Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Esporte
Goiás estreia com derrota no Paraguai pela Copa Sul-Americana

Quarta, 12/2/2020 8:39.

Publicidade

A estreia do Goiás na Copa Sul-Americana não foi como a equipe brasileira esperava. Jogando contra o Sol de América, no estádio Luis Afonso Giagni, em Villa Elisa, no Paraguai, os goianos foram derrotados por 1 a 0, na noite desta terça-feira. Com o resultado, a equipe brasileira precisa de uma vitória por dois gols de diferença na partida de volta, no dia 25, no estádio Serra Dourada.

O Sol de América joga pelo empate e pode até perder por um gol de diferença desde que faça ao menos um gol. Apenas a vitória do Goiás por 1 a 0 leva a decisão para os pênaltis.

Depois de um início equilibrado, o time da casa abriu o placar na primeira boa chegada que teve ao ataque, aos 31 minutos. Diego Valdez cabeceou e Tadeu fez linda defesa, mas Nildo Vera pegou o rebote e estufou as redes.

O Goiás tentou acelerar o ritmo da partida após o gol, mas tinha dificuldades para penetrar na defesa adversária. Com poucos lances de perigo, o jogo se encaminhou para o intervalo com a vantagem mínima dos paraguaios.

O técnico Ney Franco tentou buscar o resultado e promoveu alterações ofensivas, especialmente com a entrada de Lucão do Break no lugar de Thalles, deixando a equipe com dois centroavantes, já que Rafael Moura seguiu em campo.

Na melhor chance dos brasileiros, funcionou justamente a dupla de atacantes. Lucão fez o pivô e rolou para Rafael Moura bater com muito perigo, mas a bola passou rente à trave defendida por Centurión.

Nos minutos finais, o Goiás se lançou completamente ao ataque e quase se complicou com um contragolpe do adversário. Jourdan sairia sozinho na cara do gol, mas foi parado por Fábio Sanches, que foi expulso e desfalca a equipe brasileira na partida de volta.

As equipes voltam a se enfrentar na terça-feira, dia 25 de fevereiro. Antes disso, o Goiás enfrenta o rival Atlético, no próximo domingo, e o Anapolina, no sábado seguinte, ambos pelo Campeonato Goiano.

FICHA TÉCNICA:

SOL DE AMÉRICA 1 x 0 GOIÁS

SOL DE AMÉRICA - Centurión; Canale, Portillo, Villalba e Cobos; Vera, Edgar Ferreira, Diego Valdez (Jourdan) e Novick (Pita); Pardo e Nildo Vera (Cazal). Técnico: Luis Islas.

GOIÁS - Tadeu; Pintado, Fábio Sanches, Luiz Gustavo e Jefferson; Daniel Bessa, Gilberto e Thalles (Lucão do Break); Marcinho (Keko), Rafael Moura (Vinícius) e Victor Andrade. Técnico: Ney Franco.

GOL - Nildo Vera, aos 31 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Kevin Ortega (Peru).

CARTÕES AMARELOS - Canale, Villalba, Edgar Ferreira e Pardo (Sol de América); Daniel Bessa (Goiás).

CARTÃO VERMELHO - Fábio Sanches (Goiás).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Luis Afonso Giagni, em Villa Elisa (Paraguai).


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3

Goiás estreia com derrota no Paraguai pela Copa Sul-Americana

Publicidade

Quarta, 12/2/2020 8:39.

A estreia do Goiás na Copa Sul-Americana não foi como a equipe brasileira esperava. Jogando contra o Sol de América, no estádio Luis Afonso Giagni, em Villa Elisa, no Paraguai, os goianos foram derrotados por 1 a 0, na noite desta terça-feira. Com o resultado, a equipe brasileira precisa de uma vitória por dois gols de diferença na partida de volta, no dia 25, no estádio Serra Dourada.

O Sol de América joga pelo empate e pode até perder por um gol de diferença desde que faça ao menos um gol. Apenas a vitória do Goiás por 1 a 0 leva a decisão para os pênaltis.

Depois de um início equilibrado, o time da casa abriu o placar na primeira boa chegada que teve ao ataque, aos 31 minutos. Diego Valdez cabeceou e Tadeu fez linda defesa, mas Nildo Vera pegou o rebote e estufou as redes.

O Goiás tentou acelerar o ritmo da partida após o gol, mas tinha dificuldades para penetrar na defesa adversária. Com poucos lances de perigo, o jogo se encaminhou para o intervalo com a vantagem mínima dos paraguaios.

O técnico Ney Franco tentou buscar o resultado e promoveu alterações ofensivas, especialmente com a entrada de Lucão do Break no lugar de Thalles, deixando a equipe com dois centroavantes, já que Rafael Moura seguiu em campo.

Na melhor chance dos brasileiros, funcionou justamente a dupla de atacantes. Lucão fez o pivô e rolou para Rafael Moura bater com muito perigo, mas a bola passou rente à trave defendida por Centurión.

Nos minutos finais, o Goiás se lançou completamente ao ataque e quase se complicou com um contragolpe do adversário. Jourdan sairia sozinho na cara do gol, mas foi parado por Fábio Sanches, que foi expulso e desfalca a equipe brasileira na partida de volta.

As equipes voltam a se enfrentar na terça-feira, dia 25 de fevereiro. Antes disso, o Goiás enfrenta o rival Atlético, no próximo domingo, e o Anapolina, no sábado seguinte, ambos pelo Campeonato Goiano.

FICHA TÉCNICA:

SOL DE AMÉRICA 1 x 0 GOIÁS

SOL DE AMÉRICA - Centurión; Canale, Portillo, Villalba e Cobos; Vera, Edgar Ferreira, Diego Valdez (Jourdan) e Novick (Pita); Pardo e Nildo Vera (Cazal). Técnico: Luis Islas.

GOIÁS - Tadeu; Pintado, Fábio Sanches, Luiz Gustavo e Jefferson; Daniel Bessa, Gilberto e Thalles (Lucão do Break); Marcinho (Keko), Rafael Moura (Vinícius) e Victor Andrade. Técnico: Ney Franco.

GOL - Nildo Vera, aos 31 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Kevin Ortega (Peru).

CARTÕES AMARELOS - Canale, Villalba, Edgar Ferreira e Pardo (Sol de América); Daniel Bessa (Goiás).

CARTÃO VERMELHO - Fábio Sanches (Goiás).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Luis Afonso Giagni, em Villa Elisa (Paraguai).


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade