Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Esporte
Academia do Pontal Norte comemora seis anos de sucesso

Sexta, 1/11/2019 17:36.
Charles Silva

Publicidade

A partir de segunda-feira (4) atende em novos horários

A Academia do Pontal Norte, projeto precursor no sul do país, completou seis anos nesta quinta-feira (31). Em 2013, quando inaugurou, foi a terceira academia ao ar livre do Brasil. Nestes seis anos atendeu mais de seis mil pessoas cadastradas, atendendo média de 180 alunos por dia. Hoje temos dois mil cadastros ativos.

O professor Charles Silva, autor do projeto e até hoje no comando da Academia, fez um levantamento do período de funcionamento e constatou que 60% das pessoas que frequentam o local têm de 25 a 35 anos.

“São pessoas ativas, produtivas que procuraram a academia para um estilo de vida saudável. Esta academia está completamente relacionada à saúde pública, porque incentivando a população a fazer uma atividade física bem orientada e de qualidade, conseguimos diminuir a fila de atendimento médico, reduzir o número de medicamentos, teremos um trabalhador mais motivado, menos atestados de saúde. Tudo isso me deixa muito feliz, porque foi um projeto de minha autoria em 2013 e hoje me sinto realizado em ver o sucesso que a academia tem”, disse Charles.

Ele explicou que a característica da academia é exclusivamente para o trabalho de força muscular, porque a Organização Mundial da Saúde (OMS) aconselha o trabalho de aptidão cardiorespiratoria, o trabalho de força muscular e alongamento.

“Hoje proporcionamos esse tipo de atividade para a população para melhoria da qualidade de vida. A gente não pensa em estética, ela é simplesmente a consequência de um corpo saudável”, disse.

Atualmente nove profissionais atendem a população, entre eles seis professores na sala. São atendidos 20 alunos por vez. Não funciona como hora marcada, não precisa agendar. O aluno escolhe o melhor horário e pode treinar. Ele pode treinar três vezes na semana e aos sábados. Para que todos possam ter a oportunidade de manter a indicação da OMS que é de três a quatro vezes na semana de exercícios moderados.


Como funciona

Podem usar a academia pessoas de 15 anos (limite inferior) e não tem limite superior. Tem alunos de 70 e até de 88 anos. Para participar basta levar um levar um atestado de saúde comprovando que está apto a fazer atividade física, um comprovante de residência e um documento com foto.

Para turistas é o mesmo procedimento, só participa se tiver um atestado de saúde. Charles disse que neste ano já atenderam turistas de várias nacionalidades (Estados Unidos, Cuba, Haiti, Argentina, Uruguai, Paraguai, Chile, Espanha e Itália). Tudo é gratuito e não tem limite de matrículas. São atendidas 20 pessoas por vez, porque é o tamanho que a sala comporta, se alguém chega para treinar e ultrapassou o limite, tira uma senha e aguarda a primeira vaga que surgir.


Horários novos

De segunda a sexta-feira, das 6h às 12h, e das 15h às 21h.

Aos sábados das 7h às 10h e das 16h às 18h.

“A mudança do horário é devido ao calor intenso, sol muito forte, porque ela é aberta, ao ar livre”, disse Charles.

Charles (D) com a equipe da manhã


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Charles Silva

Academia do Pontal Norte comemora seis anos de sucesso

Publicidade

Sexta, 1/11/2019 17:36.

A partir de segunda-feira (4) atende em novos horários

A Academia do Pontal Norte, projeto precursor no sul do país, completou seis anos nesta quinta-feira (31). Em 2013, quando inaugurou, foi a terceira academia ao ar livre do Brasil. Nestes seis anos atendeu mais de seis mil pessoas cadastradas, atendendo média de 180 alunos por dia. Hoje temos dois mil cadastros ativos.

O professor Charles Silva, autor do projeto e até hoje no comando da Academia, fez um levantamento do período de funcionamento e constatou que 60% das pessoas que frequentam o local têm de 25 a 35 anos.

“São pessoas ativas, produtivas que procuraram a academia para um estilo de vida saudável. Esta academia está completamente relacionada à saúde pública, porque incentivando a população a fazer uma atividade física bem orientada e de qualidade, conseguimos diminuir a fila de atendimento médico, reduzir o número de medicamentos, teremos um trabalhador mais motivado, menos atestados de saúde. Tudo isso me deixa muito feliz, porque foi um projeto de minha autoria em 2013 e hoje me sinto realizado em ver o sucesso que a academia tem”, disse Charles.

Ele explicou que a característica da academia é exclusivamente para o trabalho de força muscular, porque a Organização Mundial da Saúde (OMS) aconselha o trabalho de aptidão cardiorespiratoria, o trabalho de força muscular e alongamento.

“Hoje proporcionamos esse tipo de atividade para a população para melhoria da qualidade de vida. A gente não pensa em estética, ela é simplesmente a consequência de um corpo saudável”, disse.

Atualmente nove profissionais atendem a população, entre eles seis professores na sala. São atendidos 20 alunos por vez. Não funciona como hora marcada, não precisa agendar. O aluno escolhe o melhor horário e pode treinar. Ele pode treinar três vezes na semana e aos sábados. Para que todos possam ter a oportunidade de manter a indicação da OMS que é de três a quatro vezes na semana de exercícios moderados.


Como funciona

Podem usar a academia pessoas de 15 anos (limite inferior) e não tem limite superior. Tem alunos de 70 e até de 88 anos. Para participar basta levar um levar um atestado de saúde comprovando que está apto a fazer atividade física, um comprovante de residência e um documento com foto.

Para turistas é o mesmo procedimento, só participa se tiver um atestado de saúde. Charles disse que neste ano já atenderam turistas de várias nacionalidades (Estados Unidos, Cuba, Haiti, Argentina, Uruguai, Paraguai, Chile, Espanha e Itália). Tudo é gratuito e não tem limite de matrículas. São atendidas 20 pessoas por vez, porque é o tamanho que a sala comporta, se alguém chega para treinar e ultrapassou o limite, tira uma senha e aguarda a primeira vaga que surgir.


Horários novos

De segunda a sexta-feira, das 6h às 12h, e das 15h às 21h.

Aos sábados das 7h às 10h e das 16h às 18h.

“A mudança do horário é devido ao calor intenso, sol muito forte, porque ela é aberta, ao ar livre”, disse Charles.

Charles (D) com a equipe da manhã


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade