Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Federer perde para fã grego de 20 anos em dia de surpresas na Austrália

Domingo, 20/1/2019 17:07.

(FOLHAPRESS) - Em uma partida definida como uma "troca de guarda" pelo ex-tenista John McEnroe, o grego Stefanos Tsitsipas, 20, derrotou o suíço Roger Federer, 37, nas oitavas de final do Aberto da Austrália neste domingo (20).

Tsitsipas triunfou por 3 sets a 1, com parciais de 6/7 (11-13), 7/6 (7-3), 7/5 e 7/6 (7-5).

"Sou o homem mais feliz do mundo agora", disse o grego a McEnroe em entrevista logo após a vitória. Federer é o maior ídolo do grego no tênis.

Esta foi a primeira vez que um tenista da Grécia se classificou para as quartas de final de um Grand Slam.

Número 15 do mundo, Tsitsipas teve uma grande arrancada na temporada de 2018, alcançando a final do Masters 1000 do Canadá e vencendo o NextGen Finals, um torneio que reúne os melhores tenistas sub-23 do mundo. No Aberto da Austrália, ele chegou como cabeça de chave 14.

No entanto, ainda faltava ao grego uma vitória que sacramentasse sua ascensão. Ela veio justamente contra um tenista em quem ele sempre se espelhou.

"Consegui fechar o jogo e continuar forte, vencer meu ídolo. Ele se tornou meu rival hoje", afirmou Tsitsipas.

Fora das quadras, Tsitsipas também mostra um estilo diferente da velha guarda do circuito. Nas horas livres, ele atualiza seu canal no YouTube.

Para Federer, o revés significou a saída do top 5 do ranking da ATP (Associação dos Tenistas Profissionais). Como foi campeão em 2018, o suíço tinha 2.000 pontos para defender. Com a campanha deste ano, somou apenas 180.

Esta foi a terceira participação consecutiva de Federer em Grand Slams sem alcançar as semifinais. O recordista de títulos deste nível (20) entre os homens parou nas quartas de Wimbledon e nas oitavas do Aberto dos EUA em 2018.

"Tenho muitos arrependimentos hoje. Pode parecer que não, mas tenho. Acho que deveria ter vencido o segundo set. Não importa como, mas deveria. Isso me custou o jogo", avaliou Federer, que desperdiçou 12 chances de quebrar o saque do adversário.

No entanto, o suíço elogiou a postura de Tsitsipas nos momentos de pressão. "Não é sempre fácil, especialmente para tenistas jovens. Crédito para ele por ter lidado bem com isso."

Após o jogo, Federer revelou que pretende voltar a jogar torneios no saibro, algo que ele não fez em 2017 e 2018.

Tsitsipas enfrenta nas quartas de final, na terça-feira (22) o espanhol Roberto Bautista Agut, que já passou por Andy Murray e Marin Cilic.

Já o espanhol Rafael Nadal não perdeu sets na competição em seus primeiros quatro jogos. O número 2 do mundo enfrenta o americano Frances Tiafoe, 39º do mundo, por uma vaga nas semifinais.

Na chave feminina, o domingo (20) também teve uma grande surpresa com a derrota da alemã Angelique Kerber para a americana Danielle Collins por 2 sets a 0, 6/0 e 6/2.

Cabeça de chave 2, Kerber era considerada a principal favorita ao título, devido à má fase da líder do ranking, a romena Simona Halep.
A russa Maria Sharapova, vencedora do Aberto da Austrália em 2008, também se despediu do torneio ao sofrer uma virada para a australiana Ashleigh Barty, 15ª do ranking, por 4/6, 6/1 e 6/4.

No último jogo da rodada, a americana Sloane Stephens, número 5 do mundo, foi mais uma dar adeus a Melbourne com derrota para a russa Anastasia Pavlyuchenkova, por 2 sets a 1. 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade


Geral

A organização estima a participação de 5 mil fiéis


Geral

 Igreja Luterana, Igreja Matriz Sta Inês, Capela Santa Catarina de Alexandria, Paróquia São Sebastião


Opinião

Por Felipe Gustavo Koch Buttelli


Cultura


Publicidade


Tecnologia

Apaixonados por computadores, videogames e afins antigos exibem suas relíquias


Publicidade

Para você euma amiga. Concorra também ao sorteio de 10 ingressos para o Magrass Day


Cidade

Foco urgente é despoluir o Canal do Marambaia, mas Hip Hop parece ser mais importante


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Federer perde para fã grego de 20 anos em dia de surpresas na Austrália

Publicidade

Domingo, 20/1/2019 17:07.

(FOLHAPRESS) - Em uma partida definida como uma "troca de guarda" pelo ex-tenista John McEnroe, o grego Stefanos Tsitsipas, 20, derrotou o suíço Roger Federer, 37, nas oitavas de final do Aberto da Austrália neste domingo (20).

Tsitsipas triunfou por 3 sets a 1, com parciais de 6/7 (11-13), 7/6 (7-3), 7/5 e 7/6 (7-5).

"Sou o homem mais feliz do mundo agora", disse o grego a McEnroe em entrevista logo após a vitória. Federer é o maior ídolo do grego no tênis.

Esta foi a primeira vez que um tenista da Grécia se classificou para as quartas de final de um Grand Slam.

Número 15 do mundo, Tsitsipas teve uma grande arrancada na temporada de 2018, alcançando a final do Masters 1000 do Canadá e vencendo o NextGen Finals, um torneio que reúne os melhores tenistas sub-23 do mundo. No Aberto da Austrália, ele chegou como cabeça de chave 14.

No entanto, ainda faltava ao grego uma vitória que sacramentasse sua ascensão. Ela veio justamente contra um tenista em quem ele sempre se espelhou.

"Consegui fechar o jogo e continuar forte, vencer meu ídolo. Ele se tornou meu rival hoje", afirmou Tsitsipas.

Fora das quadras, Tsitsipas também mostra um estilo diferente da velha guarda do circuito. Nas horas livres, ele atualiza seu canal no YouTube.

Para Federer, o revés significou a saída do top 5 do ranking da ATP (Associação dos Tenistas Profissionais). Como foi campeão em 2018, o suíço tinha 2.000 pontos para defender. Com a campanha deste ano, somou apenas 180.

Esta foi a terceira participação consecutiva de Federer em Grand Slams sem alcançar as semifinais. O recordista de títulos deste nível (20) entre os homens parou nas quartas de Wimbledon e nas oitavas do Aberto dos EUA em 2018.

"Tenho muitos arrependimentos hoje. Pode parecer que não, mas tenho. Acho que deveria ter vencido o segundo set. Não importa como, mas deveria. Isso me custou o jogo", avaliou Federer, que desperdiçou 12 chances de quebrar o saque do adversário.

No entanto, o suíço elogiou a postura de Tsitsipas nos momentos de pressão. "Não é sempre fácil, especialmente para tenistas jovens. Crédito para ele por ter lidado bem com isso."

Após o jogo, Federer revelou que pretende voltar a jogar torneios no saibro, algo que ele não fez em 2017 e 2018.

Tsitsipas enfrenta nas quartas de final, na terça-feira (22) o espanhol Roberto Bautista Agut, que já passou por Andy Murray e Marin Cilic.

Já o espanhol Rafael Nadal não perdeu sets na competição em seus primeiros quatro jogos. O número 2 do mundo enfrenta o americano Frances Tiafoe, 39º do mundo, por uma vaga nas semifinais.

Na chave feminina, o domingo (20) também teve uma grande surpresa com a derrota da alemã Angelique Kerber para a americana Danielle Collins por 2 sets a 0, 6/0 e 6/2.

Cabeça de chave 2, Kerber era considerada a principal favorita ao título, devido à má fase da líder do ranking, a romena Simona Halep.
A russa Maria Sharapova, vencedora do Aberto da Austrália em 2008, também se despediu do torneio ao sofrer uma virada para a australiana Ashleigh Barty, 15ª do ranking, por 4/6, 6/1 e 6/4.

No último jogo da rodada, a americana Sloane Stephens, número 5 do mundo, foi mais uma dar adeus a Melbourne com derrota para a russa Anastasia Pavlyuchenkova, por 2 sets a 1. 

Publicidade

Publicidade