Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Em estreia na Libertadores, Cruzeiro vence Huracán com gol de Rodriguinho

Sexta, 8/3/2019 5:21.

(UOL/FOLHAPRESS) - O Cruzeiro venceu o Huracán, por 1 a 0, na noite desta quinta (7), pela primeira rodada do grupo B da Copa Libertadores. Rodriguinho fez o único gol da partida ocorrida no estádio El Palacio, em Buenos Aires, na Argentina.

Com o resultado, o time mineiro ocupa a primeira colocação da chave, com três pontos. No entanto, os outros times do grupo -Deportivo Lara e Emelec- entram em campo ainda nesta quinta, às 23h (de Brasília).

Os comandados de Mano Menezes voltam a campo no domingo (10), contra o Tombense, pelo Campeonato Mineiro. O novo confronto da Libertadores será na próxima quarta-feira (13), às 19h15 (de Brasília), contra o Deportivo Lara. Os dois jogos seguintes ocorrem no Mineirão.

O MELHOR: RODRIGUINHO

Rodriguinho foi a principal contratação do Cruzeiro para 2019. O meia-atacante de 30 anos tem feito jus ao rótulo e se destacado no time comandado por Mano Menezes. No jogo de hoje, ele novamente brilhou em campo e balançou a rede do time adversário na estreia pela Copa Libertadores da América. É o terceiro gol do atleta em cinco jogos pelo clube mineiro.

O PIOR: RAFINHA

Escalado como ponta esquerda, Rafinha não fez uma partida tão convincente na Argentina. O camisa 7 encontrou dificuldades na criação de jogadas e também para dar alicerce a Egídio na marcação. No segundo tempo, o técnico Mano Menezes precisou colocar em campo Ariel Cabral para ajudar nas investidas de Chimino, lateral direito do time adversário.

ROBINHO SE TORNA MELHOR GARÇOM DO TIME NA TEMPORADA

Robinho é indiscutivelmente um dos garçons do Cruzeiro nos últimos anos. O meio-campista cria boas chances para que os colegas finalizem e ganhou o apelido de maestro nos últimos anos. No jogo desta noite, ele voltou a brilhar desta forma e deu passe para Rodriguinho marcar. Ele é quem mais deu passes no ano, com dois, para os companheiros.

IRRIGAÇÃO É ACIONADA DURANTE A PARTIDA

Por volta de 30 minutos do segundo tempo, um fato inusitado chamou a atenção de quem foi ao estádio El Palacio para assistir à estreia de Huracán e Cruzeiro na Copa Libertadores da América. A irrigação do gramado, já castigado pela chuva que assolou, foi ligada e assustou até os próprios jogadores. O árbitro peruano Diego Haro teve que paralisar o confronto por alguns minutos.

HURACÁN ABUSA DE CRUZAMENTOS

O Huracán abusou dos cruzamentos na partida ocorrida na noite de hoje. Com mais posse de bola, o mandante tentou chegar ao ataque pelos lados do campo com os laterais Alderete e Chimino. A dupla levantou muitas bolas na área e obrigou o técnico Mano Menezes e a colocar mais um zagueiro em campo. Fabrício Bruno entrou na vaga de Rodriguinho para melhorar a marcação nas bolas aéreas.

MANO É EXPULSO

Mano Menezes foi expulso pelo comportamento às margens do gramado instantes antes da substituição de Rafinha por Marquinhos Gabriel. O treinador pediu à arbitragem para autorizar a entrada do atleta. No entanto, a troca foi permitida somente depois do lance. O fato causou irritação no técnico, que foi à loucura no gramado. Insatisfeito com a postura, o árbitro optou pela expulsão do treinador.

HURACÁN TEM GOL INVALIDADO

O Huracán teve um gol anulado nos minutos finais da partida. Chimino cobrou falta na grande área, e Lucas Barrios desviou de cabeça. Na sequência, Andrés Chávez estufou a rede de Fábio, mas a arbitragem o flagrou em posição irregular.

HURACÁN
Silva; Chimino, Salcedo, Mancinelli e Alderete; Damonte (Patricio Toranzo), Rossi, Auzqui (Javier Mendoza) e Roa (Andrés Chávez); Gamba e Barrios.
T.: Antonio Mohamed

CRUZEIRO
Fábio; Edilson, Léo, Murilo e Egídio; Henrique, Lucas Romero (Ariel Cabral), Robinho e Rodriguinho (Fabrício Bruno); Rafinha (Marquinhos Gabriel) e Fred.
T.: Mano Menezes

Estádio: El Palacio, em Buenos Aires (ARG)
Árbitro: Diego Haro (PER)
Assistentes: Jonny Bossio (PER) e Jesús Sánchez (PER)
Cartão amarelo: Roa, Chimino, Gamba (HUR); Rafinha, Lucas Romero, Murilo, Léo, Fred, Egídio (CRU)
Gol: Rodriguinho, aos 30min do 1º tempo. 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Saúde

As vizinhas Itapema (185) e Camboriú (105) lideram a lista de doentes autóctones


Justiça

MP diz que aluguel de totens de segurança causou prejuízo ao erário


Geral

Evento será nessa sexta (24) e sábado (25)


Cultura

Livro “Camboriú e Balneário e Camboriú – a história das duas cidades” em nova versão


Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Em estreia na Libertadores, Cruzeiro vence Huracán com gol de Rodriguinho

Publicidade

Sexta, 8/3/2019 5:21.

(UOL/FOLHAPRESS) - O Cruzeiro venceu o Huracán, por 1 a 0, na noite desta quinta (7), pela primeira rodada do grupo B da Copa Libertadores. Rodriguinho fez o único gol da partida ocorrida no estádio El Palacio, em Buenos Aires, na Argentina.

Com o resultado, o time mineiro ocupa a primeira colocação da chave, com três pontos. No entanto, os outros times do grupo -Deportivo Lara e Emelec- entram em campo ainda nesta quinta, às 23h (de Brasília).

Os comandados de Mano Menezes voltam a campo no domingo (10), contra o Tombense, pelo Campeonato Mineiro. O novo confronto da Libertadores será na próxima quarta-feira (13), às 19h15 (de Brasília), contra o Deportivo Lara. Os dois jogos seguintes ocorrem no Mineirão.

O MELHOR: RODRIGUINHO

Rodriguinho foi a principal contratação do Cruzeiro para 2019. O meia-atacante de 30 anos tem feito jus ao rótulo e se destacado no time comandado por Mano Menezes. No jogo de hoje, ele novamente brilhou em campo e balançou a rede do time adversário na estreia pela Copa Libertadores da América. É o terceiro gol do atleta em cinco jogos pelo clube mineiro.

O PIOR: RAFINHA

Escalado como ponta esquerda, Rafinha não fez uma partida tão convincente na Argentina. O camisa 7 encontrou dificuldades na criação de jogadas e também para dar alicerce a Egídio na marcação. No segundo tempo, o técnico Mano Menezes precisou colocar em campo Ariel Cabral para ajudar nas investidas de Chimino, lateral direito do time adversário.

ROBINHO SE TORNA MELHOR GARÇOM DO TIME NA TEMPORADA

Robinho é indiscutivelmente um dos garçons do Cruzeiro nos últimos anos. O meio-campista cria boas chances para que os colegas finalizem e ganhou o apelido de maestro nos últimos anos. No jogo desta noite, ele voltou a brilhar desta forma e deu passe para Rodriguinho marcar. Ele é quem mais deu passes no ano, com dois, para os companheiros.

IRRIGAÇÃO É ACIONADA DURANTE A PARTIDA

Por volta de 30 minutos do segundo tempo, um fato inusitado chamou a atenção de quem foi ao estádio El Palacio para assistir à estreia de Huracán e Cruzeiro na Copa Libertadores da América. A irrigação do gramado, já castigado pela chuva que assolou, foi ligada e assustou até os próprios jogadores. O árbitro peruano Diego Haro teve que paralisar o confronto por alguns minutos.

HURACÁN ABUSA DE CRUZAMENTOS

O Huracán abusou dos cruzamentos na partida ocorrida na noite de hoje. Com mais posse de bola, o mandante tentou chegar ao ataque pelos lados do campo com os laterais Alderete e Chimino. A dupla levantou muitas bolas na área e obrigou o técnico Mano Menezes e a colocar mais um zagueiro em campo. Fabrício Bruno entrou na vaga de Rodriguinho para melhorar a marcação nas bolas aéreas.

MANO É EXPULSO

Mano Menezes foi expulso pelo comportamento às margens do gramado instantes antes da substituição de Rafinha por Marquinhos Gabriel. O treinador pediu à arbitragem para autorizar a entrada do atleta. No entanto, a troca foi permitida somente depois do lance. O fato causou irritação no técnico, que foi à loucura no gramado. Insatisfeito com a postura, o árbitro optou pela expulsão do treinador.

HURACÁN TEM GOL INVALIDADO

O Huracán teve um gol anulado nos minutos finais da partida. Chimino cobrou falta na grande área, e Lucas Barrios desviou de cabeça. Na sequência, Andrés Chávez estufou a rede de Fábio, mas a arbitragem o flagrou em posição irregular.

HURACÁN
Silva; Chimino, Salcedo, Mancinelli e Alderete; Damonte (Patricio Toranzo), Rossi, Auzqui (Javier Mendoza) e Roa (Andrés Chávez); Gamba e Barrios.
T.: Antonio Mohamed

CRUZEIRO
Fábio; Edilson, Léo, Murilo e Egídio; Henrique, Lucas Romero (Ariel Cabral), Robinho e Rodriguinho (Fabrício Bruno); Rafinha (Marquinhos Gabriel) e Fred.
T.: Mano Menezes

Estádio: El Palacio, em Buenos Aires (ARG)
Árbitro: Diego Haro (PER)
Assistentes: Jonny Bossio (PER) e Jesús Sánchez (PER)
Cartão amarelo: Roa, Chimino, Gamba (HUR); Rafinha, Lucas Romero, Murilo, Léo, Fred, Egídio (CRU)
Gol: Rodriguinho, aos 30min do 1º tempo. 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade