Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Esporte
Ainda mais perto do hexa, Hamilton exalta vitória em 'corrida difícil' no México

Segunda, 28/10/2019 7:03.
F1.com

Publicidade

Em busca de seu sexto título na Fórmula 1, Lewis Hamilton venceu o GP do México de forma brilhante e ficou ainda mais perto do hexa. Apesar do triunfo, o piloto inglês da Mercedes garantiu ter sofrido muito na prova deste domingo. "Obrigado, caras! Foi uma corrida difícil", disse o pentacampeão à equipe germânica por meio do rádio do seu carro depois de receber a bandeira quadriculada no Autódromo Hermanos Rodríguez.

Hamilton ainda dedicou a vitória ao seu engenheiro Peter Bonnington, que passou por uma operação, perdeu a etapa mexicana e também se ausentará do GP dos Estados Unidos, no próximo fim de semana. "Essa foi para Bono", homenageou o inglês.

Depois de descer do carro, o piloto da Mercedes ressaltou as dificuldades na Cidade do México: "Viemos para cá com um pé atrás sabendo que seria difícil, mas conseguimos. Tive meu assoalho danificado, mas segui em frente". "Gostaria de aplaudir esse público. O resultado foi incrível, devo agradecer muito a equipe. Vou levar uma corrida por vez, mas essa eu queria vencer", complementou o pentacampeão mundial.

Hamilton terminou o GP do México à frente do alemão Sebastian Vettel, da Ferrari. Quem completou o pódio foi Valtteri Bottas, também piloto da Mercedes. Vice-líder da temporada, o finlandês é o único com chances de tirar o título do inglês. Entretanto, a missão de Bottas é indigesta, já que Hamilton precisa apenas de um oitavo lugar em Austin para cravar o hexa. De todo modo, o finlandês crê que fez o possível na corrida deste domingo.

"Foi um bom resultado. A largada foi difícil e perdi uma posição Acho que não poderia ter feito mais do que fizemos hoje", avaliou o piloto, que largou em sexto no Hermanos Rodríguez.

Com o resultado do GP do México, Hamilton chegou aos 363 pontos, contra 289 de Bottas. Para ser campeão nos Estados Unidos, o inglês precisa terminar o fim de semana com 52 pontos a mais do que o companheiro.

Assim, o pentacampeão pode terminar a corrida atrás do finlandês, perdendo 22 pontos em relação a Bottas, que precisa vencer e torcer para que Hamilton chegue no máximo em nono para empurrar a decisão para o GP do Brasil, etapa seguinte da temporada.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
F1.com

Ainda mais perto do hexa, Hamilton exalta vitória em 'corrida difícil' no México

Publicidade

Segunda, 28/10/2019 7:03.

Em busca de seu sexto título na Fórmula 1, Lewis Hamilton venceu o GP do México de forma brilhante e ficou ainda mais perto do hexa. Apesar do triunfo, o piloto inglês da Mercedes garantiu ter sofrido muito na prova deste domingo. "Obrigado, caras! Foi uma corrida difícil", disse o pentacampeão à equipe germânica por meio do rádio do seu carro depois de receber a bandeira quadriculada no Autódromo Hermanos Rodríguez.

Hamilton ainda dedicou a vitória ao seu engenheiro Peter Bonnington, que passou por uma operação, perdeu a etapa mexicana e também se ausentará do GP dos Estados Unidos, no próximo fim de semana. "Essa foi para Bono", homenageou o inglês.

Depois de descer do carro, o piloto da Mercedes ressaltou as dificuldades na Cidade do México: "Viemos para cá com um pé atrás sabendo que seria difícil, mas conseguimos. Tive meu assoalho danificado, mas segui em frente". "Gostaria de aplaudir esse público. O resultado foi incrível, devo agradecer muito a equipe. Vou levar uma corrida por vez, mas essa eu queria vencer", complementou o pentacampeão mundial.

Hamilton terminou o GP do México à frente do alemão Sebastian Vettel, da Ferrari. Quem completou o pódio foi Valtteri Bottas, também piloto da Mercedes. Vice-líder da temporada, o finlandês é o único com chances de tirar o título do inglês. Entretanto, a missão de Bottas é indigesta, já que Hamilton precisa apenas de um oitavo lugar em Austin para cravar o hexa. De todo modo, o finlandês crê que fez o possível na corrida deste domingo.

"Foi um bom resultado. A largada foi difícil e perdi uma posição Acho que não poderia ter feito mais do que fizemos hoje", avaliou o piloto, que largou em sexto no Hermanos Rodríguez.

Com o resultado do GP do México, Hamilton chegou aos 363 pontos, contra 289 de Bottas. Para ser campeão nos Estados Unidos, o inglês precisa terminar o fim de semana com 52 pontos a mais do que o companheiro.

Assim, o pentacampeão pode terminar a corrida atrás do finlandês, perdendo 22 pontos em relação a Bottas, que precisa vencer e torcer para que Hamilton chegue no máximo em nono para empurrar a decisão para o GP do Brasil, etapa seguinte da temporada.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade