Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Esporte
Festival de Surf para Autistas emocionou o campeão Panda

Segunda, 11/11/2019 18:20.
Divulgação/PMBC

Publicidade

O surfista profissional e o quarto melhor brasileiro no circuito mundial da WSL, Willian Cardoso, o Panda, disse que ficou emocionado e ao mesmo tempo feliz, porque viu que o esporte que pratica está ajudando e transformando vidas. O multicampeão estava se referindo ao 5° Festival Nacional de Surf para Autistas, que acompanhou de perto, sábado (09), na Praia Central, do qual participaram mais de 200 crianças e jovens autistas, além de portadores de Síndrome de Down, uma novidade nesta edição. O campeão conversou e trocou idéias com os surfistas e seus familiares.

O evento é organizado pela Fundação Municipal de Esportes (FME), Surf Escola BC e AMA Litoral SC.

O idealizador e organizador do festival, Túlio Ferri, se emociona ao falar sobre esses cinco anos de festival e o quanto isso tem atingido de forma positiva a população.

“Nós temos aqui uma ferramenta de inclusão com inúmeras possibilidades, tanto os jovens com Síndrome de Down ajudando como voluntários, quanto pessoas que nunca tiveram contato com autistas podendo conhecer de perto esse universo deles, é lindo ver a dimensão que o festival está ganhando”, disse Ferri.

Quem também elogiou o festival foi a superintendente da Fundação Municipal de Esportes (FMEBC), Mariana Dalvesco.

“Este projeto ‘Surf para Autistas’ é o único do Brasil e tem sido convidado para outras cidades e até fora do estado. Acredito que em muito em breve conseguiremos realizar uma etapa internacional em Balneário Camboriú”, disse.

O 5° Festival Nacional de Surf para Autistas faz parte do projeto AMA Surf, que têm como objetivo proporcionar a prática da atividade esportiva para pessoas que possuem Transtorno do Espectro Autista que são atendidos na AMA Litoral, objetivando contribuir na promoção de saúde, interação social, diversão e lazer.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Divulgação/PMBC
Divulgação/PMBC

Festival de Surf para Autistas emocionou o campeão Panda

Publicidade

Segunda, 11/11/2019 18:20.

O surfista profissional e o quarto melhor brasileiro no circuito mundial da WSL, Willian Cardoso, o Panda, disse que ficou emocionado e ao mesmo tempo feliz, porque viu que o esporte que pratica está ajudando e transformando vidas. O multicampeão estava se referindo ao 5° Festival Nacional de Surf para Autistas, que acompanhou de perto, sábado (09), na Praia Central, do qual participaram mais de 200 crianças e jovens autistas, além de portadores de Síndrome de Down, uma novidade nesta edição. O campeão conversou e trocou idéias com os surfistas e seus familiares.

O evento é organizado pela Fundação Municipal de Esportes (FME), Surf Escola BC e AMA Litoral SC.

O idealizador e organizador do festival, Túlio Ferri, se emociona ao falar sobre esses cinco anos de festival e o quanto isso tem atingido de forma positiva a população.

“Nós temos aqui uma ferramenta de inclusão com inúmeras possibilidades, tanto os jovens com Síndrome de Down ajudando como voluntários, quanto pessoas que nunca tiveram contato com autistas podendo conhecer de perto esse universo deles, é lindo ver a dimensão que o festival está ganhando”, disse Ferri.

Quem também elogiou o festival foi a superintendente da Fundação Municipal de Esportes (FMEBC), Mariana Dalvesco.

“Este projeto ‘Surf para Autistas’ é o único do Brasil e tem sido convidado para outras cidades e até fora do estado. Acredito que em muito em breve conseguiremos realizar uma etapa internacional em Balneário Camboriú”, disse.

O 5° Festival Nacional de Surf para Autistas faz parte do projeto AMA Surf, que têm como objetivo proporcionar a prática da atividade esportiva para pessoas que possuem Transtorno do Espectro Autista que são atendidos na AMA Litoral, objetivando contribuir na promoção de saúde, interação social, diversão e lazer.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade