Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Esporte
De virada, Grêmio bate Vasco em São Januário e entra no G6 do Brasileirão

Quinta, 31/10/2019 6:36.

Publicidade

Wilson Baldini Jr.
O Grêmio deu mais um passo para que a promessa feita pelo técnico Renato Gaúcho de classificar a equipe para a Copa Libertadores de 2020 seja alcançada, ao derrotar o Vasco, nesta quarta-feira à noite, em São Januário, de virada, por 3 a 1, em duelo da 29.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O tricolor gaúcho chegou aos 47 pontos, na quinta colocação, ultrapassando Corinthians e o arquirrival Internacional, adversário da próxima jornada e que ainda vai entrar em campo nesta jornada. O Vasco perdeu a invencibilidade de cinco jogos e permanece na 11.ª posição, com 38 pontos, mais distante do G6.

O primeiro tempo teve três momentos distintos. O começo foi marcado pela agressividade das equipes, que perderam duas boas chances cada em quatro minutos. Aos nove, o colombiano Guarín bateu uma falta da intermediária. A barreira abriu e o goleiro Paulo Victor foi mal na bola: 1 a 0.

A partir daí, só deu Vasco, que poderia ter ampliado a vantagem em duas oportunidades. Ao perceber a instabilidade de sua equipe, Renato Gaúcho trocou o volante Michel, que já tinha recebido um cartão amarelo, pelo atacante Pepê, aos 30 minutos. Com apenas dois minutos em campo, Pepê empatou o jogo, com um belo chute de fora da área.

Os últimos dez minutos foram divididos. Na primeira parte, o Grêmio foi melhor, mas nos últimos lances da primeira etapa, o Vasco poderia ter aberto vantagem com Marrony e Raul.

O segundo tempo começou com o Grêmio imprimindo forte pressão na saída de bola do Vasco. O estilo de jogo deu certo logo. Aos oito minutos, Darlan roubou a bola de Richard e tocou para Everton. O atacante da seleção brasileira carregou a bola e bateu firme na bola da entrada da área para virar o placar para os gaúchos: 2 a 1.

O Vasco não se abateu e quase Guarín empatou o jogo, com um belo chute de fora da área. Mas em um cruzamento na área, Leandro Castán cometeu pênalti em Luciano. O próprio atacante gremista cobrou e fez o terceiro.

O Vasco se lançou ao ataque e conseguiu criar duas boas chances com Guarín e Marrony, que acertou a trave. Mas, ao mesmo tempo, se abriu e permitiu contra-ataques perigosos, comandados por Everton. Os últimos minutos foram marcados pelo nervosismo vascaíno em contraste com a tranquilidade gremista.

Os times farão clássicos na 30ª rodada do Brasileirão, no fim de semana. No sábado, o Vasco enfrentará o Fluminense no Maracanã. No dia seguinte, o Grêmio, em sua arena, receberá o Inter.

FICHA TÉCNICA

VASCO 1 X 3 GRÊMIO

VASCO - Fernando Miguel; Yago Pikachu, Ricardo, Leandro Castan e Henrique; Richard, Raul, Bruno Gomes (Bruno César) e Guarín (Tiago Reis); Marrony e Ribamar (Gabriel Pec). TÉCNICO: Vanderlei Luxemburgo.

GRÊMIO - Paulo Victor; Léo Moura (Rodriguez), Paulo Miranda, David Braz e Bruno Cortez; Michel (Pepê), Romulo, Thaciano (Darlan) e Luciano; Diego Tardelli e Everton. TÉCNICO: Renato Gaúcho.

GOLS - Guarín, aos nove, e Pepê, aos 32 minutos do primeiro tempo. Everton, aos oito e Luciano, aos 22 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Wilton Pereira Sampaio (FIFA/GO)

CARTÕES AMARELOS - Marrony, Michel, Leandro Castan e Bruno Cortez.

RENDA - R$ 538.333,00.

PÚBLICO - 15.254 pagantes.

LOCAL - São Januário, no Rio (RJ).


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3

De virada, Grêmio bate Vasco em São Januário e entra no G6 do Brasileirão

Publicidade

Quinta, 31/10/2019 6:36.

Wilson Baldini Jr.
O Grêmio deu mais um passo para que a promessa feita pelo técnico Renato Gaúcho de classificar a equipe para a Copa Libertadores de 2020 seja alcançada, ao derrotar o Vasco, nesta quarta-feira à noite, em São Januário, de virada, por 3 a 1, em duelo da 29.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O tricolor gaúcho chegou aos 47 pontos, na quinta colocação, ultrapassando Corinthians e o arquirrival Internacional, adversário da próxima jornada e que ainda vai entrar em campo nesta jornada. O Vasco perdeu a invencibilidade de cinco jogos e permanece na 11.ª posição, com 38 pontos, mais distante do G6.

O primeiro tempo teve três momentos distintos. O começo foi marcado pela agressividade das equipes, que perderam duas boas chances cada em quatro minutos. Aos nove, o colombiano Guarín bateu uma falta da intermediária. A barreira abriu e o goleiro Paulo Victor foi mal na bola: 1 a 0.

A partir daí, só deu Vasco, que poderia ter ampliado a vantagem em duas oportunidades. Ao perceber a instabilidade de sua equipe, Renato Gaúcho trocou o volante Michel, que já tinha recebido um cartão amarelo, pelo atacante Pepê, aos 30 minutos. Com apenas dois minutos em campo, Pepê empatou o jogo, com um belo chute de fora da área.

Os últimos dez minutos foram divididos. Na primeira parte, o Grêmio foi melhor, mas nos últimos lances da primeira etapa, o Vasco poderia ter aberto vantagem com Marrony e Raul.

O segundo tempo começou com o Grêmio imprimindo forte pressão na saída de bola do Vasco. O estilo de jogo deu certo logo. Aos oito minutos, Darlan roubou a bola de Richard e tocou para Everton. O atacante da seleção brasileira carregou a bola e bateu firme na bola da entrada da área para virar o placar para os gaúchos: 2 a 1.

O Vasco não se abateu e quase Guarín empatou o jogo, com um belo chute de fora da área. Mas em um cruzamento na área, Leandro Castán cometeu pênalti em Luciano. O próprio atacante gremista cobrou e fez o terceiro.

O Vasco se lançou ao ataque e conseguiu criar duas boas chances com Guarín e Marrony, que acertou a trave. Mas, ao mesmo tempo, se abriu e permitiu contra-ataques perigosos, comandados por Everton. Os últimos minutos foram marcados pelo nervosismo vascaíno em contraste com a tranquilidade gremista.

Os times farão clássicos na 30ª rodada do Brasileirão, no fim de semana. No sábado, o Vasco enfrentará o Fluminense no Maracanã. No dia seguinte, o Grêmio, em sua arena, receberá o Inter.

FICHA TÉCNICA

VASCO 1 X 3 GRÊMIO

VASCO - Fernando Miguel; Yago Pikachu, Ricardo, Leandro Castan e Henrique; Richard, Raul, Bruno Gomes (Bruno César) e Guarín (Tiago Reis); Marrony e Ribamar (Gabriel Pec). TÉCNICO: Vanderlei Luxemburgo.

GRÊMIO - Paulo Victor; Léo Moura (Rodriguez), Paulo Miranda, David Braz e Bruno Cortez; Michel (Pepê), Romulo, Thaciano (Darlan) e Luciano; Diego Tardelli e Everton. TÉCNICO: Renato Gaúcho.

GOLS - Guarín, aos nove, e Pepê, aos 32 minutos do primeiro tempo. Everton, aos oito e Luciano, aos 22 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Wilton Pereira Sampaio (FIFA/GO)

CARTÕES AMARELOS - Marrony, Michel, Leandro Castan e Bruno Cortez.

RENDA - R$ 538.333,00.

PÚBLICO - 15.254 pagantes.

LOCAL - São Januário, no Rio (RJ).


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade