Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Esporte
Em jogo movimentado Inter arranca empate com Fortaleza

Segunda, 25/11/2019 7:28.

Publicidade

Carlos Costa, especial para a AE
Apesar do apoio da torcida colorada em Porto Alegre, o Internacional não foi capaz de vencer o Fortaleza pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro. Em partida movimentada na noite deste domingo, as equipes empataram em 2 a 2, no Beira-Rio.

Os visitantes saíram na frente com gol de Osvaldo logo cedo, mas Guerrero empatou antes do intervalo. Na metade final, Tinga voltou a colocar os cearenses em vantagem, mas Guerrero socorreu os donos da casa novamente, sacramentando o 2 a 2.

O time do Fortaleza ainda teve um pênalti assinalado após revisão do árbitro de vídeo (VAR) nos acréscimos, mas Marcelo Lomba brilhou para defender a cobrança de Bruno Melo.

Com o resultado, o Inter chega aos 51 pontos e se mantém na sétima posição da tabela, o suficiente para garantir vaga na fase preliminar da Copa Libertadores da próxima temporada. Já o Fortaleza vai a 43 pontos e segue em 12º, no meio da tabela.

O JOGO - O primeiro tempo da partida deste domingo foi agitado, com inauguração do placar logo aos sete minutos de jogo. Foi quando Romarinho tocou para Osvaldo, que driblou Heitor e mandou rasteiro para fazer 1 a 0 para o Fortaleza.

Atrás no marcador, o Inter foi para cima, mas sem muito perigo. A chance mais importante dos donos da casa foi criada aos 15, quando Felipe Alves fez boa defesa em arremate de Guerrero. O centroavante ainda voltaria a ameaçar em cobrança de falta, mas o goleiro adversário defendeu com segurança.

No restante da metade inicial, Felipe Alves dava pinta de que não seria vazado, mas o Inter reagiu no final. Aos 42, Guerrero voltou a aparecer. Pottker lançou na área e Uendel ajeitou de cabeça para a principal referência ofensiva colorada, que não hesitou para testar para o fundo da rede do Fortaleza.

O peruano fez seu 48º gol em jogos pelo Campeonato Brasileiro, isolando-se como segundo estrangeiro com mais gols na história da competição. O sérvio Dejan Petkovic é o primeiro, com 83.

Antes do intervalo, a arbitragem marcou pênalti para o Inter, após suposta mão de Quintero em chute de Patrick. Com a revisão do VAR, porém, a penalidade foi anulada, já que a bola não tocou no braço do zagueiro.

Na etapa complementar, a partida seguiu movimentada, com as duas equipes buscando a vitória, mas superioridade por parte do Inter A primeira chance de perigo foi criada logo aos dois minutos, em chute de Edenílson de fora da área, espalmado.

Aos sete, D'Alessandro acionou Uendel, que cruzou para Patrick mandar para fora da baliza de Felipe Alves. Aos 18, D'Alessandro achou Guerrero dentro da área, mas o chute foi interceptado.

Depois, porém, o Fortaleza respondeu de forma letal. Aos 26, Gabriel Dias recebeu na lateral, foi até a linha de fundo e cruzou fechado para o gol, com desvio na zaga. Lomba salvou, mas Tinga se deu melhor em dividida com Uendel e fez 2 a 1.

Entretanto, a festa cearense não durou muito no Beira-Rio. Aos 37, Guerrero voltou a brilhar e cabeceou com força para o fundo da rede de Felipe Alves após cobrança de escanteio pela direita

O Fortaleza ainda teve uma grande oportunidade para sair com os três pontos já nos acréscimos, mas Marcelo Lomba defendeu pênalti mal batido por Bruno Melo. A penalidade foi marcada com auxílio do VAR, que flagrou toque de mão de Cuesta. No fim das contas, o goleiro colorado foi decisivo para manter o placar em 2 a 2.

FICHA TÉCNICA:

INTERNACIONAL 2 x 2 FORTALEZA

INTERNACIONAL - Lomba; Heitor (Rafael Sobis), Rodrigo Moledo, Cuesta e Uendel; Edenílson e Rodrigo Lindoso; Patrick (Neilton) e D'Alessandro; Pottker (Guilherme Parede) e Guerrero. Técnico: Zé Ricardo.

FORTALEZA - Felipe Alves; Gabriel Dias, Quintero, Bruno Melo e Carlinhos; Felipe e Juninho; Romarinho (Edinho) e Osvaldo; André Luís (Tinga) e Wellington Paulista (Kieza). Técnico: Rogério Ceni.

GOLS - Osvaldo, aos 7, e Guerrero, aos 42 minutos do primeiro tempo. Tinga, aos 26, e Guerrero, aos 37, do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Carlinhos e Gabriel Dias (Fortaleza); Rodrigo Lindoso, Edenílson, Rodrigo Moledo e Rafael Sóbis (Inter).

ÁRBITRO - José Mendonça da Silva Junior (PR).

RENDA - R$ 681.315,00.

PÚBLICO - 24.873 pagantes (28.684 no total).

LOCAL - Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS).


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3

Em jogo movimentado Inter arranca empate com Fortaleza

Publicidade

Segunda, 25/11/2019 7:28.

Carlos Costa, especial para a AE
Apesar do apoio da torcida colorada em Porto Alegre, o Internacional não foi capaz de vencer o Fortaleza pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro. Em partida movimentada na noite deste domingo, as equipes empataram em 2 a 2, no Beira-Rio.

Os visitantes saíram na frente com gol de Osvaldo logo cedo, mas Guerrero empatou antes do intervalo. Na metade final, Tinga voltou a colocar os cearenses em vantagem, mas Guerrero socorreu os donos da casa novamente, sacramentando o 2 a 2.

O time do Fortaleza ainda teve um pênalti assinalado após revisão do árbitro de vídeo (VAR) nos acréscimos, mas Marcelo Lomba brilhou para defender a cobrança de Bruno Melo.

Com o resultado, o Inter chega aos 51 pontos e se mantém na sétima posição da tabela, o suficiente para garantir vaga na fase preliminar da Copa Libertadores da próxima temporada. Já o Fortaleza vai a 43 pontos e segue em 12º, no meio da tabela.

O JOGO - O primeiro tempo da partida deste domingo foi agitado, com inauguração do placar logo aos sete minutos de jogo. Foi quando Romarinho tocou para Osvaldo, que driblou Heitor e mandou rasteiro para fazer 1 a 0 para o Fortaleza.

Atrás no marcador, o Inter foi para cima, mas sem muito perigo. A chance mais importante dos donos da casa foi criada aos 15, quando Felipe Alves fez boa defesa em arremate de Guerrero. O centroavante ainda voltaria a ameaçar em cobrança de falta, mas o goleiro adversário defendeu com segurança.

No restante da metade inicial, Felipe Alves dava pinta de que não seria vazado, mas o Inter reagiu no final. Aos 42, Guerrero voltou a aparecer. Pottker lançou na área e Uendel ajeitou de cabeça para a principal referência ofensiva colorada, que não hesitou para testar para o fundo da rede do Fortaleza.

O peruano fez seu 48º gol em jogos pelo Campeonato Brasileiro, isolando-se como segundo estrangeiro com mais gols na história da competição. O sérvio Dejan Petkovic é o primeiro, com 83.

Antes do intervalo, a arbitragem marcou pênalti para o Inter, após suposta mão de Quintero em chute de Patrick. Com a revisão do VAR, porém, a penalidade foi anulada, já que a bola não tocou no braço do zagueiro.

Na etapa complementar, a partida seguiu movimentada, com as duas equipes buscando a vitória, mas superioridade por parte do Inter A primeira chance de perigo foi criada logo aos dois minutos, em chute de Edenílson de fora da área, espalmado.

Aos sete, D'Alessandro acionou Uendel, que cruzou para Patrick mandar para fora da baliza de Felipe Alves. Aos 18, D'Alessandro achou Guerrero dentro da área, mas o chute foi interceptado.

Depois, porém, o Fortaleza respondeu de forma letal. Aos 26, Gabriel Dias recebeu na lateral, foi até a linha de fundo e cruzou fechado para o gol, com desvio na zaga. Lomba salvou, mas Tinga se deu melhor em dividida com Uendel e fez 2 a 1.

Entretanto, a festa cearense não durou muito no Beira-Rio. Aos 37, Guerrero voltou a brilhar e cabeceou com força para o fundo da rede de Felipe Alves após cobrança de escanteio pela direita

O Fortaleza ainda teve uma grande oportunidade para sair com os três pontos já nos acréscimos, mas Marcelo Lomba defendeu pênalti mal batido por Bruno Melo. A penalidade foi marcada com auxílio do VAR, que flagrou toque de mão de Cuesta. No fim das contas, o goleiro colorado foi decisivo para manter o placar em 2 a 2.

FICHA TÉCNICA:

INTERNACIONAL 2 x 2 FORTALEZA

INTERNACIONAL - Lomba; Heitor (Rafael Sobis), Rodrigo Moledo, Cuesta e Uendel; Edenílson e Rodrigo Lindoso; Patrick (Neilton) e D'Alessandro; Pottker (Guilherme Parede) e Guerrero. Técnico: Zé Ricardo.

FORTALEZA - Felipe Alves; Gabriel Dias, Quintero, Bruno Melo e Carlinhos; Felipe e Juninho; Romarinho (Edinho) e Osvaldo; André Luís (Tinga) e Wellington Paulista (Kieza). Técnico: Rogério Ceni.

GOLS - Osvaldo, aos 7, e Guerrero, aos 42 minutos do primeiro tempo. Tinga, aos 26, e Guerrero, aos 37, do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Carlinhos e Gabriel Dias (Fortaleza); Rodrigo Lindoso, Edenílson, Rodrigo Moledo e Rafael Sóbis (Inter).

ÁRBITRO - José Mendonça da Silva Junior (PR).

RENDA - R$ 681.315,00.

PÚBLICO - 24.873 pagantes (28.684 no total).

LOCAL - Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS).


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade