira etapa, quando o técnico Abel Braga mandou a campo uma equipe recheada de jogadores considerados reservas. Apesar da evidente falta de ritmo, o Fla soube se impor e se aproveitou de o fato de o rival ter perdido um jogador expulso ainda no início.

O time só volta a entrar em campo no próximo dia 20, quando encara o Bangu em jogo válido pela primeira rodada do Campeonato Carioca. A partida deve ser confirmada para o Maracanã.

Ao contrário da partida diante do Ajax, Abel Braga iniciou o jogo contra os alemães com o time considerado reserva. Assim, nomes como César, Rodinei, Trauco, Piris da Motta, Ronaldo, Jean Lucas, Thiago Santos e Vitor Gabriel tiveram a oportunidade de iniciar o duelo. Na etapa final, o treinador lançou os rostos mais conhecidos do torcedor, casos de Diego, Vitinho, Everton Ribeiro, Cuéllar e Willian Arão. Principais reforços até o momento, Gabigol e De Arrascaeta sequer viajaram para os Estados Unidos.

Com um time sem entrosamento algum e diante de um adversário um tanto quanto preguiçoso, o jogo na etapa inicial foi marcado por muita briga, pegada e bem pouco de bom futebol.

Com mais força pelo lado direito, o Rubro-negro teve nas passagens de Rodinei, Ronaldo e Jean as suas principais jogadas. O Fla apostou nos contra-ataques, mas faltou capricho na hora da definição das jogadas. Dourado recebeu uma bola sozinho, mas deixou o marcador chegar e desperdiçou a melhor chance carioca até então.

E foi pelo setor mais ofensivo e ajustado que saiu a jogada do gol. Rodinei, que fez uma boa etapa inicial, atravessou a bola para Jean Lucas. De primeira, o jovem pegou de maneira esquisita, a bola pegou um efeito e matou o goleiro Trapp.

O técnico Abel manteve apenas César, Rodrigo Caio e Rhodolfo para o segundo tempo. Com oito jogadores descansados e com a vantagem construída, era de se imaginar uma equipe bem mais agressiva em busca de mais gols, mas não foi isso que aconteceu.

Se não foi ameaçado em momento algum pelo adversário, que voltou 100% mexido para a etapa final, os rubro-negros até tiveram espaços na defesa alemã, mas o time parece ter sentido a falta de ritmo e de preparo, e só passou a agredir no terço final da partida.

Aos 31, Vitinho recebeu uma bola à feição para o chute, mas arrematou muito mal e mandou para fora uma grande chance. Minutos depois, Willian Arão também mandou pelos ares a possibilidade de praticamente liquidar o jogo. Renê e Everton Ribeiro também pecaram na hora da conclusão. Apesar dos gols perdidos, o time conseguiu segurar a vitória e deixou o campo do Orlando City festejando a vitória e a conquista do torneio preparatório.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3

Fla bate Eintracht Frankfurt e conquista a Florida Cup

Publicidade

Domingo, 13/1/2019 6:54.

(UOL/FOLHAPRESS) - Com um gol de Jean Lucas, o Flamengo venceu o Eitracht Frankfurt por 1 a 0 e conquistou a Florida Cup, neste sábado (12), nos EUA. Apenas a vitória no tempo normal garantiria a conquista para os rubro-negros, que tinham de superar os alemães e o Ajax em pontos.

A vitória veio ainda na primeira etapa, quando o técnico Abel Braga mandou a campo uma equipe recheada de jogadores considerados reservas. Apesar da evidente falta de ritmo, o Fla soube se impor e se aproveitou de o fato de o rival ter perdido um jogador expulso ainda no início.

O time só volta a entrar em campo no próximo dia 20, quando encara o Bangu em jogo válido pela primeira rodada do Campeonato Carioca. A partida deve ser confirmada para o Maracanã.

Ao contrário da partida diante do Ajax, Abel Braga iniciou o jogo contra os alemães com o time considerado reserva. Assim, nomes como César, Rodinei, Trauco, Piris da Motta, Ronaldo, Jean Lucas, Thiago Santos e Vitor Gabriel tiveram a oportunidade de iniciar o duelo. Na etapa final, o treinador lançou os rostos mais conhecidos do torcedor, casos de Diego, Vitinho, Everton Ribeiro, Cuéllar e Willian Arão. Principais reforços até o momento, Gabigol e De Arrascaeta sequer viajaram para os Estados Unidos.

Com um time sem entrosamento algum e diante de um adversário um tanto quanto preguiçoso, o jogo na etapa inicial foi marcado por muita briga, pegada e bem pouco de bom futebol.

Com mais força pelo lado direito, o Rubro-negro teve nas passagens de Rodinei, Ronaldo e Jean as suas principais jogadas. O Fla apostou nos contra-ataques, mas faltou capricho na hora da definição das jogadas. Dourado recebeu uma bola sozinho, mas deixou o marcador chegar e desperdiçou a melhor chance carioca até então.

E foi pelo setor mais ofensivo e ajustado que saiu a jogada do gol. Rodinei, que fez uma boa etapa inicial, atravessou a bola para Jean Lucas. De primeira, o jovem pegou de maneira esquisita, a bola pegou um efeito e matou o goleiro Trapp.

O técnico Abel manteve apenas César, Rodrigo Caio e Rhodolfo para o segundo tempo. Com oito jogadores descansados e com a vantagem construída, era de se imaginar uma equipe bem mais agressiva em busca de mais gols, mas não foi isso que aconteceu.

Se não foi ameaçado em momento algum pelo adversário, que voltou 100% mexido para a etapa final, os rubro-negros até tiveram espaços na defesa alemã, mas o time parece ter sentido a falta de ritmo e de preparo, e só passou a agredir no terço final da partida.

Aos 31, Vitinho recebeu uma bola à feição para o chute, mas arrematou muito mal e mandou para fora uma grande chance. Minutos depois, Willian Arão também mandou pelos ares a possibilidade de praticamente liquidar o jogo. Renê e Everton Ribeiro também pecaram na hora da conclusão. Apesar dos gols perdidos, o time conseguiu segurar a vitória e deixou o campo do Orlando City festejando a vitória e a conquista do torneio preparatório.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade