Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Esporte
WGP Kickboxing realiza 60ª edição com disputa de cinturão e Challenger GP feminino

Jonas Salsicha e Ravy Brunow lutam pelo título dos super-médios no evento sábado na Barra

Segunda, 18/11/2019 17:21.
David Leite/WGP
Ravi (de calção amarelo)

Publicidade

Em sete anos o WGP Kickboxing já percorreu os quatro cantos do país e fincou bandeiras na América Latina. Agora, a organização se prepara para sua edição especial de número 60. E para celebrar a marca nada melhor que um card insano e uma cidade nova para receber um verdadeiro show de trocação.

No próximo sábado (23) Balneário Camboriú recebe pela primeira vez o WGP. No main event o campeão dos super-médios (até 78,1kg) Jonas Salsicha defende seu título pela primeira vez diante do ex-campeão da divisão dos meio-médios (71,8kg) Ravy Brunow.

Jonas Salsicha (no ar) tenta o cinturão

O card conta ainda com o Challenger GP inaugural dos moscas feminino com a presença das brasileiras Luana Barbosa e Tina Black, além da argentina Giuliana Cosnard e da chilena Jacqueline Ayala.

O multicampeão Lucas Sorin (Astra Fight Team), de Balneário Camboriú, estará lutando na Super Fight (peso Meio-médio (71,8kg) contra Marcelo ‘Hulk’ (Rangel Farias Team).

O evento será transmitido ao vivo pelo Canal Combate, Bandsports e Fox Sports.

Edição histórica

"Chegar à marca de 60 edições realizadas é motivo de grande felicidade para nós, ainda mais sabendo a dificuldade que passamos no início para o WGP se tornar o que se tornou hoje. E nada melhor que comemorar com uma edição especial, em um lugar que ainda não fomos. Muita gente quer ver essa luta entre Salsicha e Ravy há um tempo e certamente vai corresponder às expectativas. O GP feminino que era para ter acontecido no Chile também promete muito. Tenho certeza que a galera de Balneário vai sair satisfeita com uma grande noite de trocação e nossa marca de 60 edições vai ser coroada em grande estilo", afirma Paulinho Zorello, presidente do WGP.

Salsicha x Ravy, o duelo

O duelo entre Jonas Salsicha e Ravy Brunow só foi possível devido uma infelicidade do chileno Victor Valenzuela. Vencedor do último Challenger GP, ao bater o próprio Ravy na final, ele encontra-se lesionado, o que impossibilita o duelo diante de Salsicha. Com isso, Ravy herdou a vaga. Essa será a primeira defesa de cinturão do campeão Jonas Salsicha. Ele conquistou o título na primeira edição de 2019, de número 53, ao destronar Diego Gaúcho por decisão unânime com uma atuação dominante. Aos 25 anos, o paulista de Cidade Tiradentes já fez cinco duelos no WGP e tem 100% de aproveitamento. Na carreira soma 21 lutas e 18 vitórias.

Do outro lado estará um "expert" quando o assunto é subir no ringue do WGP. O baiano Ravy Brunow foi campeão e dominou a divisão dos meio-médios durante um bom tempo. Ele fez nove duelos no evento sem saber o que é perder. Devido a dificuldade em relação ao corte de peso, resolveu abrir mão do cinturão e subir de categoria, onde conheceu sua primeira derrota no evento ao sucumbir diante do chileno Victor Valenzuela na final do GP, na edição 54. Com a lesão de Victor, Ravy herdou a vaga como desafiante e promete dar trabalho ao campeão com toda sua experiência. Na carreira o baiano de Eunápolis soma mais de 70 lutas profissionais, com mais de 60 vitórias.

Challenger GP

O card conta ainda com o Challenger GP inaugural das moscas feminino (até 52kg). O torneio era para ter acontecido na edição 58, no Chile, mas por motivos de força maior não foi possível já que as ondas de protestos no país acabaram resultando no cancelamento do evento.

A curitibana Luana Barbosa, que vem de vitória na edição 57, encara a argentina Giuliana Cosnard, conhecida como La Hiena, e um dos nomes mais respeitados em seu país nessa categoria de peso. Do outro lado estará outra brasileira, a carioca Tina Black. Com cinco vitórias e duas derrotas na carreira, ela carrega o retrospecto de ser sido campeã carioca, do Ichiban Kickboxing e chega com moral. Sua adversária é a chilena Jacqueline Ayala, que vem de vitória sobre Marty Martinez, na edição 54, no Chile. Ela soma ainda outro duelo no WGP, um revés para Lailane Mota, que seria participante do GP, mas acabou substituída por Luana Barbosa.

O WGP 60 conta ainda com outras 13 lutas que prometem sacudir Balneário Camboriú.

WGP 60: Jonas Salsicha x Ravy Brunow

  • Data: 23/11/2019
  • Local: Ginásio da Barra - Hamilton Linhares Cruz – Balneário Camboriú, Santa Catarina/Brasil
  • Horário: 19h00 (Undercard) / 21h00 (WGP Super Fights) / 22h30 (WGP 60)
  • Ingressos: https://bit.ly/34QMEvK

WGP 60 Main Card

Main Event: WGP Title Bout

  • Peso Super-Médio (71,8kg)
  • Jonas Salsicha (TF Team) vs Ravy Brunow (Chute Boxe Diego Lima / União ABC)

Co-Main Event: Challenger GP Final

  • Peso Mosca feminino (52kg)
  • Vencedora Semifinal 1 vs Vencedora Semifinal 2

Special Fight

  • Peso Meio-médio (71,8kg)
  • William ‘Malvadeza’ (Astra Fight Team) vs TBA

Special Fight

  • Peso Super-Leve (64,5kg)
  • Dodo dos Santos (Thai Brasil Floripa) vs Ernesto Ato (Bravo Team – PER)

Challenger GP - Semifinal 2

  • Peso Mosca feminino (52kg)
  • Tina Black (MSP/War Machine - BRA) vs Jacqueline Ayala (Brutal Striker - CHI)

Challenger GP - Semifinal 1

  • Peso Mosca feminino (52kg)
  • Luana Barbosa (Teixeira Team/Shogun Team - BRA) vs Giuliana Cosnard (Mannschaft Kaiser/EIDC Paraná - ARG)

WGP 60 Super Fights

Super Fight

  • Peso Super-médio (78k,1g)
  • Lucas Paredes (Thai Brasil Floripa) vs Willian Lima (Rangel Farias Team)

Super Fight

  • Peso Pena Feminino (56kg)
  • Daiana Torquato (Thai Brasil Floripa) vs Anna Carina Kodrek (Thai Kick School)

Super Fight

  • Peso Super-pesado (+94,1kg)
  • Cristian Goetz (Academia de Artes Marciais Tito Team) vs Abner Rodrigues (Head Coach Team)

Super Fight

  • Peso Meio-médio (71,8kg)
  • Marcelo ‘Hulk’ (Rangel Farias Team) vs Lucas ‘Sorin’ (Astra Fight Team)

Fonte: Divulgação/WGP


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
David Leite/WGP
Ravi (de calção amarelo)
Ravi (de calção amarelo)

WGP Kickboxing realiza 60ª edição com disputa de cinturão e Challenger GP feminino

Jonas Salsicha e Ravy Brunow lutam pelo título dos super-médios no evento sábado na Barra

Publicidade

Segunda, 18/11/2019 17:21.

Em sete anos o WGP Kickboxing já percorreu os quatro cantos do país e fincou bandeiras na América Latina. Agora, a organização se prepara para sua edição especial de número 60. E para celebrar a marca nada melhor que um card insano e uma cidade nova para receber um verdadeiro show de trocação.

No próximo sábado (23) Balneário Camboriú recebe pela primeira vez o WGP. No main event o campeão dos super-médios (até 78,1kg) Jonas Salsicha defende seu título pela primeira vez diante do ex-campeão da divisão dos meio-médios (71,8kg) Ravy Brunow.

Jonas Salsicha (no ar) tenta o cinturão

O card conta ainda com o Challenger GP inaugural dos moscas feminino com a presença das brasileiras Luana Barbosa e Tina Black, além da argentina Giuliana Cosnard e da chilena Jacqueline Ayala.

O multicampeão Lucas Sorin (Astra Fight Team), de Balneário Camboriú, estará lutando na Super Fight (peso Meio-médio (71,8kg) contra Marcelo ‘Hulk’ (Rangel Farias Team).

O evento será transmitido ao vivo pelo Canal Combate, Bandsports e Fox Sports.

Edição histórica

"Chegar à marca de 60 edições realizadas é motivo de grande felicidade para nós, ainda mais sabendo a dificuldade que passamos no início para o WGP se tornar o que se tornou hoje. E nada melhor que comemorar com uma edição especial, em um lugar que ainda não fomos. Muita gente quer ver essa luta entre Salsicha e Ravy há um tempo e certamente vai corresponder às expectativas. O GP feminino que era para ter acontecido no Chile também promete muito. Tenho certeza que a galera de Balneário vai sair satisfeita com uma grande noite de trocação e nossa marca de 60 edições vai ser coroada em grande estilo", afirma Paulinho Zorello, presidente do WGP.

Salsicha x Ravy, o duelo

O duelo entre Jonas Salsicha e Ravy Brunow só foi possível devido uma infelicidade do chileno Victor Valenzuela. Vencedor do último Challenger GP, ao bater o próprio Ravy na final, ele encontra-se lesionado, o que impossibilita o duelo diante de Salsicha. Com isso, Ravy herdou a vaga. Essa será a primeira defesa de cinturão do campeão Jonas Salsicha. Ele conquistou o título na primeira edição de 2019, de número 53, ao destronar Diego Gaúcho por decisão unânime com uma atuação dominante. Aos 25 anos, o paulista de Cidade Tiradentes já fez cinco duelos no WGP e tem 100% de aproveitamento. Na carreira soma 21 lutas e 18 vitórias.

Do outro lado estará um "expert" quando o assunto é subir no ringue do WGP. O baiano Ravy Brunow foi campeão e dominou a divisão dos meio-médios durante um bom tempo. Ele fez nove duelos no evento sem saber o que é perder. Devido a dificuldade em relação ao corte de peso, resolveu abrir mão do cinturão e subir de categoria, onde conheceu sua primeira derrota no evento ao sucumbir diante do chileno Victor Valenzuela na final do GP, na edição 54. Com a lesão de Victor, Ravy herdou a vaga como desafiante e promete dar trabalho ao campeão com toda sua experiência. Na carreira o baiano de Eunápolis soma mais de 70 lutas profissionais, com mais de 60 vitórias.

Challenger GP

O card conta ainda com o Challenger GP inaugural das moscas feminino (até 52kg). O torneio era para ter acontecido na edição 58, no Chile, mas por motivos de força maior não foi possível já que as ondas de protestos no país acabaram resultando no cancelamento do evento.

A curitibana Luana Barbosa, que vem de vitória na edição 57, encara a argentina Giuliana Cosnard, conhecida como La Hiena, e um dos nomes mais respeitados em seu país nessa categoria de peso. Do outro lado estará outra brasileira, a carioca Tina Black. Com cinco vitórias e duas derrotas na carreira, ela carrega o retrospecto de ser sido campeã carioca, do Ichiban Kickboxing e chega com moral. Sua adversária é a chilena Jacqueline Ayala, que vem de vitória sobre Marty Martinez, na edição 54, no Chile. Ela soma ainda outro duelo no WGP, um revés para Lailane Mota, que seria participante do GP, mas acabou substituída por Luana Barbosa.

O WGP 60 conta ainda com outras 13 lutas que prometem sacudir Balneário Camboriú.

WGP 60: Jonas Salsicha x Ravy Brunow

  • Data: 23/11/2019
  • Local: Ginásio da Barra - Hamilton Linhares Cruz – Balneário Camboriú, Santa Catarina/Brasil
  • Horário: 19h00 (Undercard) / 21h00 (WGP Super Fights) / 22h30 (WGP 60)
  • Ingressos: https://bit.ly/34QMEvK

WGP 60 Main Card

Main Event: WGP Title Bout

  • Peso Super-Médio (71,8kg)
  • Jonas Salsicha (TF Team) vs Ravy Brunow (Chute Boxe Diego Lima / União ABC)

Co-Main Event: Challenger GP Final

  • Peso Mosca feminino (52kg)
  • Vencedora Semifinal 1 vs Vencedora Semifinal 2

Special Fight

  • Peso Meio-médio (71,8kg)
  • William ‘Malvadeza’ (Astra Fight Team) vs TBA

Special Fight

  • Peso Super-Leve (64,5kg)
  • Dodo dos Santos (Thai Brasil Floripa) vs Ernesto Ato (Bravo Team – PER)

Challenger GP - Semifinal 2

  • Peso Mosca feminino (52kg)
  • Tina Black (MSP/War Machine - BRA) vs Jacqueline Ayala (Brutal Striker - CHI)

Challenger GP - Semifinal 1

  • Peso Mosca feminino (52kg)
  • Luana Barbosa (Teixeira Team/Shogun Team - BRA) vs Giuliana Cosnard (Mannschaft Kaiser/EIDC Paraná - ARG)

WGP 60 Super Fights

Super Fight

  • Peso Super-médio (78k,1g)
  • Lucas Paredes (Thai Brasil Floripa) vs Willian Lima (Rangel Farias Team)

Super Fight

  • Peso Pena Feminino (56kg)
  • Daiana Torquato (Thai Brasil Floripa) vs Anna Carina Kodrek (Thai Kick School)

Super Fight

  • Peso Super-pesado (+94,1kg)
  • Cristian Goetz (Academia de Artes Marciais Tito Team) vs Abner Rodrigues (Head Coach Team)

Super Fight

  • Peso Meio-médio (71,8kg)
  • Marcelo ‘Hulk’ (Rangel Farias Team) vs Lucas ‘Sorin’ (Astra Fight Team)

Fonte: Divulgação/WGP


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade